PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Entre troca de elogios, Diniz leva vantagem sobre Ceni em histórico de confrontos

Antes do quarto duelo entre si, na Arena Castelão, comandantes de Fortaleza e São Paulo trocam gentilezas e destacam qualidade do trabalho

16:15 | 13/10/2020
Em três partidas contra Fernando Diniz, técnico do São Paulo, Rogério Ceni sofreu três derrotas (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
Em três partidas contra Fernando Diniz, técnico do São Paulo, Rogério Ceni sofreu três derrotas (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

O confronto à beira do campo entre Rogério Ceni e Fernando Diniz, no duelo Fortaleza x São Paulo, nesta quarta-feira, a partir das 19h15min, na Arena Castelão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, é marcante para o ex-goleiro e tem retrospecto favorável para o ex-atacante. Às vésperas da partida, a dupla troca elogios e espera um embate tático disputado.

"Eu prosseguiria o trabalho com o Diniz no ano que vem. A gente nota evolução, já deu para ver nesses dois últimos jogos (contra Atlético-GO e Palmeiras). É um time que joga com muita posse de bola, sai jogando e só o tempo vai fazer com que o treinador tenha sucesso. Eu, se fosse um dos candidatos à presidência do São Paulo, manteria o trabalho do Diniz para o próximo ano", ponderou Ceni em entrevista ao Sportv.

"O Rogério faz um trabalho de ponta no Fortaleza, excelente. Os elogios que ele tece a mim, eu devolvo todos eles ao Rogério. É um dos treinadores que tem mais consistência de trabalho, desde que assumiu o Fortaleza. É um time difícil de se jogar. Aqui, em São Paulo, e lá em Fortaleza mais difícil ainda", destacou Diniz após o triunfo por 2 a 0 sobre o Palmeiras.

Os dois ex-jogadores se enfrentaram fora dos gramados pela primeira vez em 2017. No primeiro compromisso oficial de Ceni como treinador, à frente do São Paulo, o Audax de Diniz venceu por 4 a 2, no dia 5 de fevereiro, pelo Campeonato Paulista. Hoje no Leão, o goleiro Felipe Alves era o titular da meta da equipe de Osasco.

LEIA MAIS

+ Técnico do Fortaleza, Rogério Ceni joga favoritismo para o São Paulo no duelo pela Copa do Brasil
+ Copa do Brasil: árbitro FIFA Rodolpho Toski apita Fortaleza x São Paulo
+ Fortaleza tem um desfalque e uma dúvida para duelo contra o São Paulo pela Copa do Brasil
+ Diniz elogia trabalho de Ceni no Fortaleza: "é um time difícil de se enfrentar"

Após o primeiro duelo, os treinadores seguiram rumos diferentes na carreira. Ceni foi demitido do Tricolor paulista, assumiu o Fortaleza, teve breve passagem pelo Cruzeiro e retornou ao Pici. Diniz, por sua vez, passou por Athletico e Fluminense antes de chegar ao São Paulo há pouco mais de um ano.

Em 5 de outubro do ano passado, Rogério reencontrou a torcida que o apelidou de "m1to" pela primeira vez, no Pacaembu - e também Diniz. Os donos da casa levaram a melhor: triunfo por 2 a 1, com gols de Pablo e Igor Gomes, enquanto Wellington Paulista descontou para os cearenses.

Há dois meses, o terceiro confronto. Desta vez, Rogério Ceni voltou a subir as escadas do Morumbi para uma partida, mas sem torcida em razão da pandemia de covid-19. O ex-camisa 01 foi recebido com pompa e, inclusive, foi destaque em vídeo no canal oficial do São Paulo, mas saiu com novo revés: 1 a 0, gol de Daniel Alves, com quem trabalhou na seleção brasileira. No geral, os paulistas somam 11 vitórias sobre o Leão.

"Eu acho que ele faz um bom trabalho e só o tempo pode extrair o máximo de um treinador. A prova de tudo isso é a gente aqui. Com o passar do tempo, conseguiu cada vez jogar um melhor futebol, sistemas de jogo diferentes. Em 2018, nós jogávamos de uma maneira, 2019 nós mudamos e permanece até hoje. Você vai conhecendo as pessoas, tendo mais controle sobre o ambiente, contratações, convivência com as pessoas que dirigem o clube, elas passam a ter mais confiança... Isso é importante para você melhorar o rendimento. Por isso o Fernando deve ser mantido", completou Ceni.