Participamos do

Redução de 37% nos roubos no Centro de Fortaleza é comemorada pela CDL

Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) comemorou a redução de 37, 6% nos roubos no Centro de Fortaleza; presidente da entidade, Assis Cavalcante, afirmou que a diminuição da violência atrai mais consumidores e gera empregos e renda
04:49 | Jan. 25, 2022
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) enalteceu o trabalho realizado na operação Centro Seguro, que começou em 26 de novembro de 2021, e que registrou, até a última segunda-feira, 17, uma redução de 37,6% nos Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP), os conhecidos roubos, no Centro da Capital cearense.

A Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) forneceu os dados. Segundo o balanço, foram 284 registros entre o fim de 2020 e o início de 2021. No mesmo período entre 2021 e 2022, foram 177 CVPs, o que representa uma queda de 37,6%.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para o presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, a intensificação das ações da segurança pública no Centro de Fortaleza é essencial, pois o bairro recebe uma quantidade expressiva de clientes e trabalhadores diariamente e, no período de fim de ano, o fluxo de pessoas é ainda maior.

“A importância das ações ostensivas da polícia é necessário e contribui também para o fortalecimento da economia cearense. O que o Governo faz? Nos dá segurança. E nós? Damos a resposta gerando emprego e renda. Quanto mais o nosso consumidor se sente seguro mais ele vai ao Centro comprar e nós, lojistas, podemos vender mais e gerar mais empregos. Todos ganham”, afirmou.

O trabalho é feito pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS/CE), como explica o tenente-coronel da PMCE, Otoniel Oliveira, comandante do policiamento ostensivo na AIS 4, Área Integrada de Segurança, onde está localizada o Centro da Capital e mais sete bairros.

 “As Forças de Segurança do Ceará se aproximam da comunidade e dos lojistas. Esse vínculo é essencial para manter a redução dos indicadores negativos. Durante a Operação Centro Seguro, tivemos um reforço na área, com várias equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), no policiamento a pé, ciclopatrulhamento ininterrupto, Regimento de Polícia Montada (RPMont), Comando de Batalhão de Choque (CPChoque) e Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio). Além disso, ainda contamos com a Polícia Civil do Ceará (PC-CE) e o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE)”, detalhou.

Mais notícias de Segurança

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags