Participamos do

A duas semanas do fim da janela, Fortaleza busca mais reforços no exterior

Após contratar três jogadores do mercado internacional, Tricolor procura outros dois nomes até o próximo dia 30 e mira zagueiro e ala esquerdo para o elenco
10:00 | Ago. 17, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Repórter de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Aguardada pelo Fortaleza cercada de expectativa pela chegada de contratações, a janela de transferências internacionais para o Brasil se encerra no próximo dia 30. Após trazer três jogadores do exterior, o clube do Pici se movimenta no mercado da bola a duas semanas do fim do prazo e busca mais dois reforços pontuais para o elenco: um zagueiro e um ala esquerdo, apurou o Esportes O POVO.

Ainda em julho, antes mesmo da abertura da janela, que ocorreu em 1º de agosto, o Tricolor já conseguiu três reforços internacionais: os atacantes Edinho, que estava no Daejeon Hana Citizen, da Coreia do Sul, Ángelo Henríquez, ex-Universidad de Chile, e Valentín Depietri, ex-Santamarina, da Argentina. Os dois primeiros já estrearam, enquanto o último ainda não foi regularizado.

A procura por novos nomes tem olhar especial para outros países da América do Sul, mas se estende também a outros continentes. No entanto, o departamento de futebol tem esbarrado em valores de multa rescisória e em situações contratuais dos atletas desejados - caso do paraguaio Iván Torres, do Olímpia, do Paraguai, por exemplo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Sem acertos encaminhados, o cenário é visto como difícil diante do prazo, mas sem desânimo ou desespero - sobretudo pelo bom desempenho atual no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil e pelo respaldo da comissão técnica acerca do grupo de atletas.

"A gente tem um elenco qualificado, mas o dirigente não pode nunca fechar a porta para contratação. Enquanto for possível ter inscrição, a gente tem que estar atento ao mercado. Às vezes surgem oportunidades de mercado, às vezes você perde um jogador por algum motivo, e a gente tem que estar ligado, principalmente em um momento como esse, que a gente faz uma boa campanha. A nossa obrigação, enquanto dirigente, é não deixar faltar fôlego, que o time tenha peças de reposição e qualidade para aguentar essa jornada até dezembro. A gente está atento a isso. Fizemos movimentos importantes, temos um elenco qualificado, com boas peças, mas sempre atento ao que possa vir para melhorar a performance do clube", explicou o presidente Marcelo Paz em entrevista ao Canal do Nicola, na última segunda-feira, 16.

O foco tem sido especificamente para duas posições: zaga e ala esquerda. O clube mira um defensor que possa disputar posição e suprir eventuais ausências de Tinga e Marcelo Benevenuto, uma vez que a opção imediata é Jackson - sem espaço, Quintero foi emprestado para o Juventude-RS. Canhotos, Matheus Jussa e Bruno Melo são vistos como reservas de Titi no setor.

Já uma peça para o lado esquerdo do campo é um desejo antigo do Fortaleza, desde a chegada de Juan Pablo Vojvoda. A busca não se restringe a laterais de ofício, já que o atual dono da posição é o meia Lucas Crispim. Mas o objetivo é conseguir um nome habituado à função, principalmente no aspecto defensivo, e preferencialmente canhoto.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags