PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Passagem de mercadorias para o Ceará, trânsito flui tranquilamente na Bahia, diz PRF

O Estado pode ser afetado com a paralisação dos caminhoneiros, mesmo que os representantes do Ceará não entrem na greve. Grandes restrições na Bahia e em Minas Gerais afetam a chegada de produtos

Beatriz Cavalcante
09:33 | 01/02/2021
Sobrevoo da PRF na Bahia (Foto: Reprodução Twitter)
Sobrevoo da PRF na Bahia (Foto: Reprodução Twitter)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o trânsito em Itatim, na Bahia, está fluindo com segurança e tranquilidade em relação à greve nacional dos caminhoneiros anunciada para esta segunda-feira, 1º. O estado é um dos pontos críticos para a chegada de cargas ao Ceará.

Segundo Odálio Girão, analista de Mercado das Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa) - Maracanaú, Barbalha e Tianguá, caso de fato tenha greve em outros estados, com bloqueios, o Estado pode ser afetado a partir desta quinta-feira, 4, principalmente se tiver restrições grandes na Bahia e em Minas Gerais.

Mesmo com a incerteza, ele avalia que o Ceará possui estoque de boa parte dos alimentos de origem agrícola, com exceção de itens como cebola, laranja, batata inglesa, maçã, pera e uva. O analista estima que, somado aos estoques das empresas locais, bem como o armazenado nas Ceasas, exista o suficiente para atender a demanda do Estado por um período de 15 a 20 dias. (Colaborou Alan Magno)

Passagem de mercadorias para o Ceará, trânsito flui tranquilamente na Bahia, diz PRF | Economia O POVO - Notícias em Fortaleza, Ceará e Mundo
PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Passagem de mercadorias para o Ceará, trânsito flui tranquilamente na Bahia, diz PRF

O Estado pode ser afetado com a paralisação dos caminhoneiros, mesmo que os representantes do Ceará não entrem na greve. Grandes restrições na Bahia e em Minas Gerais afetam a chegada de produtos

Beatriz Cavalcante
09:33 | 01/02/2021
Sobrevoo da PRF na Bahia (Foto: Reprodução Twitter)
Sobrevoo da PRF na Bahia (Foto: Reprodução Twitter)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o trânsito em Itatim, na Bahia, está fluindo com segurança e tranquilidade em relação à greve nacional dos caminhoneiros anunciada para esta segunda-feira, 1º. O estado é um dos pontos críticos para a chegada de cargas ao Ceará.

Segundo Odálio Girão, analista de Mercado das Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa) - Maracanaú, Barbalha e Tianguá, caso de fato tenha greve em outros estados, com bloqueios, o Estado pode ser afetado a partir desta quinta-feira, 4, principalmente se tiver restrições grandes na Bahia e em Minas Gerais.

Mesmo com a incerteza, ele avalia que o Ceará possui estoque de boa parte dos alimentos de origem agrícola, com exceção de itens como cebola, laranja, batata inglesa, maçã, pera e uva. O analista estima que, somado aos estoques das empresas locais, bem como o armazenado nas Ceasas, exista o suficiente para atender a demanda do Estado por um período de 15 a 20 dias. (Colaborou Alan Magno)