PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Decreto libera aulas presenciais no ensino superior no Ceará

Novidades na flexibilização em Fortaleza e todo o Ceará foram anunciadas no Instagram e Facebook de Camilo Santana

13:57 | 25/06/2021
CAMILO ATENÇÃO (Foto: DIVULGAÇÃO)
CAMILO ATENÇÃO (Foto: DIVULGAÇÃO)

A partir de segunda-feira, 28, faculdades e universidades cearenses poderão retomar as aulas presenciais, oferecendo a opção do ensino remoto para os estudantes. As feiras livres no Estado também foram liberadas. As mudanças no decreto estadual para combate da pandemia de Covid-19 foram anunciadas pelo governador Camilo Santana (PT), ao lado do secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Cabeto.

O Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia se reuniu na manhã desta sexta-feira, 25, para discutir as novas medidas. Pela redução dos índices no Cariri, a região passa a seguir as mesmas regras que as demais regiões do Estado. A partir de agora, os decretos terão validade por duas semanas.

O secretário apontou que a positividade dos exames caiu, inclusive no Cariri, que estava em alta há algumas semanas. Atualmente, dois a cada dez exames têm resultado positivo. Cabeto também apontou a queda da procura assistencial nas Unidades de Pronto Atencimento (UPA). "Nós já estamos na última semana do mês e temos metade dos atendimentos do mês anterior", explica.

O gestor apresentou publicação de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) que aponta que os efeitos do isolamento social e o uso de máscaras no Ceará influenciaram a redução da mortalidade por Covid-19. "Quer dizer que a população acertou", destaca.

O último decreto, anunciado no dia 18, não teve renovações e foi prorrogado. Dentre as expectativas, segue a autorização de retorno das feiras livres e a ampliação do funcionamento do comércio - bares e restaurantes esperam que o horário seja ampliado até as 23h, enquanto hotelaria defende aumento do público em eventos corporativos para 100 pessoas. 

Ainda nesta tarde, o Comissão de Intergestores Bipartite (CIB) se reúne para definir o uso da vacina Janssen em todo o Estado. Mais de 61 mil doses chegaram nessa quinta, 24.

A decisão sobre o decreto na última sexta foi por prudência, conforme apontou o governador. Mesmo com a queda de atendimentos na rede de saúde, dos números de casos e de óbitos por Covid-19, a preocupação segue no Cariri. Segundo Camilo, o crescimento de casos em outros estados também foi fator para interromper a sequência de aberturas.

+ Veja o que pode e o que não pode em todo o Ceará até o próximo domingo (27/06)

Até então, comércios e serviços de rua seguem funcionando das 10 às 19 horas, com 50% da capacidade. Shoppings também seguem em funcionamento das 12 às 22 horas, com limitação de 50%; medida é a mesma para restaurantes dentro e fora de shoppings.

Em todo o Estado, seguem proibidas:

- as aglomerações e circulação de pessoas em espaços públicos ou privados, como praias, praças calçadões; ressalvado o uso para prática esportiva individual, deslocamentos imprescindíveis ou acesso a atividades essenciais;

- festas e quaisquer tipos de eventos;

- funcionamento de parques aquáticos - com exceção aos associados a empreendimentos hoteleiros como o Beach Park;

- funcionamento de teatros, públicos ou privados

Decretos na 2ª onda no Ceará

2º lockdown: o isolamento rígido em Fortaleza começou em 5 de março de 2021. No dia 13, decreto estadual estendeu as medidas para todo o Estado.

12 de abril: no dia 4 de abril, Camilo Santana anunciou o início da flexibilização no Ceará para o dia 12 de abril. Com a reabertura, foram permitidas algumas atividades de serviço e comércio em horários reduzidos, toque de recolher de segunda à sexta-feira e lockdown aos fins de semana. 

17 de abril: decreto anterior foi mantido, com liberação de atividades físicas individuais em espaços públicos.

23 de abril: flexibilização avança com liberações para escolas, igrejas, templos. barracas de praia e academias de ginástica. Lockdown continua aos sábados e domingos.

30 de abril: Camilo anuncia flexibilização aos sábados e domingos, com autorização para funcionamento de comércio e restaurantes. Na semana, as regras seguem as mesmas.

7 de maio: após quatro semanas de flexibilização, o Ceará não avança na reabertura, mantendo as medidas em vigor. Dois indicadores acenderam sinal de alerta: alto patamar de internações e aumento na positividade de exames

14 de maio: Região de Fortaleza e de Sobral avançam na flexibilização, com ampliação do horário de funcionamento das atividades comerciais. Cariri, Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe continuam com as mesmas restrições.

22 de maio: decreto anterior é prorrogado mantendo ampliação Fortaleza e de Sobral e medidas mais rígidas nas outras três regiões do Estado

29 de maio: decreto amplia flexibilização no Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe, que passam à mesma situação de Fortaleza e Sobral. Cariri mantém restrições

4 de junho: decreto amplia horário de funcionamento de shoppings e restaurantes até 22 horas e toque de recolher vai para 23 horas. Exceção é Cariri, onde restrições são mantidas

11 de junho: governo libera aulas em todas as séries do ensino médio, amplia a capacidade de público em academias, reabre museus, bibliotecas e cinemas. Apenas o Cariri continua com restrições

18 de junho: governador anuncia prorrogação do decreto, interrompendo a sequência de reabertura. Restrições mais severas mantidas no Cariri.
 

Fortaleza começa vacinação de pessoas com menos de 40 anos

Com mais de 3,7 mil agendados nascidos em 1982, Fortaleza começa a vacinar contra a Covid-19 quem tem menos de 40 anos. A vacinação é escalonada por idade, em ordem decrescente. A Prefeitura disponibilizou as listas de agendados até este sábado, 26, tanto para gestantes e puérperas quanto para a população geral. Confira aqui a lista de agendados para esta sexta (25/06).

Municípios cearenses já se aproximam a taxa de vacinação de toda a população, como Guaramiranga. Até o próximo domingo, 27, a cidade deve vacinar 100% da população com primeira dose. Município foi o primeiro a começar a vacinação da população de 20 anos ou mais em todo o Estado. 

Neste fim de semana, o Ceará prevê o início da vacinação contra a Covid-19 com as doses da Janssen. As doses serão utilizadas na vacinação geral, sem restrições de grupo ou faixa-etária como as vacinas da Pfizer e AstraZeneca. O primeiro lote da vacina da Janssen chegou ao Estado na tarde dessa quinta-feira, 24, com 61.100 doses. Além da chegada do novo imunizante, o Estado também recebeu outra remessa de vacina contra a Covid-19, com 116 mil doses da CoronaVac/Instituto Butantan.

+ Janssen: saiba mais sobre a vacina esperada para vacinar pessoas entre 30 e 44 anos no Ceará

Até o início de julho, o Ceará deve receber 198 mil doses da Sputinik V. Na campanha de vacinação contra a Covid-19, a vacina será a quinta a compor a imunização no Estado. A vacina tem 91,6% de eficácia contra a doença.