PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Grupos se organizam para realizar aniversário de filha de entregador que morreu no desabamento em Fortaleza

Frederick Santana dos Santos, que trabalhava ao lado do prédio que desabou, juntava dinheiro para fazer festa de aniversário para a filha de 7 anos

17:27 | 16/10/2019
De boné, Frederick faz selfie com os colegas de trabalho Rafael (no meio) e Antônio, motorista
De boné, Frederick faz selfie com os colegas de trabalho Rafael (no meio) e Antônio, motorista (Foto: Arquivo pessoal)

Após a publicação da matéria sobre o entregador de água que morreu no desabamento do Edifício Andréa, no Dionísio Torres, em Fortaleza, e que juntava dinheiro para fazer aniversário da filha, diversas pessoas passaram a se organizar para realizar a festa. Pelas redes sociais, usuários criaram grupos com intuito de arrecadar insumos para executar o sonho de Frederick Santana dos Santos, de 30 anos, que trabalhava ao lado do prédio que desabou na manhã desta terça-feira, 15.

No Instagram do O POVO Online, inúmeros comentários lamentaram a morte de Fred, como era conhecido Frederick – primeira pessoa a ter a morte confirmada pelas autoridades, por volta das 23h30min dessa terça. Além dele, outra pessoa teve a morte confirmada na tragédia até a tarde desta quarta-feira.

Outras pessoas também passaram a incentivar e a se organizar para entregar uma festa de aniversário à menina, que tem 7 anos. Empresária, Núbia Soares está gerenciando um dos grupos de apoio. Ela disse que o desejo maior reunido nessa corrente é o de “ajudar os familiares” de Fred.

“Sou mãe e imagino que meu filho poderia estar na situação dessa criança ou na de muitas famílias que não têm condições de fazer uma festa. Por isso estamos buscando realizar esse que é um sonho tanto da criança quanto do pai, que tinha esse desejo em vida”, declara.

Por estarem envolvidos com burocracias relacionadas ao velório e enterro do entregador, familiares de Fred ainda não deram detalhes sobre a possível realização da festa. Mesmo ainda sem saber a data do aniversário da criança, diversos profissionais do ramo de festa infantil já informaram que devem prestar seus serviços.

No grupo criado pela radialista Jeanny Andrade há pelo menos 15 desses especialistas do ramo. “Já temos decoradores, fotógrafos, pessoas para fazerem os convites, os doces, o cerimonial e a animação”, explica a voluntária.

Por enquanto, porém, ela diz aguardar pela família para sincronizar a possível comemoração da criança. A enfermeira Maiara Araújo está na mesma situação de espera. “Já falamos com irmão e sobrinha da vítima, que devem retomar a conversa nos próximos dias”, conta.

“Estamos aguardando, mas também nos mobilizando. Já temos boleiras, por exemplo, e pessoas querendo fazer doações de roupas e de brinquedos”, diz ela, informando que também haverá arrecadação de produtos para a família, como cestas básicas.

Questionadas sobre a motivação de querer ajudar a família de Frederick nesse momento tão delicado, as três foram enfáticas ao citar a solidariedade.

Participar de algum dos grupos

Clique aqui ou adicione algum dos seguintes números: (85) 08700-4268 / (85) 98872-9926 se quiser entrar em contato com as organizadoras dos grupos de ajuda.

Com colaboração de Clara Menezes