PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Na mira do Fortaleza, Ariel Holan negocia rescisão com Santos e almeja nova chance no Brasil

Treinador argentino discute saída do Peixe antes de ouvir outros clubes e mira permanência no futebol brasileiro. Nome agrada ao Tricolor e tem apelo da torcida

21:32 | 28/04/2021
Técnico Ariel Holan no gramado da Vila Belmiro no jogo Santos x Inter de Limeira, pelo Campeonato Paulista (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Técnico Ariel Holan no gramado da Vila Belmiro no jogo Santos x Inter de Limeira, pelo Campeonato Paulista (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Um dos alvos do Fortaleza no mercado, o argentino Ariel Holan não pretende abrir conversas com clubes interessados por enquanto. O treinador de 60 anos negocia a rescisão contratual com o Santos-SP antes de planejar o futuro, mas almeja nova oportunidade no futebol brasileiro, apurou o Esportes O POVO.

Na última segunda-feira, 26, Holan pediu demissão no Peixe em razão da pressão da torcida. Com salários atrasados, o estafe do técnico discute os termos da quebra do contrato e só ficará disponível para sondagens de outras equipes após resolver a situação. A informação foi divulgada inicialmente pelo Canal do Nicola e confirmada pelo Esportes O POVO.

LEIA MAIS

+ Troca de técnico no Fortaleza dá nova perspectiva a Crispim, que promete render mais no meio de campo
+ A três dias de enfrentar o Fortaleza, Caucaia retoma treinos e complementa time com atletas amadores
+ Fortaleza readequa orçamento 2021 para R$ 94 milhões, R$ 19 milhões abaixo do previsto

Apesar da passagem curta no clube paulista - foram apenas 12 jogos em cerca de dois meses -, o argentino pretende se estabelecer no mercado nacional. Ariel Holan e seu estafe veem com bons olhos um novo trabalho no Brasil, com mais tempo e em melhores condições para desenvolver a metodologia.

Campeão da Copa Sul-Americana em 2017, à frente do Independiente, da Argentina, o treinador conta com o clamor da torcida do Leão nas redes sociais e agrada à cúpula do clube, apesar dos vencimentos acima da realidade. O Esportes O POVO apurou que, além do interesse inicial, o nome já foi sugerido por intermediários aos dirigentes, que fizeram contato prévio e devem tentar avançar nas conversas em breve.

Com opções nacionais e estrangeiras em pauta, o Tricolor evita apressar a definição do novo comandante e se baseia nos critérios estabelecidos para encontrar o perfil desejado em um "processo de seleção". Um dos primeiros alvos, Fernando Diniz ficou distante de um acordo para a sequência da temporada.

Em paralelo ao trabalho no mercado da bola, o Fortaleza se prepara para enfrentar o Caucaia no próximo sábado, 1º, às 19 horas, na Arena Castelão, pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Cearense. A equipe será comandada de forma interina pelo auxiliar Leonardo Porto.

Colaborou Brenno Rebouças