PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Chamusca tem rápida readaptação ao Fortaleza e conquista elenco com novo estilo

Em quatro dias e um jogo, novo comandante tricolor se encaixa na rotina do clube e muda ambiente no vestiário com diálogo e didática

08:10 | 17/11/2020
Técnico Marcelo Chamusca conversa com os jogadores em treino do Fortaleza no Centro de Excelência Alcides Santos, no Pici (Foto: Karim Georges/FortalezaEC)
Técnico Marcelo Chamusca conversa com os jogadores em treino do Fortaleza no Centro de Excelência Alcides Santos, no Pici (Foto: Karim Georges/FortalezaEC)

De volta ao Pici após cinco anos, Marcelo Chamusca deixou a impressão de que esteve ausente por apenas alguns dias. Ainda com pouco tempo de trabalho na terceira passagem pelo Fortaleza, o treinador evidenciou a rápida readaptação ao clube, aprovou as novas estruturas e conquistou os jogadores com o novo estilo de relacionamento, apurou o Esportes O POVO.

Após deixar o Cuiabá-MT, o comandante tricolor se apresentou na última sexta-feira, 13, quando concedeu entrevista coletiva, fez o primeiro treino e iniciou o regime de concentração para o jogo do dia seguinte. No sábado, 14, estreou com revés por 3 a 2 para o São Paulo, de virada, mas ficou satisfeito com o desempenho da equipe.

O grupo ganhou folga no domingo, 15, dia de eleições municipais, e voltou a trabalhar na tarde de segunda-feira, 16, no Centro de Excelência Alcides Santos. As instalações da sede melhoradas e ampliadas, por sinal, agradaram ao treinador. A nova sala de treinador, por exemplo, ficará pronta nos próximos dias e Marcelo Chamusca será o primeiro a utilizar.

+ Fortaleza tem cinco jogadores de fora contra o Vasco; veja desfalques
+ Ponte Preta anuncia saída de João Paulo para o Fortaleza
+ Após gol, Wellington Paulista aguarda novas chances no Fortaleza e mantém meta contra queda

"O crescimento do clube foi fantástico, em todos os setores. Isso é muito importante. Houve uma evolução estrutural fantástica, que dá toda a condição para o trabalho do treinador, houve uma mudança de mentalidade... Às vezes, existem legados que são de estrutura, mas o legado de mentalidade é fundamental. O clube hoje vive uma mentalidade muito diferente e foi um dos motivos que fez com que eu aceitasse o desafio. A estrutura do clube é o facilitador para o trabalho do treinador", afirmou, durante a entrevista coletiva de apresentação.

O longo tempo de casa nas passagens anteriores e o relacionamento com boa parte dos funcionários do Leão, inclusive da comissão técnica, deixaram o ambiente positivo e facilitaram a aclimatação de Chamusca, que recebe elogios internos pela facilidade de gerir pessoas e lidar com as situações de forma mais razoável.

No vestiário, o clima também ganhou novos ares. O Esportes O POVO apurou os jogadores que ainda não conheciam o treinador aprovaram as novas metodologias de trabalho e estão se adaptando após boa parte da temporada sob comando de Rogério Ceni. Do atual elenco, Marcelo Chamusca já havia trabalhado com seis atletas.

"Está todo mundo muito feliz com o Chamusca. É um cara que conversa bastante, deixa o diálogo bem aberto para que a gente possa falar com ele, trocar ideia. Ele explica muito as coisas para a gente, é um cara bem didático no trabalho. Se Deus quiser, vai dar tudo certo para que a gente consiga ajudá-lo e ele nos ajudar também", afirmou o atacante Wellington Paulista, em entrevista coletiva.

O bom relacionamento se estende também à diretoria. O presidente Marcelo Paz, que chamou o técnico de "irmão" na apresentação, era o diretor de futebol em 2015. O atual responsável pela pasta, Daniel de Paula Pessoa, também integrava a diretoria à época como diretor jurídico. Já o supervisor de futebol Júlio César Manso era o gerente de futebol na passagem anterior de Chamusca pelo Pici.

Nos próximos dias, o treinador terá a oportunidade de estreitar os laços na viagem para o Rio de Janeiro para dois jogos seguidos pela Série A. O Fortaleza enfrenta o Vasco-RJ, quinta-feira, 19, às 19 horas, em São Januário, em duelo adiado da 16ª rodada. O compromisso seguinte será diante do Botafogo-RJ, domingo, 22, a partir das 18h15min, no estádio Nilton Santos, pela 22ª rodada.