PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Rodrigo Caio tem pedido negado e lamenta suspensão contra o Santos

O técnico Dorival Júnior, do São Paulo, já sabe que não poderá contar com Rodrigo Caio para o duelo contra o Santos, neste domingo, no Morumbi. Advertido com o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Bragantino, na semana passada, o zagueiro lamenta ter virado desfalque para o clássico válido pelo Campeonato Paulista. Inicialmente, o [?]

08:15 | 16/02/2018

O técnico Dorival Júnior, do São Paulo, já sabe que não poderá contar com Rodrigo Caio para o duelo contra o Santos, neste domingo, no Morumbi. Advertido com o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Bragantino, na semana passada, o zagueiro lamenta ter virado desfalque para o clássico válido pelo Campeonato Paulista.

Inicialmente, o camisa 3 cumpriria suspensão no confronto com o Ituano, pela sétima rodada do Estadual. A partida, contudo, foi adiada em razão do embate diante do CSA-AL, vencido pelo Tricolor, por 2 a 0, nesta quinta-feira, em Maceió, e remarcada para o dia 21. De acordo com Rodrigo Caio, o São Paulo ainda tentou reverter a situação junto à Federação Paulista de Futebol (FPF).

?É uma tristeza, porque sempre quero jogar e ajudar meu time. Era uma questão de troca de jogo e acabei sendo prejudicado. Pedi para a diretoria entrar em contato (com a federação), mas não conseguiram mudar essa suspensão?, resignou-se, na saída do Estádio Rei Pelé.

Sem Rodrigo Caio, a tendência é que Arboleda e Anderson Martins concorram pela vaga, com Aderllan correndo por fora. Bruno Alves, com quem o São Paulo ainda não sofreu gols em 2018, deve ser mantido na zaga, que não foi vazada nas quatro vitórias seguidas da equipe dirigida por Dorival Júnior.

?Temos cinco zagueiros de altíssimo nível. A concorrência é importante. Cada um trabalha forte para segurar sua vaga. Tenho certeza que quem entrar no meu lugar vai fazer um grande jogo. O importante é continuar sem sofrer gols e conseguir um resultado positivo?, destacou, antes de analisar a atuação do time no triunfo em Maceió.

?A gente vem evoluindo a cada jogo. Sabíamos da dificuldade de jogar no estádio deles, com uma torcida que apoia o time o jogo inteiro. Mas tivemos tranquilidade para cadenciar o jogo e acelerar na hora certa. Espero que continuemos assim para crescermos e chegarmos preparados no momento decisivo?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS