PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Engarrafamento de ambulâncias se forma em frente ao Hospital Leonardo Da Vinci

Hospital Leonardo da Vinci recebe pacientes com Covid-19

11:06 | 11/03/2021
Movimentação de ambulâncias no Hospital Leonardo da Vinci
 (Foto: Fabio Lima)
Movimentação de ambulâncias no Hospital Leonardo da Vinci (Foto: Fabio Lima)

O POVO registrou movimentação intensa de ambulâncias na entrada do Hospital Estadual Leonardo da Vinci (HELV), em Fortaleza. As imagens foram feitas na manhã desta quinta-feira, 11. De acordo com os dados do Integra SUS, Fortaleza possui 92,2% de ocupação em relação ao percentual de leitos Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento de pacientes com Covid-19. O Ceará tem, nesta quinta-feira, 456.948 casos confirmados de Covid-19 e chegou a 12.087 mortes pela doença, sendo quatro óbitos que aconteceram nas últimas 24h. 

Imagens da porta de entrada do Hospital Estadual Leonardo da Vinci (HELV):

 

Clique na imagem para abrir a galeria

 

Para conter o avanço da transmissão do vírus e a superlotação das unidades de saúde de Fortaleza, o Governo do Estado decretou lockdown no dia 5 deste mês até o dia 18. De acordo com os últimos dados lançados pela plataforma Integra SUS, a cidade está no nível 3, ou seja, alto risco na taxa de letalidade por coronavírus.

 

Hospital Hapvida

 

Acompanhe também a movimentação de ambulâncias na entrada do Hospital Hapvida, na avenida Aguanambi:

 

Clique na imagem para abrir a galeria


LEIA MAIS | Fortaleza e mais 26 cidades decretam lockdown para conter casos da Covid-19 no Ceará

Hospital Leonardo da Vinci abre mais 33 novos leitos de UTI contra a Covid-19; são 132 no total

 

Lockdown em Fortaleza

 

Fortaleza entrou em 14 dias de lockdown a partir de sexta-feira, 5 de março (05/03). Na quinta, 4, o decreto com as regras sobre o que funciona na Cidade foi divulgado. O isolamento social rígido vale a partir de sexta-feira, 5 de março (05/03) até 18 de março (18/03).

Veja as regras para as várias atividades:

Entenda o novo lockdown decretado em Fortaleza

O lockdown em Fortaleza começa a partir da meia-noite (0 hora) de sexta-feira, 5. É a segunda vez que o confinamento é adotado na capital cearense. A medida foi anunciada na noite de quarta-feira, 4, em pronunciamento nas redes sociais, pelo governador Camilo Santana (PT) ao lado de José Sarto (PDT), prefeito da cidade, e do secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto.

No novo decreto, os setores da indústria e da construção civil foram considerados essenciais pelo Governo do Estado e, portanto, não devem ter as atividades interrompidas. Durante o período, a serem mantidas as regras anteriores, academias e igrejas não podem abrir ao público. Serviços e estabelecimentos poderão funcionar desde que exclusivamente por serviço de entrega, inclusive por aplicativo.

A medida ocorre após a imposição de dois toques de recolher. O primeiro limitou a circulação entre 22h e 5 h em todo o Estado. Depois, as autoridades estaduais ampliaram a restrição para o período de 20h às 5h, durante a semana. Aos fins de semana, a proibição começava mais cedo.

Apesar do lockdown em Fortaleza, também adotado por outros municípios, todo o Estado segue sob o decreto que impõe toque de recolher, reduz o horário de funcionamento de estabelecimentos e limita a circulação nos espaços públicos.

Vídeos sobre o lockdown em Fortaleza

Mais sobre lockdown