PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

De olho em mercado internacional, Fortaleza busca reforços pontuais para Série A

Com janela de transferências fechada, Leão prioriza nomes do exterior, projeta três ou quatro reforços e tenta encaminhar acertos para agosto, mas não descarta opções nacionais

16:14 | 26/05/2021
Meia Edinho, ex-Fortaleza, comemora gol em jogo do Daejeon Hana Citizen, da Coreia do Sul (Foto: Divulgação/Daejeon Hana Citizen FC)
Meia Edinho, ex-Fortaleza, comemora gol em jogo do Daejeon Hana Citizen, da Coreia do Sul (Foto: Divulgação/Daejeon Hana Citizen FC)

Tricampeão estadual e semifinalista da Copa do Nordeste no primeiro trimestre da atípica temporada de 2021, o Fortaleza agora concentra as atenções no planejamento para o Campeonato Brasileiro. Após tentativas frustradas na reta final da janela de transferências internacionais, o clube segue atento ao mercado estrangeiro na busca pontual por reforços para a Série A, apurou o Esportes O POVO.

Ainda da Argentina, após selar acordo, o técnico Juan Pablo Vojvoda já discutia com a diretoria do Tricolor sobre a necessidade de reforços para o elenco. A procura por um centroavante era uma demanda do departamento de futebol e o desejo por um novo lateral-esquerdo e um atacante de velocidade foi acrescentado, além da possibilidade de um meio-campista. A informação foi divulgada pelo canal Razão Tricolor e confirmada pelo Esportes O POVO.

"Quanto a possíveis incorporações, não é momento para falar sobre isso. Tem um centro de inteligência que fará esse trabalho oportunamente", desconversou o treinador, em entrevista coletiva após a conquista do título estadual.

LEIA MAIS

+ Fortaleza encaminha renovação de Felipe Alves até o final de 2023
+ Confira a arbitragem para as estreias de Fortaleza e Ceará na Série A do Brasileiro
+ Romarinho melhora efetividade e marca três gols em 12 partidas pelo Fortaleza
+ Fortaleza inaugura novo espaço para recuperação de jogadores no Centro de Excelência

Com o radar ampliado pela presença da comissão técnica e pelos softwares que permitem acompanhar e analisar atletas de vários pontos do globo terrestre, o Leão foi ao mercado para tentar as peças antes do último domingo, 23, quando se encerrou a janela internacional. O novo período de registro de atletas de fora do país será aberto em 1º de agosto e se encerrará no dia 30 do mesmo mês.

Até lá, os dirigentes tentam encaminhar acordos para facilitar a burocracia em meio ao Brasileirão. O lateral-esquerdo Iván Torres, do Olimpia-PAR, por exemplo, esteve na mira do clube, mas o clube paraguaio não pretende negociá-lo. A situação se repetiu com Renê, lateral-esquerdo do Flamengo-RJ, que está nos planos dos cariocas.

O atacante Edinho, que pertence ao Atlético-MG e está emprestado ao Daejeon Hana Citizen, da Coreia do Sul, também está no alvo caso o clube asiático não exerça a opção de compra de 2 milhões de dólares. O Tricolor já abriu conversas com o estafe e planeja adquirir parte dos direitos econômicos junto ao Galo para contratar o cearense de 26 anos em definitivo.

A procura por centroavante segue como ponto mais complicado em investidas no mercado. Nos primeiros meses da temporada, o Fortaleza teve extensa lista de recusas e entraves em busca de um homem de referência para disputar posição com Wellington Paulista. Desta vez, outros nomes foram procurados, principalmente no exterior, mas novamente sem sucesso.

Apesar do foco nas opções internacionais, o Leão não descarta possibilidades no mercado nacional e monitora jogadores. A largada na Série A será diante do Atlético-MG, no próximo domingo, 30, às 11 horas, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte.