Cannes 2024: O POVO realiza cobertura do festival francês

Diretor de Criação Audiovisual e roteirista no Grupo de Comunicação O POVO, Arthur Gadelha irá realizar cobertura do 77º Festival de Cannes

Até o dia 25 de maio, a cidade litorânea de Cannes, na França, é a rota de encontro para profissionais do setor cinematográfico. Durante os 20 dias de evento, acontece a 77ª edição do Festival de Cannes que reúne diversas atrações e premiações.

Neste ano, Arthur Gadelha, diretor de Criação Audiovisual e roteirista do Grupo de Comunicação O POVO, conhecerá o festival que é referência para as produções cinematográficas e realizará cobertura sobre o evento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

As atualizações sobre a cerimônia serão feitas a partir da rotina de maratona de filmes do cearense em Cannes, com a elaboração de textos voltados especialmente a análises ou críticas mais aprofundadas sobre os filmes e os detalhes das obras.

Relembre | Confira os 6 brasileiros que já ganharam no festival de Cannes

O representante do O POVO na França comenta que haverá uma programação de produção de conteúdo que será contínua. 

“Em resumo, teremos matérias mais analíticas no O POVO+, diário de bordo no site do O POVO e também terão as redes sociais do O POVO, no qual vou movimentar todos os dias falando sobre os bastidores. Então, são essas três instâncias da cobertura”, explica Arthur.

Festival de Cannes celebra o cinema há oito décadas

Fundado em 1938 depois de uma experiência negativa no Festival de Cinema de Veneza, o evento de Cannes possui uma intensa repercussão mundial que resulta, às produções apresentadas, na mostra um status de referência aos futuros trabalhos da indústria audiovisual.

“É o maior festival da França, o país em si tem esse largo compromisso com a história do cinema, grandes vanguardas foram construídas lá, né? Tanto o próprio cinema como a linguagem da sétima arte e a presença da crítica de cinema também, então são várias instâncias que esse passado da França contribuiu para construção deste respeito ao festival,” opina.

Confira | Oscar esquecido, massagem de Redford e outras curiosidades de Mery Streep em Cannes

Filme cearense é destaque no 77º Festival de Cannes

Nesta edição, como nas passadas, a famosa mostra cinematográfica recebe produções brasileiras, destacando a obra do cearense Karim Aïnouz. “Motel Destino” é um thriller e suspense erótico que traz a visão de um Brasil pós-pandemia de covid-19 juntamente a trama dos protagonistas do Ceará.

O longa-metragem de grande potencial concorre ao prêmio Palma de Ouro em uma das principais categorias do festival. Arthur Gadelha, que tinha como sonho ir assistir à programação do evento francês, conta que a produção cearense o encorajou a embarcar na viagem para esta 77° edição.

“Como o próprio profissional e crítico [de cinema], eu sempre sonhei em participar. E aí surgiu essa oportunidade neste ano e vamos ter o primeiro longa-metragem cearense em competição pela Palma de ouro. Então, isso me despertou uma luz de que eu não poderia perder esse acontecimento. Deu um start para mim de querer estar presente e poder representar O POVO lá”, explica o diretor de Criação Audiovisual.

Empolgado com a responsabilidade, ele destaca a relevância de contemplar o O POVO na viagem. “Será muita responsabilidade, mas vai ser um prazer para mim, porque, quando pensei ir para Cannes, queria tá representando algo, né? E, estar representando o canal do O POVO, é representar também o jornalismo cearense e a crítica de cinema do Nordeste, isso é muito legal”, complementa.

Leia também | Da periferia de Fortaleza, atriz representa o Ceará no Festival de Cannes

O roteirista do O POVO também destaca as grandes expectativas criadas acerca da programação do Festival de Cannes, que contempla cerca de 20 filmes no mesmo dia distribuídos entre diferentes salas.

Gadelha acredita que as situações mais desafiadoras além de obter os ingressos, devido à grande demanda, será conciliar a rotina de assistir aos filmes que possuem sessões das 7 da manhã à meia-noite e ainda escrever um relato no mesmo dia sobre a experiência.

“Mesmo com os desafios estou muito ansioso, porque eu sei que Cannes não é uma surpresa para mim. Mesmo não tendo ainda coberto, eu acompanhava a cobertura de outros profissionais e sei como fazer cobertura sobre o evento. Então estou indo para viver isso e espero contar tudo nas redes sociais e nas mídias do O POVO”.

Cannes 2024 terá produções de diversas localidades

Nesta edição da competição de Cannes, a seleção inclui produções como “Caught by the tides”, do chinês Jia Zhang-ke; “Parthenope”, do italiano Paolo Sorrentino e “Limonov — The ballad” do russo Kirill Serebrennikov. Dentre essas obras o estudioso e entusiasta por cinema comenta sobre as produções que despertam a atenção dele.

“Vai ter filme ‘Bird’, de Andrea Arnold, que é uma cineasta recorrente em Cannes, também tem o documentário 'Lula', dirigido por Oliver Stone, que é um cineasta norte-americano muito conhecido. Outro que estará é ‘A Queda do Céu’, já falando dos brasileiros, que é do Erick Rocha e da Gabriela Carneiro da Cunha. Então tem muitas surpresas nesse festival”, explica Arthur.

“Enfim, tem muita coisa acontecendo, é muita expectativa em relação a tudo isso e tem outro filme brasileiro que é o 'Baby’ do Marcelo Caetano, que vai estrear na programação da semana da crítica, isso significa muita coisa.” conclui o produtor de audiovisual.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar