Participamos do

Governo decide manter o decreto sem alterações

O anúncio foi feito pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), nesta sexta-feira, 6, após reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia
13:48 | Ago. 06, 2021
Autor Irna Cavalcante
Foto do autor
Irna Cavalcante Repórter no OPOVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Governo do Ceará decidiu manter o atual decreto de reabertura da economia sem alterações, em razão dos 15 casos já identificados envolvendo a variante Delta no Estado. O anúncio foi feito pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), nesta sexta-feira, 6, após reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia. A medida vale pelos próximos 15 dias. 

Segundo o governador, a razão para não avançar no plano de reabertura da economia é a preocupação com a chegada da variante delta no Estado, para que não haja recrudescimento dos casos no Estado. Atualmente, 15 casos já foram identificados no Estado. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Com isso, ficam valendo as regras previstas no último decreto, que entrou em vigor no dia 26. Na ocasião, dentre outras mudanças, o Governo ampliou o horário de funcionamento de restaurantes e barracas de praia no Ceará até 23 horas. Também foram liberados os eventos sociais com 100 pessoas em ambiente fechado e 200 pessoas em ambiente aberto.

LEIA MAIS: Bares e restaurantes do Ceará pedem para operar com 100% da capacidade

Durante a live, o governador também ressaltou está em curso outras medidas econômicas para atenuar os efeitos da pandemia sobre os setores. Dentre estas, a liberação de microcrédito pelo programa Ceará Credi. Também informou que está em fase de finalização a operacionalização do programa Mais Emprego Ceará, no qual o Governo assumirá por seis meses o pagamento de 50% do salário mínimo em novas contratações feitas pelos setores no Estado.    

Preocupação 

Na última semana, a variante delta foi confirmada pela primeira vez no Estado. A Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) já confirmou 15 casos de pessoas vindas do Rio de Janeiro que confirmaram a infecção com a cepa originária da Índia.

A Fiocruz monitorava até essa quarta-feira, 4, 40 casos suspeitos da variante delta do coronavírus no Estado. Os casos envolvem viajantes que estiveram recentemente no Rio de Janeiro e em São Paulo (cidades com transmissão comunitária da cepa).

CONFIRA AS REGRAS DO DECRETO EM VIGOR NO ESTADO

O POVO organizou uma lista detalhando passo a passo do documento, disponível para leitura na íntegra aqui. Veja o que muda e confira outros pontos importantes do novo decreto válido a partir de hoje:

Pontos importantes

- aglomerações seguem proibidas;
- toque de recolher segue de segunda a domingo, de 0h às 5h.
- proibição da realização de quaisquer eventos, abertos ou com público fechado, bem como celebrações como casamentos, aniversários e similares

Funcionamento dos setores:

- Restaurantes estão autorizados a funcionar até às 23h
- Barracas de praia passam a funcionar a partir das 8h
- Autorização para a reabertura dos teatros, conforme protocolo sanitário específico;
- Eventos em ambientes fechados liberados para até 100 pessoas, respeitando todos os protocolos sanitários;
- Eventos em ambientes abertos liberados para até 200 pessoas, respeitando todos os protocolos sanitários;

Setores religiosos e comércio de rua

Comércio de rua e serviços, envolvendo estabelecimentos situados fora de shoppings, inclusive escritórios em geral: autorizados a funcionar das 9h às 19h, com limitação de 50%

Shoppings: autorizados a funcionar das 10h às 22h, com limitação de 50%

Restaurantes: das 9h às 23h, exceto para aqueles situados em shoppings - que funcionarão de 10h às 23h, com capacidade de 50%

Instituições religiosas: poderão promover celebrações presenciais até às 22h, desde que respeitados 60% do limite da capacidade

Construção civil: iniciará as atividades a partir das 7h

Academias

De segunda a domingo, de 6h às 22h, com capacidade de 40%, funcionamento com horário marcado e observado os protocolos de biossegurança

Barracas de praia

Poderão funcionar de 8h às 23h, exclusivamente para a atividade de restaurante, limitação em 50% e obediência às regras de protocolo sanitário.

Piscinas e parques aquáticos em barracas de praia: autorizadas, mas limitadas a 30% da capacidade

Buffets

Aqueles que operam como restaurante: poderão funcionar com limitação de 50% e obediência as medidas de alimentação fora do lar

Eventos sociais

Liberados com capacidade de 200 pessoas para ambientes abertos e 100 pessoas para ambientes fechados; admissão do ingresso de pessoas já vacinadas com duas doses da vacina ou comprovação de testagem negativa para a Covid-19, com exame realizado no prazo máximo de até 48 horas antes do evento

Eventos diversos e teatro

Permitida a realização de eventos testes específicos previamente agendados e definidos pelo setor com as autoridades da saúde

Teatro: autorizados a funcionar, com protocolos

Piscinas e parques aquáticos em barracas de praia: autorizadas, mas limitadas a 30% da capacidade

Feiras livres: autorizadas, desde que obedecidos o distanciamento mínimo entre os box de venda e clientes

Áreas de lazer e das piscinas de clubes: autorizadas, desde que observada a capacidade de 20%

Museus, bibliotecas e cinemas

Museus e bibliotecas: autorizados, com limitação de capacidade de 50%;

Cinemas: autorizados, com capacidade de 30%

Parques aquáticos associados a empreendimentos hoteleiros e em condomínios

Autorizados, agora com capacidade de atendimento ampliada para 50%. Em condomínios, as piscinas e áreas adjacentes agora com capacidade ampliada para 30%.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags