Participamos do

WhatsApp volta a funcionar hoje, 4; Instagram e Facebook também

O WhatsApp voltou a funcionar hoje, segunda-feira, 4, por volta de 19h, juntamente com Instagram e Facebook. As redes sociais ficaram fora do ar por horas, desde 12h30min (horário de Brasília)
19:12 | Out. 04, 2021
Autor Carolina Parente
Foto do autor
Carolina Parente Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

WhatsApp, Instagram e Facebook estão voltando aos poucos a funcionar e alguns usuários já conseguem acessar as redes sociais desde as 18h45min (horário de Brasília) de hoje, 4 de outubro (04/10). Na tarde desta segunda, o WhatsApp e outros aplicativos ligados à administração de Mark Zuckerberg apresentaram queda no funcionamento às 12h30min. 

Como alternativa, as pessoas passaram a utilizar o Telegram para se comunicar. Este, devido à grande quantidade de usuários que obteve de uma hora para outra, também apresentou instabilidade, operando de forma mais lenta que a usual.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Além do aplicativo russo, outras plataformas substituíram o uso do WhatsApp. Dentre essas, o SMS, o Discord, o Signal e o Twitter. Apesar da funcionalidade emergencial para o envio de mensagens instantâneas, esses programas também manifestaram desempenho pior do que o normal devido à aderência massificada das pessoas.

Nos Estados Unidos, operadoras telefônicas também estiveram fora do ar por horas. As áreas de cobertura das companhias T-Mobile e AT&T estiveram “offline” e seus usuários ficaram incomunicáveis durante a pane.

No Brasil, algumas operadoras de telefonia móvel e internet tiveram problemas, tanto internet 4G quanto internet sem fio ficaram mais lentas. No twitter, usuários das empresas TIM, Claro e Oi relataram dificuldade de acessar a internet com os dados móveis.

Zuckerberg tem prejuízo de bilhões de dólares

Com a queda do Facebook e aplicativos associados à Mark Zuckerberg, o bilionário tem, devido à queda de ações na bolsa de valores, seu patrimônio líquido reduzido para US$ 121,6 bilhões. Ele ocupa agora a quinta posição no ranking de pessoas mais ricas do mundo, tendo sido superado por Bill Gates.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags