Participamos do

Ceará deve exercer opção de compra de Marcos Victor; saiba detalhes

Zagueiro de 20 anos pertence ao Floresta e está emprestado até junho ao Vovô, que tem possibilidade de adquirir 60% dos direitos econômicos por R$ 200 mil

Alçado ao elenco profissional nesta temporada, o jovem zagueiro Marcos Victor deve permanecer em Porangabuçu por mais tempo. Satisfeito com o desempenho do jogador e visando potencial de evolução, o Ceará se prepara para exercer a opção de compra do camisa 44, fixada em contrato em R$ 200 mil por 60% dos direitos econômicos, apurou o Esportes O POVO.

Com passagens nas categorias de base de Ferroviário e Floresta, o defensor de 20 anos pertence ao clube da Vila Manoel Sátiro, com o qual tem contrato até 2024. Marcos Victor foi emprestado ao Alvinegro ainda em 2021 e defendeu as equipes sub-20 e sub-23, no Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

Em 2022, foi integrado ao grupo principal pelo então técnico Tiago Nunes, participou da pré-temporada e ganhou as primeiras oportunidades como profissional. A estreia foi na vitória por 1 a 0 sobre o Sergipe, no dia 31 de janeiro, pela Copa do Nordeste, em que foi titular e um dos destaques da equipe. Depois, entrou em campo nos minutos finais do triunfo sobre o Atlético de Alagoinhas-BA, também pelo torneio regional.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Já sob o comando de Dorival Júnior, o camisa 44 ganhou outra duas novas chances, desta vez pela Copa Sul-Americana: foi acionado na reta final do 2 a 0 sobre o General Caballero-PAR, em Assunção, e voltou a atuar no 3 a 0 sobre o Deportivo La Guaira-VEN, no último dia 4, entrando no lugar de Messias, que saiu lesionado.

Marcos Victor é bem avaliado internamente no Vovô, sobretudo pelo coordenador técnico Armando Desessards, que trabalhou com Marcos Victor na base e agora também no elenco profissional. A maturidade do jogador de 20 anos nas partidas de uma competição internacional foi destacada, e o clube enxerga potencial de crescimento do zagueiro para render retorno técnico e financeiro futuramente.

O contrato de empréstimo ao Ceará tem duração até junho. Dentro deste período, o Alvinegro deverá efetuar o pagamento de R$ 200 mil ao Floresta para adquirir 60% dos direitos econômicos do defensor.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar