Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

No semiaberto, Suzane Richthofen é autorizada a cursar faculdade

A detenta, que cumpre pena de 39 anos de prisão, irá frequentar o período noturno do curso de Farmácia na Faculdade Anhanguera; Suzane está presa desde 2002 por ordenar o assassinato dos pais
01:09 | Set. 14, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Suzane Von Richthofen, que recebeu pena de 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais, recebeu autorização da Justiça para cumprir regime semiaberto e cursar faculdade. A decisão liminar foi assinada na última sexta-feira, 10. Ela foi aprovada no curso de Farmácia da faculdade Anhanguera, no município de Taubaté, em São Paulo.

Suzane conseguiu entrar na instituição de ensino através da nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo informações do portal G1, as aulas são ministradas no período noturno. Segundo a autorização da Justiça, ela deve começar a frequentar as aulas imediatamente, pois o período letivo já foi iniciado.

A princípio, o Ministério Público teria dado parecer contrário à decisão, tendo em vista que a segurança da detenta não poderia ser garantida. A decisão da Justiça, no entanto, declara que Suzane cumpre todos os requisitos para iniciar os estudos. Em nota ao portal G1, a faculdade Anhanguera declarou que "a matrícula da aluna foi autorizada pela Justiça e esclarece que oferece a todos tratamento igual, conforme determina a legislação brasileira”.

Suzane cumpre pena em regime semiaberto na P1 de Tremembé. Ela obteve a progressão do regime fechado para o semiaberto em outubro de 2015. A detenta pode deixar a unidade para trabalhar ou estudar, também precisando de autorização da Justiça.

Essa não é a primeira investida de Suzane no ensino superior. Em 2016, tentou frequentar as aulas do curso de Administração em uma universidade particular. Com medo do assédio fora da prisão, ela pediu à Justiça para fazer o curso online. Por falta de recursos tecnológicos no presídio, o pedido foi negado. Em 2017, foi aprovada novamente em Administração, também em uma instituição de Taubaté. Ela foi contemplada com o financiamento do Fies, mas não chegou a concluir a matrícula.

No ano passado, Suzane foi aprovada pelo Sisu, ainda, no curso de Gestão de Turismo , no Instituto Federal de Campos do Jordão (SP). Apesar de ter se matriculado, não chegou a cursar as aulas por não ter sido autorizada pela Justiça para deixar o cárcere.

Mais notícias nacionais

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Com Carla Diaz, filmes sobre Suzane von Richthofen estreiam na Amazon Prime

streaming
11:09 | Ago. 20, 2021
Autor Ana Flávia Marques
Foto do autor
Ana Flávia Marques Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Amazon Prime Video anunciou que os filmes "A Menina que Matou os Pais" e "O Menino que Matou Meus Pais", baseados no caso de Suzane von Richthofen, que planejou o assassinato dos pais com o namorado Daniel Cravinhos, entrarão com exclusividade para o catálogo do streaming. A estreia será no dia 24 de setembro para mais de 240 países e territórios.

A história real do assassinato de Manfred e Marisia von Richthofen aconteceu em 2002. Apesar de Suzane e Daniel serem responsáveis pelo crime, os dois contam versões diferentes da história e por isso o caso ganhou dois filmes, onde apresenta a perspectiva de Suzane e o outro a de Daniel. Os roteiros são baseados nos autos do processo, que culminaram na condenação dos dois pela morte do casal.

Inicialmente, o filme foi pensado para ir ao cinema, mas por conta da pandemia a ideia foi descartada. Na trama, Carla Diaz interpreta Suzane e Leonardo Bittencourt dá vida a Daniel. Mauricio Eça é o diretor da produção, com roteiro de Ilana Casoy e Raphael Montes.

Confira o trailer:

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

 

 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags