Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Réveillon e Carnaval: Ceará terá novo decreto e pode ter decisão sobre festas

Municípios cearenses já anunciam cancelamento de festas
12:10 | Nov. 26, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Novo decreto do Estado do Ceará sobre a pandemia de Covid-19 deve ser anunciado nesta sexta-feira, 26 de novembro (26/01). O atual decreto em vigor vale até domingo, 28. Ele retirou as restrições a bares, restaurantes e eventos e estabeleceu como obrigatória a exigência do passaporte de vacinação. Na reunião do comitê que toma as decisões sobre a pandemia é aguardada também a discussão sobre festas de Réveillon e Carnaval. O secretário da Saúde, Marcos Gadelha, informou que a decisão será tomada pelo comitê executivo. Segundo ele, o assunto será pauta da próxima reunião. Ele afirmou que, devido ao impacto econômico da festa para municípios turísticos, a decisão não seria unilateral. 

O governador Camilo Santana (PT) já se posicionou contra a realização das festas promovidas pelos governos municipais. “Sobre a realização de grandes festas de Réveillon e Carnaval, minha posição é contrária neste momento. Eventos festivos, com grandes aglomerações e bebida, necessitariam de absoluto controle, com todas as pessoas comprovadamente vacinadas, como vem ocorrendo nos estádios”, publicou nas redes sociais no domingo passado.

A realização das tradicionais festas tem sido discutida por governadores, prefeitos e secretários estaduais e municipais de saúde de todo o Brasil. Nacionalmente, já existe um consenso entre os Estados por meio de seus gestores de Saúde que não é apropriado a realização do Carnaval 2022.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O secretário Marcos Gadelha alerta para o aumento do número de casos na Europa, principalmente em lugares com baixa adesão à vacina. Sem um controle rígido que diminua a circulação de pessoas não imunizadas no Réveillon e Carnaval, ele também é contra as festas, mas admite ser uma decisão difícil.

"Alguém deve fazer a defesa do 'pró', e certamente vamos nos manifestar contra a realização (dos eventos), porque entendemos que ainda existe algum risco, baseado no que vem acontecendo na Europa, em alguns países no exterior", afirmou.

Prefeituras cancelam festas

A Prefeitura de Fortim, a 286 km de Fortaleza, anunciou que a cidade não realizará as festas de Réveillon e Carnaval. Sobral também  divulgou o cancelamento das festividades organizadas pela administração pública.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar