Participamos do

Fim de uma era: Apple encerra produção do iPod 20 anos após lançamento

Tocador de música teve primeira versão lançada pela Apple em 2001 e revolucionou indústria fonográfica; último modelo restante, iPod Touch não recebia atualizações desde 2019

Só faltava formalizar, e agora não falta mais: após mais de 20 anos de lançamento do primeiro iPod, a Apple anunciou a aposentadoria do tocador de músicas. A última versão ainda disponível, da linha Touch, seguirá sendo vendida "enquanto durarem os estoques", segundo a fabricante.

O comunicado foi feito nessa terça-feira, 10, no site da própria Apple. A morte do iPod já era esperada na indústria de tecnologia: sem novidades desde 2019, até a seção dedicada ao produto havia sido retirada da página inicial da fabricante.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Não faltam motivos para o anúncio. Criado em uma época que o acesso à internet não era tão comum, especialmente fora de casa, o iPod faz pouco sentido atualmente, quando são comuns acesso por 4G e 5G, plataformas de streaming e smartphones com grande capacidade de armazenamento.

O legado do iPod segue vivo, segundo a Apple, em produtos como o iPhone, o iPad e o Apple Watch. Grande parte destes equipamentos, inclusive, possivelmente não existiria sem o pioneirismo do tocador de músicas.

O iPod original foi lançado em 2001 e representou um momento de mudança na indústria musical, na de eletrônicos de consumo, e para a própria Apple. Com o slogan "mil músicas no seu bolso", design atraente, funções mais avançadas que concorrentes da época, e preço não tão alto, o modelo foi um sucesso por anos.

Em sua sétima geração, lançada em 2019, o Touch era o único modelo de iPod ainda vendido pela Apple
Em sua sétima geração, lançada em 2019, o Touch era o único modelo de iPod ainda vendido pela Apple (Foto: Divulgação/Apple)

Para além disso, apesar das limitações do primeiro modelo, ele foi o ponto de partida para uma linha de produtos que iria se diversificar ao longo do tempo. Do iPod original viriam seis modelos "grandes", incluindo as versões Color (2004), Video (2005) e Classic (2007).

O iPod Mini, de 2004, daria origem à linha Nano, com sete gerações, a última lançada em 2012. Em 2005 foi anunciado o iPod Shuffle, sem tela, que teria outras três gerações - a mais recente também de 2012.

Por fim, o iPod Touch, último anunciado, veio a público em 2007, pouco depois do primeiro iPhone. Não por acaso: ele era, basicamente, igual ao smartphone da Apple, mas sem conexão a redes móveis - e, portanto, sem fazer ligações, trocar mensagens, e acessando a internet apenas por WiFi. Era esta a única linha ainda em produção.

Após fim das vendas, iPod ainda terá suporte da Apple

O fim da produção não significa que o iPod Touch deixará imediatamente de ter suporte da Apple. A fabricante mantém três categorias de produtos: ativos, que saíram de linha há até cinco anos; vintage, entre cinco e sete anos desde o fim das vendas; e obsoletos, cuja distribuição encerrou há mais de sete anos.

Enquanto produtos ativos podem receber reparos, mesmo que mediante pagamento caso a garantia já tenha expirado, os vintage dependem da disponibilidade de peças. Os obsoletos, por sua vez, não são consertados em centros de serviço da Apple.

Entre os iPods, os modelos obsoletos são o Touch de terceira geração ou anteriores, o Shuffle de terceira geração ou anteriores, e o Nano de sexta geração ou anteriores. Os modelos Classic, Video, Color, e as três gerações originais também são obsoletos. iPods Touch de quarta e quinta geração, Shuffle de quarta geração e Nano de sétima geração são considerados vintage.

Isso significa que dois modelos de iPod seguem recebendo suporte. Ambos da linha Touch, de sexta e sétima gerações. Está última foi a aposentada ontem, e terá conserto garantido até maio de 2027.

Mais notícias de Tecnologia

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar