PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Relembre os momentos que marcaram o Ceará em 2019

Dos ataques criminosos à redução dos números de criminalidade na década; das obras públicas e recordes de chuva à ascensão e crise do bolsonarismo no Estado: os fatos mais relevantes no ano do povo cearense

Wanderson Trindade
16:57 | 16/12/2019
Localizado no bairro Dionísio Torres, o Edifício Andréa desabou vitimando nove pessoa
Localizado no bairro Dionísio Torres, o Edifício Andréa desabou vitimando nove pessoa (Foto: Mauri Melo/O POVO)

O ano de 2019 deve ficar na memória dos cearenses como um ano de sentimentos contrastantes. Do ápice do medo às sucessivas quedas nos números da criminalidade, a segurança pública ganhou destaque especial no Estado. Além das emoções protagonizadas por Ceará e Fortaleza dentro de campo, a solidariedade do povo cearense se aflorou durante as tragédias ocorridas nos desabamentos de prédios em Fortaleza.

Também ao longo dos últimos 12 meses, o meio ambiente entrou em pauta modificando rotinas e economias. Afora as chuvas Ceará adentro que duraram até agosto, o litoral sofreu com um dos maiores crimes ambientais da história do Brasil: o vazamento de óleo nas praias.

Ainda no tema da segurança pública, prisões importantes aconteceram em 2019, entre elas a do suspeito de assassinato Zé do Valério e do médico acusado de assédio sexual e ex-prefeito de Uruburetama, José Hilson Paiva. Abaixo relembre os momentos que mais marcaram o ano do povo cearense.

Ataques criminosos

Coluna de viaduto atingida por explosão criminosa
Coluna de viaduto atingida por explosão criminosa (Foto: Via WhatsApp O Povo)

O ano teve início com ataques massivos orquestrados por facções criminosas. Ao longo de janeiro e parte de fevereiro, o Ceará registrou ações que tiveram como alvo patrimônios tanto públicos como privados. Entre as motivações que teriam gerado esses atos estão a reorganização dos presídios, com transferências de detentos para penitenciárias federais, assim como declarações de agentes públicos sobre o endurecimento no tratamento prestado ao combate ao crime. O governador Camilo Santana (PT) e o secretário da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, foram os principais atores desse momento.

Em setembro, nova onda de ataques aconteceu em diversas cidades cearenses, mas com menor intensidade. Ainda assim durou pouco mais de uma semana.

Recordes de chuva no Ceará

A chuva foi protagonista neste ano no Ceará
A chuva foi protagonista neste ano no Ceará (Foto: Fabio Lima / O POVO)

Bastante celebrada por um povo que aprendeu a viver com a escassez, a chuva foi protagonista neste ano no Ceará. Com sucessivas médias superadas mês após mês, as chuvas duraram de dezembro de 2018 a agosto de 2019, levando esperança às lavouras, mas também desespero às zonas urbanas com pouca estrutura. Como na Capital, onde famílias tiveram prejuízos devido aos alagamentos registrados em diferentes bairros. Para tanto, a Prefeitura de Fortaleza ofereceu auxílio financeiro às vítimas de enchentes na Cidade.

Desabamentos em Fortaleza

Edifício Andrea desabou em 15 de outubro
Edifício Andrea desabou em 15 de outubro (Foto: Fábio Lima / O POVO)

Histórias de superação e tristeza foram conhecidas a partir de 15 de outubro, quando os olhos de todo o mundo se voltaram para Fortaleza. Localizado no bairro Dionísio Torres, o Edifício Andréa desabou, matando nove pessoas. Trabalhando ao longo de quatro dias seguidos de maneira ininterrupta, o Corpo de Bombeiros resgatou sete outras vidas. Graças ao trabalho realizado, o terreno do prédio passará a ser da corporação. Meses antes, em junho, colunas de um prédio na Maraponga cederam, ocasionando desabamento parcial da estrutura onde moravam 16 famílias.

Melhoria da infraestrutura no Estado

Aumento da faixa de areia deve ser de 80 metros mar adentro em extensão de 1,2 mil metros
Aumento da faixa de areia deve ser de 80 metros mar adentro em extensão de 1,2 mil metros (Foto: Aurélio Alves / O POVO)

Mudanças estruturais aconteceram em todo o Ceará graças às obras realizadas pelo Poder Público. Após enfrentar forte período de chuvas, rodovias cearenses passaram a ser motivos de queixas da população. Com intuito de resolver o problema, o governador Camilo Santana deu início a plano de recuperação das estradas. Em Fortaleza, diversas obras também passaram a acontecer, como extensão do Aterro da Praia de Iracema, duplicação do viaduto do Makro e implantação do trinário da avenida Duque de Caxias.

Prisão do prefeito de Uruburetama

O médico e prefeito afastado de Uruburetama, José Hilson de Paiva, foi preso, por denúncias de assédios e estupros
O médico e prefeito afastado de Uruburetama, José Hilson de Paiva, foi preso, por denúncias de assédios e estupros (Foto: Fábio Lima / O POVO)

O ano de 2019 ficou marcado pela prisão do prefeito de Uruburetama, José Hilson Paiva. Médico ginecologista, ele foi acusado de abusar e estuprar pacientes durante consultas realizadas há décadas. O caso ganhou dimensão nacional após vídeos que ele próprio gravava enquanto cometia os crimes terem vazado nas redes sociais. Com toda a polêmica, houve a sucessão de afastamento da Prefeitura e das atividades médicas até chegar à sua cassação na Câmara da cidade e à sua prisão em Fortaleza.

Prisão de Zé do Valério

Zé do Valério ficou foragido por quase três meses. Ele é acusado de assassinar a universitária Daniele de Oliveira Silva
Zé do Valério ficou foragido por quase três meses. Ele é acusado de assassinar a universitária Daniele de Oliveira Silva (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Com traços de psicopatia, o caseiro José Pereira da Costa ficou entre os homens mais procurados do Ceará por quase três meses. Conhecido como Zé do Valério, ele era o principal suspeito da morte da universitária Daniele de Oliveira Silva, de 20 anos, no dia 24 de abril, em Pedra Branca. O assassinato chamou atenção pelas características de violência e crueldade. Zé do Valério foi capaz de driblar aeronaves, cães farejadores, retrato falado e recompensas até ser preso em Buriti dos Montes, no Piauí.

Ascensão e crise do bolsonarismo no Ceará

André Fernandes foi suspenso por 30 dias
André Fernandes foi suspenso por 30 dias (Foto: Junior Pio/AL-CE)

Fortalecido após as Eleições 2018, o bolsonarismo se estabeleceu no Ceará com a ascensão dos deputados federal Heitor Freire e estaduais André Fernandes e Delegado Cavalcante, principais lideranças do PSL estadual, mas que passaram a ter desavenças ao longo do ano. Presidente da sigla no Ceará, Heitor teve sua saída à frente do partido solicitada pelos dois parlamentares estaduais, devido à denúncias de cunho financeiro e político.

André Fernandes, por sua vez, se envolveu em polêmica depois de ter acusado em plenário seu colega de Assembleia Legislativa Nezinho Farias (PDT) de possuir envolvimento com facções criminosas. O caso foi levado ao Subconselho de Ética, que suspendeu Fernandes por 30 dias.

Óleo nas praias

Vazamento de óleo atingiu praias do Brasil
Vazamento de óleo atingiu praias do Brasil (Foto: Fabio Lima / O POVO)

As manchas de óleo presentes em grande parte do litoral brasileiro entraram como destaques negativos do ano no Ceará, que registrou os primeiros pontos em 7 de setembro na praia do Morro Branco, em Beberibe. Pelo menos outras 20 localidades também foram atingidas pelo petróleo cru. Os prejuízos causados pelas toneladas de resíduos afetaram tanto o meio ambiente quanto os moradores que vivem e sobrevivem no litoral.

Cearenses na elite do futebol brasileiro

Ceará e Fortaleza permaneceram na elite do futebol brasileiro
Ceará e Fortaleza permaneceram na elite do futebol brasileiro (Foto: JÚLIO CAESAR)

Depois de 26 anos, Ceará e Fortaleza voltaram a se enfrentar na Série A do Campeonato Brasileiro. Com uma vitória para cada lado, Vozão e Leão tiveram campanhas distintas. Campeão cearense e da Copa do Nordeste, o time comandado por Rogério Ceni conseguiu alcançar feito inédito em sua história: classificar-se para a Copa Sul-Americana 2020 (sua primeira competição internacional). Já o Alvinegro, que foi comandado por quatro diferentes treinadores durante 2019, conseguiu a permanência somente na última rodada com ares dramáticos para a torcida.

Redução do número de homicídios

Em 2019, Ceará tem o menor número de homicídio na década
Em 2019, Ceará tem o menor número de homicídio na década (Foto: Fábio Lima / O POVO)

Dois anos depois de registrar o ano mais violento de sua história, o Ceará caminha para ter o ano com o menor número de assassinatos na década. A redução pelo 20º mês seguido no número de assassinatos no Ceará consolida 2019 como o ano menos violento no Estado desde 2009. Governo Estadual aponta ações de estratégias e investimentos na segurança pública como fatores que influenciam nas quedas. Especialistas, por outro lado, apontam que números baixaram porque estiveram no patamar mais elevado da história, em 2017.