PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

DJ Ivis: Polícia dá detalhes do inquérito sobre agressões a Pamella Holanda

A Polícia Civil informa que as agressões ocorreram no dia 1º e Pamella registrou o caso no dia 3, o que, segundo a Polícia, não pode configurar flagrante. Corporação diz que não recebeu as imagens que circulam desde domingo

Júlia Duarte
12:28 | 12/07/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 11-07.2021: Prints do vídeo em que o cantor e músico DJ Ivis agride sua esposa, Pamella Holanda. (Foto: reprodução/instagram)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 11-07.2021: Prints do vídeo em que o cantor e músico DJ Ivis agride sua esposa, Pamella Holanda. (Foto: reprodução/instagram)

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) deu detalhes de como está o andamento das investigações sobre as agressões cometidas por DJ Ivis contra a esposa, Pamella Holanda. Há inquérito policial para investigar a ocorrência de lesão corporal no âmbito de violência doméstica registrado. As imagens de câmeras de segurança, divulgados por Pamella, que circularam no domingo, 11, ainda não tinham sido apresentadas à Polícia.

"As imagens das câmeras do circuito interno da residência, que comprovam as agressões, divulgadas em redes sociais nesse domingo, 11, não tinham sido apresentadas à Polícia. Mais detalhes serão repassados em momento oportuno do para não comprometer os trabalhos policiais", ressaltou a corporação por meio de nota.

LEIA MAIS | Esposa de DJ Ivis posta vídeo onde aparece sendo agredida pelo músico na frente da filha do casal

Segundo a Polícia, Pamella registou o boletim de ocorrência no último dia três de julho, mesmo dia em que o procedimento foi aberto, no município de Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) da PC-CE apoia as investigações que são realizadas na Delegacia do Eusébio.

Segundo consta nos autos, as agressões ocorreram no dia 1º, mas a vítima só registrou o caso no dia 3, o que, segundo a polícia, não foi possível realizar uma prisão em flagrante. Desde o dia do registro da ocorrência, a PC-CE solicitou ao Poder Judiciário medidas protetivas de urgência em favor da vítima. Desde então o caso segue em investigação.

Segundo o colunista Leo Dias, a jovem teria tentado prestar queixa no mesmo dia, mas, por medo de represália por parte do marido, teria saído sem prestar depoimento ou ter feito exame de corpo de delito.

No dia 4 de julho, a Justiça do Ceará emitiu medida protetiva em caráter de urgência. Ivis, aconselhado pelos advogados, saiu de casa e teria tirado os pertences e o dinheiro do local. O DJ afirma, em defesa, que também era agredido por Pamella e estaria sendo ameaçado e chantageado por ela.