Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Sem Tinga por dois meses, Fortaleza prioriza busca por zagueiro no mercado

Lesão do camisa 2 faz Tricolor voltar as atenções para a contratação de novo defensor. Janela de transferências abre em 18 de julho

O sistema defensivo do Fortaleza deverá receber reforço para a sequência da temporada 2022. A pouco mais de um mês da abertura da janela de transferências do futebol brasileiro, o Esportes O POVO apurou que o clube do Pici prioriza a contratação de um zagueiro no mercado da bola, principalmente em razão do período de ausência de Tinga.

Com o esquema tático de três zagueiros, usado na maioria das partidas pelo técnico Juan Pablo Vojvoda desde a temporada passada, o Tricolor teve olhar especial para o setor para a atual temporada e contratou o equatoriano Anthony Landázuri, o colombiano Brayan Ceballos e o brasileiro Wagner Leonardo, que disputariam posição com os remanescentes Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi.

Wagner Leonardo, porém, nem chegou a entrar em campo pelo Leão e muitas vezes ficou fora até do banco de reservas, o que levou o defensor a encontrar novo destino: vinculado ao Santos, foi emprestado ao Cruzeiro para a disputa da Série B. Desde então, Habraão, cria das categorias de base, virou a sexta opção na zaga.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A busca por reforço para a defesa esteve em pauta ao longo de 2022, e a diretoria chegou a tentar outras opções, como Renan, do Palmeiras, que foi emprestado ao RB Bragantino. A diretoria monitora nomes, inclusive do exterior, e quer resolver a situação antes 18 de julho, quando será aberta a janela — o período para contratação será até 15 de agosto.

Inicialmente, o objetivo era ter mais uma opção no setor em razão do desempenho irregular de Landázuri, mas o camisa 3 recuperou prestígio com a atuação na vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, no último dia 5, no Maracanã, sobretudo pelo desempenho individual na marcação de Bruno Henrique.

Na sexta-feira, 10, porém, o lateral-direito e zagueiro Tinga foi submetido a cirurgia para correção de lesão ligamentar no pé esquerdo e tem previsão para retorno aos treinos com o restante do grupo de cerca de oito semanas — ou seja, dois meses. Landázuri e Ceballos despontam como alternativas para o período, mas o Fortaleza quer outra opção para o elenco.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar