Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Conheça Fred Baur, enterrado em sua maior criação: a embalagem de Pringles

O químico estadunidense Fredric John Baur foi responsável pela criação da embalagem das batatas Pringles. Orgulhoso de sua criação, ele pediu para ser cremado e que parte de suas cinzas fosse deixada em uma embalagem da batata
16:55 | Set. 10, 2021
Autor Mateus Brisa
Foto do autor
Mateus Brisa Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A marca Pringles é conhecida por sua batata ondulada e também pela embalagem em formato cilíndrico. Essas duas características foram desenvolvidas como uma resposta às reclamações do público consumidor no final da década de 1960, que criticava as batatas fritas ensacadas por serem constantemente compradas quebradas ou moles.

Fredric John Baur, químico orgânico da Universidade de Ohio, foi o responsável pela criação da embalagem das batatas Pringles. Ele se inspirou em latas de refrigerantes e confeccionou o tubo de papelão revestido com alumínio acompanhado de uma tampa plástica, modelo comercializado hoje em cerca de 140 países. Gradualmente, a Pringles foi caindo no gosto popular e atingiu números de vendas marcantes.

Com isso, Baur se aposentou em 1980. O inventor faleceu em 4 de maio de 2008, aos 89 anos, vítima de Alzheimer. E seu último desejo foi realizado logo depois. O estadunidense pediu, antes de morrer, que fosse cremado e parte de suas cinzas fosse deixada em uma embalagem de Pringles. A ideia foi cumprida por seus familiares.

“Eu e meu irmão debatemos brevemente sobre qual sabor de lata deveríamos usar. No final, decidimos que teria que ser a original”, relatou Larry Baur, um dos filhos de Fredric, à revista Time. A lata com parte das cinzas foi enterrada em um cemitério de Springfield, subúrbio de Cincinnati, Ohio, enquanto o restante ficou com a neta de Fredric.

MAIS NOTÍCIAS DE CURIOSIDADES

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Vitão avalia duelo entre Ferroviário e Paysandu pela Série C como uma final

SÉRIE C
19:26 | Set. 09, 2021
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Sob o comando do novo treinador da equipe, Anderson Batatais, o Ferroviário segue se preparando para o duelo decisivo diante do Paysandu-PA, que acontece segunda-feira, 13, às 15 horas, na Cidade Vozão, em Itaitinga (CE), pela 16º rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

Na tarde desta quinta-feira, 9, as atividades no Elzir Cabral foram divididas em duas etapas. Os atletas iniciaram os trabalhos físicos com o preparador Zé Mário na academia Valdir Sampaio. Na sequência, já no gramado, o técnico Anderson Batatais comandou um trabalho tático onde buscou dos atletas intensidade nas ações defensivas e ofensivas. O treino foi concluído com finalizações ao gol.

O zagueiro Vitão avaliou a partida diante do vice-líder Paysandu-PA e também os primeiros dias de trabalho do novo comandante coral. "O Batatais vem implementando o seu estilo de jogo que ele quer que a gente tenha na partida. O grupo está entendendo bastante o que ele quer que a gente faça dentro de campo. É um jogo difícil, uma final. Nossa semana está sendo muito boa, é trabalhar para conseguirmos nosso objetivo."

Atualmente na sexta colocação, com 20 pontos, o Tubarão da Barra está a dois pontos do Volta Redonda-RJ, quarto colocado. Com três rodadas restantes, o Coral precisa, segundo o estatístico e comentarista da rádio O POVO CBN, Thiago Minhoca, de pelo menos seis pontos para conseguir a classificação aos quadrangulares da segunda fase. Além do Paysandu-PA, o Ferroviário ainda enfrenta o Manaus-AM (1º) e o Floresta (8º).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Novo técnico do Ferroviário, Anderson Batatais é regularizado e garante estreia contra o Paysandu

Nome no BID
17:08 | Set. 09, 2021
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A diretoria do Ferroviário trabalhou rápido e já regularizou o novo técnico, Anderson Batatais, dois dias após a chegada dele à Barra do Ceará. Com o nome publicado no BID, nesta quinta-feira, 9, o novo comandante coral está apto para comandar o Tubarão da borda do gramado.

E ele fará isso no estádio Franzé Moraes, localizado no centro de treinamento do Ceará, a Cidade Vozão, na próxima segunda-feira, 13, quando o Ferroviário recebe o Paysandu. O jogo será válido pela 16ª rodada da Série C do Brasileiro. O time coral precisa da vitória para tentar voltar ao G-4 a duas rodadas do fim da primeira fase.

Garantido, o Ferroviário tem apenas três partidas pela frente na temporada 2021. Se classificar, o Tubarão disputará mais seis, desta vez com vaga para a Série B do Brasileiro em jogo. Batatais aceitou o convite ciente da situação e afirmou que é movido a desafios.

O novo comandante coral iniciou os trabalhos na sede do Ferroviário no feriado de terça-feira, 7, e tem ainda mais três dias de treinamentos pela frente até a estreia.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Novo técnico do Ferroviário, Anderson Batatais ressalta projeto do clube

COLETIVA
19:52 | Set. 08, 2021
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Anunciado como novo treinador do Ferroviário, Anderson Batatais foi oficialmente apresentado nesta quarta-feira, 8, em entrevista coletiva realizada no Elzir Cabral. O comandante chega ao Tubarão da Barra com a missão de classificar a equipe para a segunda fase da Série C.

O treinador assume o Ferrão pela segunda vez em sua carreira. A primeira foi no início de 2020, pelo Campeonato Cearense. Na última vez que comandou o clube Coral, Batatais deixou o comando da equipe cearense para ser auxiliar de Vagner Mancini no Atlético-GO, onde seguiu na função com o técnico até a sua atual equipe, o América-MG.

"Eu acho que a vida é feita de desafios. Eu preciso estar sempre me movimentando para me manter aceso a esses desafios. Eu recebi o telefonema por volta da meia noite do sábado, pensei até domingo de noite, junto da minha esposa. Nós entendemos que agora é o momento de tentar ter o mesmo êxito como treinador, assim como tive sendo auxiliar."

Em 2020, o técnico deixou o Ferroviário entre os primeiros colocados do Campeonato Cearense, com sete vitórias em 10 partidas disputadas. Além de considerar uma oportunidade para se firmar no cargo de treinador, Anderson Batatais também aponta um conjunto de fatores que o convenceram a assumir o Tubarão neste momento da Série C.

"É um conjunto de coisas. Você conhece a direção, os atletas, a torcida. É este conjunto que pesa a favor. Quando eu saí daqui, não foi por causa do lado financeiro, se não, eu não teria voltado agora. O Ferroviário hoje não tem condições de pagar a metade do que eu ganhava (no América-MG). Isso, para mim, é projeto."

Com três rodadas restantes para o fim da primeira fase da Terceirona, o novo comandante coral chega com a missão de classificar a equipe para a fase seguinte. Atualmente na sexta colocação, com 20 pontos, dois a menos que o Volta Redonda-RJ (4º), o Ferrão terá pela frente dois confrontos diretos contra o Paysandu-PA (2º) e o Manaus-AM (1º), ambos com 24 pontos, além do Floresta (8º), na última rodada. O Tubarão, no entanto, vive um momento conturbado na competição: são sete jogos sem vitória, sendo seis empates e uma derrota.

"Temos que viver dia a dia. Precisamos viver o Paysandu com intensidade, trabalhar em cima deste jogo. Se a competição terminasse hoje, estaríamos fora. Precisamos vencer os adversários. Hoje o adversário é o Paysandu. Sei que temos três jogos, mas precisamos planejar o Paysandu. Se não vencermos, fica quase impossível uma classificação. O futebol não dá tempo de planejar muito a frente, se não você cai em um buraco."

A sequência sem vitórias na Série C está ligada a um problema que Francisco Diá, ex-treinador do clube, não conseguiu solucionar. O sistema ofensivo do Ferroviário é o pior entre os 20 times da divisão, com apenas oito gols marcados em 15 rodadas disputadas. Edson Cariús, ídolo coral, foi contratado para elevar o nível do setor, mas ainda não marcou nenhuma vez desde o seu retorno.

"O Cariús é a 'foto' do que está acontecendo. Ele não está bem, assim como o grupo. Por não estar vivendo um bom momento, é por isso que estou aqui. Temos que entender o que está passando na cabeça dele, porque também tem o lado de ser ídolo, de querer dar uma resposta. É preciso entender que só se pode jogar em uma posição, não adianta colocar as 10 camisas e correr, que não vai dar certo. Em uma fase final de classificatória, temos que tentar direcionar todo mundo. Temos que ser equilibrados para ajudar aqueles que podem decidir para nós."

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Sem feriado! Anderson Batatais chega a Fortaleza e inicia os trabalhos no Ferroviário

Troca de comando
15:35 | Set. 07, 2021
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O novo técnico do Ferroviário, Anderson Batatais, desembarcou em Fortaleza no começo da tarde desta terça-feira, 7, e já foi direto para a sede coral, na Barra do Ceará, onde comanda o primeiro treino com o elenco do Tubarão. Ele terá seis dias para trabalhar com o grupo até a estreia, próxima segunda, 13, em casa.

Vieram junto com Anderson o preparador físico Zé Mário e o analista de desempenho Filipe Rayol. O auxiliar técnico, Caé Cunha, reside em Fortaleza, portanto se apresentará direto no estádio Elzir Cabral. Com apenas três jogos confirmados pela frente, a nova comissão técnica do Ferroviário tem a missão de classificar o time para a segunda fase da Série C do Brasileiro.

A três rodadas do fim da primeira fase, o Tubarão ocupa a 6ª colocação, com 20 pontos. O último time do G-4, o Volta Redonda, possui 22 pontos e o líder Manaus soma 24. Dos nove pontos que o time coral ainda disputa, seis são contra concorrentes diretos, no caso, Paysandu e Manaus.

Para o comentarista da rádio O POVO CBN, Thiago Minhoca, o Ferrão precisa de pelo menos seis pontos para conseguir classificação aos quadrangulares da segunda fase. “Para subir, tem dois jogos direitos, contra Paysandu e Manaus, e ele (Ferroviário) não pode perder nenhum dos jogos e tem que ganhar pelo menos um; tem que fazer de quatro e seis pontos contra essas duas equipes para ter a possibilidade de ter a classificação contra o Floresta na última rodada. (Para classificar são) seis pontos, o mínimo, sete talvez seja o necessário e nove para garantir a classificação sem depender de ninguém", acredita.

Apesar de ter o mando de campo, o Ferroviário não enfrenta o Paysandu no Elzir Cabral, mas na Cidade Vozão, em Itaitinga, na próxima segunda, às 15 horas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Anderson Batatais é o novo técnico do Ferroviário

09:50 | Set. 06, 2021
Autor Horácio Neto
Foto do autor
Horácio Neto Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ferroviário anunciou Anderson Batatais como novo treinador do clube até o final da temporada. O treinador fará a sua segunda passagem pelo Tubarão Barra, a primeira foi no início de 2020, pelo Campeonato Cearense. Na última vez que comandou o clube Coral, Batatais saiu do Ferrão para ser auxiliar de Vagner Mancini no Atlético-GO e seguiu a função com o técnico até a sua equipe atual, o América-MG.

Anderson Batatais vai contar com Caé Cunha como seu auxiliar. O profissional tem experiência na função como assistente de Marcelo Chamusca, no Ceará e Fortaleza, e com Moacir Junior, na Portuguesa e no Treze-PB. Ainda houve mudanças na preparação física e no departamento de analise de desempenho com as chegadas de Zé Mário Campeiz e Filipe Rayol, respectivamente. 

Após a sequência de jogos sem vitórias na Série C, a diretoria do Ferroviário optou demissão de Francisco Diá e uma mudança na comissão técnica do clube. Anderson Batatais assumirá a responsabilidade de colocar o Ferrão no G-4 do Grupo A faltando três rodadas para o fim da primeira fase. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags