PUBLICIDADE
Olimpíadas
NOTÍCIA

"Enquanto você dormia dia 4": ouro do Brasil no surfe, bronze na natação e estrela eliminada

O POVO traz um resumo do que aconteceu entre a noite de segunda-feira, 26, e a madrugada de terça-feira, 27, enquanto você dormia.

Lucas Mota
07:14 | 27/07/2021
Ítalo Ferreira entre o japonês Kanoa Igarashi (prata) e o australiano Owen Wright (bronze)
 (Foto: Olivier MORIN / AFP)
Ítalo Ferreira entre o japonês Kanoa Igarashi (prata) e o australiano Owen Wright (bronze) (Foto: Olivier MORIN / AFP)

As Olimpíadas de Tóquio 2021 estão no dia 4. O Time Brasil teve resultados expressivos nas últimas horas, conquistando o primeiro ouro nos Jogos Olímpicos através do surfe e o bronze surpreendente na natação e os resultados do vôlei de praia e no handebol dos brasileiros. O POVO traz um resumo do que aconteceu entre a noite de segunda-feira, 26, e a madrugada de terça-feira, 27, enquanto você dormia.

+ Quadro de medalhas das Olimpíadas de Tóquio 2021; veja como está

O dia 4 também contou a eliminação de uma das maiores estrelas do tênis na atualidade, a japonesa Naomi Osaka, as derrotas do Brasil no judô, que tiraram possibilidades de medalhas, o revés da cearense Silvana Lima no surfe e as classificações de brasileiros para as oitavas de final no tênis de mesa e quartas de final no boxe.

É ouro no surfe!
O potiguar Ítalo Ferreira deu show no mar da Praia de Tsurigasaki com aéreos e outras manobras radicais para ficar com a medalha de ouro no surfe. Ele venceu o australiano Owen Wright na semifinal e o japonês Kanoa Igarashi na decisão.

+ Emocionado, Ítalo Ferreira celebra o ouro: "Meu nome está escrito na história do surfe"

Medina roubado?
O paulista Gabriel Medina, que era favorito à medalha de ouro no surfe, perdeu na semifinal para o japonês Kanoa Igarashi. As notas dadas pelos juízes da prova causaram revolta nas redes sociais com internautas questionando o resultado. O próprio surfista mostrou insatisfação com os critérios da arbitragem. A esposa do atleta, Yasmin Brunet, também reclamou em live no Instagram.

Cearense Silvana Lima se despede
A surfista natural de Paracuru se despediu das Olimpíadas após ser derrotada nas quartas de final pela atleta Carissa Moore, dos Estados Unidos, considerada a melhor do mundo na modalidade.

Bronze surpresa
Fora do radar de medalhas, o gaúcho Fernando Scheffer surpreendeu na final dos 200m livres e conquistou o bronze para o Time Brasil. Ele fechou a prova com tempo de 1:44.66 e ficou atrás apenas dos britânicos Duncan Scott (1:44.26) e Thomas Dean (1:44.22).

Vôlei de praia: uma vitória e uma derrota
Na madrugada desta terça, a dupla brasileira Evandro e Bruno somou mais uma vitória. Eles bateram os marroquinos Mohammed Abicha e Zouheir Elgraoui por 2 a 0. Já Alison e Álvaro perderam para os norte-americanos Lucena e Dalhausse.

Vitória do handebol brasileiro
A seleção brasileira de handebol feminino bateu a Hungria por 33 a 27 na segunda rodada, em Tóquio. Depois de iniciar a campanha com um empate com o Comitê Russo, a equipe brasileira assumiu provisoriamente a ponta de sua chave.

Judô sem medalhas
Esperança de medalhas no judô na madrugada desta terça, Ketleyn Quadros foi eliminada na repescagem para a holandesa Juul Franssen e ficou de fora da briga pelo bronze. No masculino, Eduardo Yudy Santos foi derrotado na primeira luta para o israelense Sagi Muki.

Clique na imagem para abrir a galeria

Avançando no boxe
O paulista Abner Teixeira superou o britânico Cheavon Clarke e garantiu vaga nas quartas de final do peso-pesado do boxe, na Olimpíada.

Uma eliminação e uma classificação no tênis de mesa
Hugo Calderano garantiu a classificação para as oitavas de final no tênis de mesa ao vencer Boja Tokic. Ele entra em ação novamente contra às 8h30min para enfrentar o sul-coreano Jang Woo-jin por vaga nas quartas. Outro brasileiro que chegou às oitavas, Gustavo Tsuboi, foi derrotado pelo jovem Yun Ju Lin, de Taipei, e deu adeus à competição.

Estrela eliminada
Número dois no ranking mundial, Naomi Osaka se despediu das Olimpíadas. A japonesa foi derrotada pela tcheca Marketa Vondrousova em dois setes por 6-1 e 6-4, em apenas uma hora e dez minutos de jogo.

Eliminação na canoagem brasileira
A brasileira Ana Sátila está fora da final da canoagem slalom K-1. Na competição, que aconteceu nesta madrugada na Olimpíada de Tóquio, ela não conseguiu ficar entre as dez primeiras posições necessárias para chegar à última etapa.

Como foi a abertura das Olimpíadas de Tóquio

A Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio aconteceu na sexta-feira, 23 de julho. O evento começou às 8 horas da manhã (horário de Brasília).

A abertura, realizada um ano depois do planejado em um Estádio Olímpico praticamente vazio devido à pandemia de Covid-19, focou do início ao fim em uma mensagem de união, à imagem e semelhança do lema olímpico em tempos difíceis: "Mais rápido, mais alto, mais forte... juntos".

Quando o mundo enfrenta uma pandemia que deixou mais de quatro milhões de mortos e que colocou os Jogos Olímpicos em xeque, a organização apresentou uma abertura cheia de originalidade, unindo a tradição do Japão - com evocações de sua rica história e cultura - e a tecnologia e suas inovações com a nuvem de drones sobre o local e a música dos videogames que acompanharam o tradicional desfile de atletas.

Onde e como assistir aos jogos das Olimpíadas de Tóquio

Assim como a Cerimônia de Abertura, os jogos das diferentes modalidades das Olimpíadas serão transmitidos pela Rede Globo na TV aberta, com BandSports e SporTV exibindo na televisão paga. Pela internet, os jogos também podem ser vistos no Globoplay para assinantes Globoplay + Canais.

Mais sobre as Olimpíadas de Tóquio