PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Guia Mundial 2019: ex-equipe de Jorge Jesus, Al Hilal busca surpreender os favoritos

Equipe saudita tem jogadores com passagens marcantes no cenário europeu em seu elenco

15:10 | 13/12/2019
Al Hilal foi campeão asiático em novembro deste ano
Al Hilal foi campeão asiático em novembro deste ano (Foto: AFP)

Um dos possíveis adversários do Flamengo é uma equipe no qual Jorge Jesus fez seu último trabalho antes fazer história na equipe carioca. Fundado em 16 de outubro de 1957, o Al Hilal chega ao Catar credenciado pelo título da Liga dos Campeões da Ásia, conquistada diante do Urawa Reds, da Coreia do Sul. No torneio continental, são três conquistas (1991, 2000 e 2019). Já no Campeonato Saudita, a equipe levantou a taça 15 vezes, sendo o maior campeão do torneio.

Na competição asiática, o Al Hilal foi o líder do Grupo C, com 13 pontos ganhos. Para chegar até a final, os sauditas tiveram que passar pelo Al-Ahli e Al-Ittihad, ambos da Arábia Saudita, nas oitavas e quartas-de-final, respectivamente. Na semifinal, eliminou o Al Sadd, do Catar, com uma vitória na partida de ida, por 4 a 1, e uma derrota no jogo de volta, por 4 a 2. Já na decisão, foram duas vitórias contra o Urawa Reds, que resultou em 3 a 0 na soma dos resultados dos dois jogos.

A ligação entre Al Hilal e Flamengo não fica restrita somente a passagem de Jorge Jesus pela equipe saudita, o colombiano Gustavo Cuellar, velho conhecido da torcida rubro-negra, é um dos titulares do treinador romeno Razvan Lucescu. Além dele, também são destaques do time, o francês Bafétimbi Gomis, o italiano Sebastian Giovinco, o peruano Carrillo e o brasileiro Carlos Eduardo - que teve passagens por Fluminense e Grêmio Prudente.

Aos 34 anos, Gomis já atuou em clubes tradicionais como Saint-Étienne, Lyon, Olympique de Marselha e Galatasaray. Com 13 gols marcados na temporada, o francês é o principal jogador da equipe. O atacante também tem convocações para seleção francesa, onde fez 12 partidas e anotou três tentos.

Assim como Gomis, Giovinco tem passagens por equipes europeias e já vestiu a camisa da seleção italiana. Revelado pela Juventus, foi emprestado para Empoli e Parma, onde teve chances de desenvolver seu futebol. Após a sequência de empréstimos, ficou de 2012 até 2015 na equipe bianconera, onde fez 132 jogos e anotou 20 gols. Pela Itália, jogou Eurocopa de 2012 e Copa das Confederações de 2013.

O Al Hilal faz sua estreia no Mundial de Clubes contra campeão do continente africano Espérance, da Tunísia. A partida acontece no sábado, 14, às 11h, no estádio Jassim Bin Hamad, em Doha. O vencedor deste duelo joga contra o Flamengo na semifinal.

Guia Mundial 2019: Liverpool busca seu primeiro título mundial no Catar

Guia Mundial 2019: Flamengo volta ao torneio depois de 38 anos buscando o bi

Guia Mundial 2019: campeão da África nos tribunais, Espérance joga competição pela terceira vez

Guia Mundial 2019: Monterrey tentará representar o México na final pela primeira vez

Guia Mundial 2019: comandado por Xavi, Al-Sadd quer utilizar o fator casa a seu favor

Guia Mundial 2019: Hienghène Sport, o primeiro francês na disputa do título mundial