PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Sem avanço, Fortaleza vê Fernando Diniz distante e segue busca por técnico

Após sondagem, Tricolor considera ex-treinador do São Paulo longe de acerto e mantém análise de nomes disponíveis no mercado

08:00 | 28/04/2021
Tricolor não avançou nas conversas com Fernando Diniz e segue à procura de treinador (Foto: Miguel Schincariol/saopaulofc.net)
Tricolor não avançou nas conversas com Fernando Diniz e segue à procura de treinador (Foto: Miguel Schincariol/saopaulofc.net)

Primeiro alvo do Fortaleza no mercado, Fernando Diniz não deverá ser o comandante da equipe na sequência da temporada 2021. O Esportes O POVO apurou que o clube do Pici não avançou nas conversas com o treinador de 47 anos, considera remota a chance de acerto e segue em busca do sucessor de Enderson Moreira.

Após a demissão do ex-técnico, no último domingo, 25, o Tricolor sondou a situação de Diniz. O presidente Marcelo Paz consultou o antigo comandante do São Paulo como parte do "processo seletivo" que baliza a busca pelo novo dono do cargo. A pessoas próximas, Fernando Diniz indicava que recusaria o convite, mas os dirigentes ainda o mantinham no páreo.

O Leão não conseguiu dar andamento nas tratativas na última terça-feira, 27, e vê o nome distante do Pici. O foco agora deve se voltar para outras opções disponíveis no mercado da bola, especialmente os estrangeiros. Depois de pedir demissão do Santos-SP, o argentino Ariel Holan surge como favorito para os próximos contatos.

LEIA MAIS

+ Jussa diz que troca de técnico não deve afetar foco do elenco e acredita em evolução até a Série A
+ Zagueiro Titi é regularizado e está apto para estrear pelo Fortaleza
+ Procurando técnico com características ofensivas, Fortaleza acertou o gol 36% das vezes no Nordestão

A nacionalidade, porém, não é o fator principal na escolha para o departamento de futebol. O comandante precisará se adequar ao perfil ofensivo desejado e passará por sabatina sobre modelo de jogo, peças do atual elenco e perspectivas para o Campeonato Brasileiro. A questão financeira também é avaliada no cenário.

A cúpula do clube rechaça pressa no processo de definição e prioriza os critérios técnicos para minimizar a margem de erro. Além do desejo de conseguir bons resultados, a intenção é evitar uma nova troca no comando em pouco tempo, até pela nova regra da Série A acerca do tema.

Comandado de forma interina pelo auxiliar fixo Leonardo Porto, o Fortaleza volta a campo no próximo sábado, 1, diante do Caucaia, às 16 horas, na Arena Castelão, pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Cearense.

Colaborou Brenno Rebouças