PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Camilo anuncia reabertura a partir de segunda, 12; lockdown segue aos fins de semana

Haverá toque de recolher de 20 horas às 5 horas da manhã

11:52 | 10/04/2021
Governador Camilo Santana e secretário Cabeto fizeram anúncio nesta manhã (Foto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK)
Governador Camilo Santana e secretário Cabeto fizeram anúncio nesta manhã (Foto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK)

O governador Camilo Santana (PT) anunciou o início da reabertura gradual, a partir de segunda-feira, 12 de abril (12/04), das atividades econômicas que estavam com restrições no Estado. O anúncio foi feito na manhã deste sábado, 10 de abril (10/04), em transmissão ao vivo nas redes sociais. Ao lado dele estava o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto.

Haverá toque de recolher de 20 horas às 5 horas da manhã e, nos finais de semana, haverá lockdown - ou seja, apenas atividades essenciais poderão funcionar no sábado e no domingo. A abertura dos comércios será gradual e terá horários diferenciados, no intuito de reduzir a pressão no transporte público das cidades.

Assim, alguns comércios abrirão das 10h às 16h, enquanto outros funcionarão das 12h às 18h, como é o caso de restaurantes. Atividades que forem liberadas poderão funcionar com 25% das atividades.  

 

O governador também anunciou que as igrejas poderão voltar presencialmente, mas apenas com 10% da capacidade total. Algumas atividades continuarão completamente restritas - a serem divulgadas no novo decreto estadual, até o final deste sábado, 10. 

Já na rede de ensino, poderão voltar presencialmente, com 35% da capacidade, os 1º e 2º anos do ensino fundamental. Ainda, as escolas de ensino infantil podem ampliar para o atendimento de alunos com 4 a 5 anos.

Veja as ações anunciadas pelo governador: 

- De segunda-feira a sexta-feira, toque de recolher das 20h às 5h;

- Sábado e domingo, esquema de lockdown, apenas atividades essenciais;

- Reabertura do comércio com 25% da capacidade, em horários diferenciados;

- Reabertura de restaurantes, do meio-dia até 18h;

- Reabertura das igrejas, com 10% da capacidade;

- Expansão das aulas presenciais para o ensino infantil e reabertura dos 1º e 2º anos do fundamental

Condições epidemiológicas

Durante a transmissão, o secretário Cabeto explicou que houve aumento de mortes nas semanas anteriores, mas que vem gradualmente diminuindo, indicando, na avaliação dele, tendência de estabilidade.

Ele também ressaltou o impacto da vacinação dos profissionais de saúde: desde que a campanha começou, o número de profissionais de saúde internados reduziu, enquanto o da população continua aumentando. É uma prova dos efeitos da vacina e da importância de se adquirir mais doses, afirma o secretário.

Camilo também afirmou que há tendência de redução do número de casos e também de diminuição da procura por atendimento, embora situação ainda seja muito grave. "Eu quero agradecer o apoio e compreensão de toda a população. Parabenizar todos os profissionais de saúde da linha da frente, dedicando todos os dias, cansados e exaustos, em salvar vidas de irmãos e irmãs cearenses", agradeceu o governador.

Histórico 

Na sexta-feira, 26 de março, o lockdown havia sido prorrogado por mais uma semana, até domingo, 4 de abril,  em decisão tomada na reunião do comitê científico.

O lockdown foi decretado em Fortaleza em 3 de março e entrou em vigor em 5 de março. Seria pelo período de 14 dias, incialmente até 18 de março.

Em 11 de março, o lockdown foi estendido para todos os municípios do Ceará, a partir de 13 de março, indo até o dia 21 em todo o Ceará, inclusive em Fortaleza. Foi a primeira vez que todo o Ceará ficou simultaneamente no chamado isolamento social rígido.

Em 19 de março, o lockdown foi prorrogado até 28 de março. Houve nova prorrogação até 4 de abril, dia em que o governador anunciou que a reabertura poderia começar nesta segunda-feira, 12 de abril.