Participamos do

Você sabe como são escolhidos os nomes dos esmaltes?

Entenda como são as escolhas por trás de nomes como "Doce Oceano", "Nugget", "Chão de Estrelas" e "Agrada a Gregos e Troianos". Eles parecem acompanhar algumas tendências, como memes, e sempre aguçam a curiosidade
19:46 | Out. 01, 2021
Autor Mateus Brisa
Foto do autor
Mateus Brisa Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Seja em um salão de beleza ou em uma loja de cosméticos, é comum se perguntar como surgem e são definidos os nomes das cores de esmaltes. Eles parecem acompanhar algumas tendências, como memes, e sempre aguçam a curiosidade. “Doce Oceano”, “Nugget”, “Chão de Estrelas” e “Agrada a Gregos e Troianos” são alguns dos nomes por aí.

Em entrevista ao portal AnaMaria, Patrícia Lang e Carolina Coelho, responsáveis pelo marketing e por desenvolvimento da marca Colorama, explicaram que as inspirações para os nomes dos esmaltes podem vir “literalmente de tudo”. “Estar antenado nas redes sociais, no que a consumidora fala, nos memes e expressões, nos ajuda muito”, explicaram.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo a dupla, nomes criativos são importantes para atrair consumidores, pois as pessoas se identificam. “Fica muito no imaginário das pessoas, algo como: 'nossa, como pensam nesses nomes?' São muitas cabeças pensando, reuniões e inspirações do dia a dia”, afirmaram. Além dos nomes, as cores passam por um processo de seleção.

Patrícia e Carolina explicaram que primeiro é feita uma análise do mercado para compreender o desempenho de cada cor, além da possibilidade de execução dentro das limitações da empresa. Em seguida, acontece uma pesquisa de tendências para definir quais cores são as principais apostas para a época do futuro lançamento das coleções.

Julia Ribeiro Villa, gerente de marketing da marca Dailus, explica que a escolha dos nomes dos esmaltes é um procedimento “fluido, descontraído e divertido”. Segundo explicou à revista Marie Claire, os títulos surgem de conversas entre a equipe, que está sempre antenada nas redes sociais. “E dessa observação, da nossa antena para o comportamento do consumidor no momento, surgem sacadas, frases expressões, inteligentes e empáticas, que toda a equipe percebe que será um bom nome”, acrescentou.

Um exemplo disso foi o esmalte de nome “A Mãe Tá On”, inspirado na frase dita por Neymar, “O pai tá on”, ao comemorar a classificação de seu time, o Paris Saint-Germain (PSG), para as semifinais da Champions League. “Viralizou. Adaptamos e tornamos a frase no nome do esmalte. O legal é ter agilidade para fazer essas coisas, aí o nome pega, chama atenção”, disse Julia.

Com informações de AnaMaria e Marie Claire

MAIS NOTÍCIAS DE CURIOSIDADES

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags