PUBLICIDADE
Tecnologia
Noticia

Backup, criar links, modo escuro, status: confira dicas para o WhatsApp

Saiba como aproveitar ao máximo as funções do aplicativo de mensagens

Bemfica de Oliva
23:18 | 21/09/2020
Muitos usuários não aproveitam todo o potencial do aplicativo por desconhecer funções, veja dicas (Foto: Divulgação)
Muitos usuários não aproveitam todo o potencial do aplicativo por desconhecer funções, veja dicas (Foto: Divulgação)

Com mais de 5 bilhões de downloads somente na loja de aplicativos do Android, o WhatsApp é a mais popular plataforma de mensagens atualmente. No entanto, muitos usuários deixam de aproveitar totalmente o aplicativo por não saberem usar todas as funções oferecidas. Confira abaixo dicas para aproveitar ao máximo as possibilidades disponíveis.

LEIA TAMBÉM | WhatsApp: saiba como ocultar os status "online" e "digitando"

Fazer e restaurar backups do WhatsApp

Uma grande preocupação dos usuários é perder conversas importantes que estão no WhatsApp, sejam papos com os amigos ou questões de trabalho, especialmente nos tempos de home office, em que muitas demandas são resolvidas por mensagem. Por sorte, o aplicativo inclui função nativa de backup, com alternativa inclusive para salvar as mensagens na nuvem e poder recuperá-las caso o aparelho seja perdido ou roubado.

Criando backups

Para garantir que as suas mensagens estejam a salvo de imprevistos, basta acessar, dentro do aplicativo, o menu Configurações > Conversas > Backup de Conversas. Na tela que aparecerá, terão várias opções disponíveis. No topo, detalhes dos últimos backups realizados no dispositivo e na nuvem ficam disponíveis, como horário e tamanho do arquivo, e o botão de backup manual.

Abaixo, aparecem as opções de backup na nuvem. Para usuários do Android, o serviço usado é o Google Drive, enquanto quem possui iPhone tem o arquivo enviado para o iCloud. É possível determinar a frequência dos backups na nuvem ["nunca" (somente ao ativar o backup manual), "diariamente", "semanalmente" e "mensalmente"], a conta a ser usada para guardar o arquivo, se o envio deve ser realizado somente quando conectado a redes WiFi ou também por 4G, e a opção para incluir ou não vídeos no backup.

Não é possível, no entanto, configurar os backups manuais. Eles são realizados diariamente, de forma automática, sempre às 2 horas da madrugada.

Restaurando backups

Para recuperar as conversas no WhatsApp, há procedimentos diferentes para arquivos locais e que tenham sido enviados à nuvem. Os backups locais podem ser usados, por exemplo, ao desinstalar e reinstalar o aplicativo (o arquivo será detectado automaticamente pela nova instalação), ou ao trocar de telefone — no Android, transferindo o arquivo (localizado na pasta Whatsapp/Backups, no armazenamento interno) para o novo celular, e no iOS, sincronizando o iPhone antigo com o iTunes, e em seguida sincronizando o novo celular.

Para os backups da nuvem, o processo é mais simples: ao iniciar o WhatsApp pela primeira vez no novo aparelho, o aplicativo perguntará se você tem um backup armazenado no Google Drive ou no iCloud, dependendo da marca do seu celular. Basta confirmar e selecionar a conta da Google ou da Apple correspondente, e ele iniciará o download e restaurará as mensagens.

Transferindo backups entre iPhone e Android

Não há maneira oficial de transferir backups, locais ou na nuvem, entre aparelhos com o sistema da Google e os fabricados pela Apple. Soluções de terceiros, no entanto, como o BackupTrans, prometem resolver este problema. Como não são programas oficiais nem do WhatsApp, nem do Android, nem do iOS, não se pode garantir um resultado perfeito com o uso dessas alternativas.

Recuperar mensagens e conversas apagadas do WhatsApp

A ferramenta de backup também pode ser usada para restaurar conversas ou mensagens que você tenha apagado por acidente no aplicativo. Para isto, é necessário desinstalar imediatamente o WhatsApp, reinstalá-lo em seguida, e confirmar a restauração do backup na tela inicial.

Há dois detalhes importantes, no entanto: como o backup é feito diariamente durante a madrugada, todas as mensagens recebidas após este período serão excluídas. Aquelas que tenham sido apagadas antes do backup ser realizado também não aparecerão após a restauração das mensagens.

O segundo ponto é que mensagens que tenham sido enviadas por outras pessoas e apagadas pelo remetente também não serão recuperadas deste modo. Não existe ferramenta, nativa ou de terceiros, que permita recuperar mensagens do WhatsApp apagadas por outras pessoas em conversas particulares ou em grupo.

LEIA TAMBÉM | Saiba como se proteger de golpes no WhatsApp

Como criar links do WhatsApp

Muitas pessoas utilizam o WhatsApp profissionalmente, e os desenvolvedores do aplicativo criaram diversas ferramentas para auxiliar esse público, como o WhatsApp Business e o envio de pagamentos pela plataforma. Outras facilidades também podem ser muito úteis no trabalho, como criar um link para que potenciais clientes enviem mensagem diretamente para a sua conta profissional.

Criar link para enviar mensagem no Whatsapp

Embora existam sites na internet que ofereçam serviços similares, a maneira mais prática e segura é usar a ferramenta do próprio WhatsApp para isso. Deste modo, você não precisa compartilhar suas informações com outras empresas ou pessoas desconhecidas.

Para criar um link personalizado é muito simples: basta digitar https://wa.me/ e inserir, depois da última "/", seu número de celular. Ele deve estar em formato de 10 ou 11 dígitos, ou seja: o seu número de telefone, o código de área regional e o código de área do país. Uma pessoa de Fortaleza que tenha o número 12345 6789, por exemplo, teria o seguinte link: https://wa.me/5585123456789, onde 55 é o código de país do Brasil, e 85 é o código de área da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Quem clicar neste link pelo celular será redirecionado para o próprio WhatsApp, já com uma janela aberta para enviar mensagem para o número. Esta ferramenta é prática, por exemplo, para lojas e profissionais que anunciam seus produtos e serviços pelo Instagram, colocando o link no perfil, ou pelo Facebook, inserindo nas legendas das fotos e publicações.

Criar link para grupos do WhatsApp

Em outras situações, pode ser necessário criar links para entrar em grupos no WhatsApp. Para grupos muito grandes, pode ser difícil para moderadores adicionar pessoas com frequência, e a criação de um link de convite é mais prática nesses casos.

Primeiramente, é preciso lembrar que apenas moderadores podem criar links para grupos. Caso você esteja em um grupo e não seja moderador, pode pedir que criem um link para facilitar que outras pessoas entrem.

Para criar o link, são praticamente os mesmos passos que adicionar uma pessoa nova ao grupo. Na janela de bate-papo do grupo, toque no nome do mesmo. Deverá aparecer a imagem principal, as mídias mais recentes e algumas outras informações. Logo abaixo, haverá uma lista de participantes, com dois botões: "Adicionar participantes" (para selecionar alguém entre os seus contatos do celular" e "Convidar por link".

Clicando neste segundo, aparecerá uma tela com o link de convite e as opções de compartilhar com alguém no próprio WhatsApp: copiar o link, compartilhar por outros aplicativos, criar um QR code (que pode ser lido por outros celulares, similar a um código de barras). Há ainda a opção "Resetar link", para casos em que pessoas estejam entrando no grupo fora do propósito para que ele foi criado. Deste modo, um novo link será gerado e o anterior não funcionará mais.

Modo escuro: deixando o WhatsApp "preto"

Nós já passamos muito tempo olhando para as telas de computadores e celulares durante o dia, situação que aumentou durante a quarentena. A exposição aos displays eletrônicos, no entanto, pode causar problemas de saúde, como doenças oculares, e até afetar o nosso sono.

Considerando que um dos principais momentos de uso do celular é à noite, em especial pouco antes de dormir, várias empresas já desenvolveram soluções para amenizar os problemas causados por este hábito. Tanto o Android quanto o iOS possuem "modo noturno", com filtro de luz azul (que induz o organismo a ficar acordado por mais tempo), tornando as imagens "amareladas" no período da noite. As versões mais recentes de ambos os sistemas também permitem deixar a interface escura, permanentemente ou em períodos agendados pelo usuário.

Em termos de aplicativos, vários possuem o "modo escuro", que troca os fundos brancos por pretos ou tons de cinza que geram menos problemas ao globo ocular durante o uso. Este é o caso do WhatsApp, que oferece a possibilidade de usar o aplicativo desta forma o tempo todo, ou de acordo com a configuração do celular.

No entanto, a função do WhatsApp, ao contrário de outros aplicativos, não tem muita customização: não há como escolher entre um tom escurecido e um preto mais profundo (útil em celulares com tela do tipo Amoled, em que pontos pretos da tela não consomem energia, ajudando a economizar bateria). A única alternativa de cor é o fundo cinza, não havendo como deixar o WhatsApp preto como muitos usuários gostariam. Há, no entanto, a opção de trocar o papel de parede dentro das conversas, o que pode ajudar um pouco nesta questão.

Para ativar o modo escuro, basta ir em Configurações > Conversas > Tema. Haverá três opções: "Padrão do sistema" (que acompanha se o Android ou o iOS estiver em modo escuro ou modo claro), "Claro" e "Escuro". As duas últimas opções deixam o aplicativo nos respectivos temas independentemente de hora do dia ou da cor da interface que esteja sendo exibida no resto do sistema.

Como mudar o status do WhatsApp

Atualmente há uma confusão sobre o termo "Status" no WhatsApp. Durante muito tempo, a mensagem curta que aparecia junto ao nome de uma pessoa ao tocar no nome dela em uma conversa foi chamada de "Status". Essa função mudou de nome para "Sobre" quando, em 2016, o aplicativo de mensagens ganhou uma ferramenta parecida com os Stories, do Instagram, que levou também o nome de "Status".

Deste modo, há duas alternativas possíveis. Para criar um Status da forma atual, similar a um Stories, basta ir à aba "Status" na tela principal do aplicativo, entre as abas "Conversas" e "Chamadas", e então clicar em um dos ícones no canto inferior direito.

O ícone de lápis permite criar um Status somente com texto, onde é possível trocar a fonte utilizada, a cor de fundo e inserir emojis. O ícone de câmera serve para inserir foto ou vídeo, da própria câmera ou da galeria, com opções similares às do envio em um chat (recortar, girar, adicionar emojis ou texto, ou desenhar com o dedo por cima da imagem).

Para alterar o "Sobre", que antes era chamado de "Status", basta acessar o menu Configurações e clicar no seu próprio nome. Será aberta uma tela onde é possível editar o nome (que aparece para quem não tem o seu contato adicionado, por exemplo, em grupos), a foto que aparece no aplicativo, e também o Sobre. Para o nome, o limite é de 25 caracteres, enquanto para o Sobre é permitido inserir até 140 caracteres.

Como usar o WhatsApp em dois celulares

Ainda não existe uma opção nativa para usar o WhatsApp ao mesmo tempo em mais de um aparelho. A alternativa oferecida atualmente pela empresa é o WhatsApp Web, para acessar as mensagens pelo navegador, e o WhatsApp Desktop, disponível para Windows e MacOS. Ambas as opções, no entanto, exigem que o celular esteja conectado à internet.

Embora a função de usar a mesma conta em mais aparelhos deva chegar em breve, no momento a única alternativa oficial são as mencionadas anteriormente. O que pode ser feito para "burlar" parte dessa limitação é usar o aplicativo normalmente em um celular e, em outro, o WhatsApp Web.

Para realizar o processo, com o celular "secundário" que ficará com o WhatsApp Web, abra o navegador, ative o "modo desktop" nas configurações e em seguida acesse https://web.whatsapp.com/. Ele mostrará uma tela com um QR Code. No celular principal, que já está com o aplicativo instalado e funcionando, selecione o menu "WhatsApp Web" e clique no botão "+", no canto superior direito. O aplicativo abrirá uma tela para ler o código visual que está no celular secundário, que ativará o WhatsApp Web após a leitura. Alguns navegadores permitem salvar abas para acesso rápido na tela inicial do celular, como se fossem aplicativos, tornando a abertura mais prática.

Há dois problemas principais, no entanto: o primeiro é que a interface que será exibida é a do WhatsApp Web para computadores, que não é adequada para telas pequenas e pode ser mais complicada de navegar — é possível fazer o mesmo processo em tablets para ter um uso mais confortável. O segundo é que, assim como na versão rodando em computadores, o WhatsApp Web no celular secundário só irá funcionar se o principal estiver conectado à internet.

Além do WhatsApp, veja mais dicas de tecnologia

>> Saiba o que fazer para garantir a segurança dos seus dados antes de vender um celular antigo

>> iOS 14: saiba como ocultar aplicativos no novo sistema do iPhone

>> IPhone perdido? Saiba como rastrear e localizar o celular

>> É perigoso usar o celular enquanto carrega? Entenda