PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

"Estou indignado com irresponsabilidade dele", diz deputado acusado por André Fernandes

Na última sexta-feira, 17, o pesselista protocolou denúncia no Ministério Público do Ceará (MPCE), alegando suposto envolvimento do pedetista com facções criminosas no Estado

19:20 | 17/06/2019
DEPUTADO estadual André Fernandes (PSL)
DEPUTADO estadual André Fernandes (PSL)(Foto: Gustavo Simão - Especial para O POVO/Gustavo Simão - Especial para O POVO)

O deputado estadual Nezinho Farias (PDT) classificou como "irresponsáveis" as acusações feitas pelo deputado André Fernandes (PSL), alegando suposto envolvimento do pedetista no "fortalecimento" da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). O político concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, 17, com transmissão no Facebook.

LEIA MAIS | Denúncia de André Fernandes contra deputado não tem provas e confunde e-sports com jogo do bicho

Embora seja sigilosa, o documento de três páginas protocolado pelo pesselista na última sexta-feira, 17, no Ministério Público do Ceará (MPCE), foi obtido pelo Blog política. O arquivo alega que a campanha de Nezinho seria "financiada" pelo PCC e ele seria o "representante estadual da facção".

"Em troca do financiamento da campanha, o parlamentar teria o dever de apresentar e aprovar o Projeto de Lei (PL) que viesse a fortalecer a atividade desempenhada pela facção", diz a denúncia de André Fernandes. A PL referida no ofício trata-se do nº 218/2019 que regulamenta modalidade esportiva de jogos eletrônicos (e-Sports). Entretanto, o documento protocolado aponta queixa por "lavagem de dinheiro” por meio de realização do Jogo do Bicho".

Durante a coletiva, Nezinho disse que já deu entrada com a sua defesa no Ministério Público. "Eu espero que essa Casa (Assembleia Legislativa) tome as providências. Existe o Conselho de Ética, existe outros órgão que possam tomar uma providência", disse o político, acrescentando que a solução deste caso é necessária para que não aconteça, futuramente, com outros parlamentares.

Projeto teve parecer favorável de André Fernandes na Comissão

A matéria citada na denúncia como um possível indício de relação com as facções recebeu voto favorável de André Fernandes na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), conforme informou Nezinho.

De acordo com o pedetista, o PL tramita tramita desde 1º de abril e aborda os jogos de videogames e não o de apostas eletrônicas. "O objetivo do projeto é incentivar a profissionalização, a geração de emprego e a boa convivência e a cidadania, além da prática educativa, esportiva e cultural”.

Reação na AL-CE

Na última quinta-feira, o deputado Elmano de Freitas (PT) apresentou representação contra o pesselista no Conselho de Ética da Assembleia. As informações são do colunista Carlos Mazza.

A exceção de correligionários, como o Soldado Noelio e Delegado Cavalcante, a maioria dos parlamentares se mostrou favorável a "enquadrar" Fernandes pelas acusações feitas na tribuna, inclusive políticos que integram o bloco de oposição do Governo do Estado.

Redação O POVO Online