PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Manifestantes ateiam fogo em pneus na BR-060, em Goiás, mas fluxo já está liberado

Todas as outras rodovias federais, concedidas ou sob gestão do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), encontram-se com o livre fluxo de veículos

13:38 | 01/02/2021
Em 2018, os caminhoneiros também atearam fogo em pneus como forma de paralisar as rodovias (Foto: AURELIO ALVES)
Em 2018, os caminhoneiros também atearam fogo em pneus como forma de paralisar as rodovias (Foto: AURELIO ALVES)

O Ministério da Infraestrutura e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informam que, entre 12 horas e 13 horas desta segunda-feira, 1º de fevereiro, houve uma tentativa de bloqueio total do quilômetro 190 da BR-060/GO, na altura de Guapó. Manifestantes atearam fogo em pneus. Após ação de equipes da PRF com auxílio do Corpo de Bombeiros, o material já foi completamente removido e o fluxo nos dois sentidos está liberado.

Todas as outras rodovias federais, concedidas ou sob gestão do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), encontram-se com o livre fluxo de veículos, até o momento, não havendo nenhum ponto de retenção total ou parcial.

Lideranças dos caminhoneiros autônomos, transportadores de cargas, convocaram motoristas para uma paralisação a partir desta segunda-feira.

Entre outras reivindicações, os caminhoneiros querem redução de cobrança de PIS/Cofins sobre o óleo diesel, o aumento e cumprimento da tabela do piso mínimo do frete, estabelecido em 2018 após a paralisação de 11 dias, modificação da redação do projeto 4199/2020, o BR do Mar, sobre cabotagem, aposentadoria especial para o setor, um marco regulatório do transporte, entre outros pedidos.