Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Variante Delta: casos são de residentes de 11 municípios de quatro regiões do Ceará

Ceará já confirmou 15 casos da variante Delta, sendo 14 de moradores do Estado. Todos são de viajantes que tiveram diagnóstico positivo da Covid-19 no Aeroporto de Fortaleza
Autor - Ana Rute Ramires
Foto do autor
- Ana Rute Ramires Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Os casos confirmados da variante Delta no Ceará estão presentes em quatro das cinco regiões de saúde do Estado. São sete casos na região de Fortaleza, sendo quatro da Capital, um de Caucaia, um de Itapipoca e um de Paraipaba. Quatro residem na região de Sobral (Irauçuba, Ipueiras, Poranga e Sobral). Outros dois moram no Sertão Central (Choró e Tauá) e um no Litoral Leste/Jaguaribe (Jaguaretama). 

Apenas uma pessoa não é do Ceará, é o caso de um visitante de São Paulo. Conforme nota da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), todos os casos são de viajantes que tiveram infecção por Covid-19 confirmada pelo Centro de Testagem do Aeroporto Internacional de Fortaleza. No que diz respeito a procedência dos casos, 80% (12/15) dos passageiros vieram o Rio de Janeiro, um de São Paulo, um de Recife e um do México.

Na nota, a secretaria destaca que a variante Delta, inicialmente identificada na Índia, é classificada como variante de preocupação (VOC). Essa nomenclatura se refere a variantes que têm em comum um conjunto de mutações que as tornam mais adaptadas, competentes, infecciosas e/ou transmissíveis quando comparados com outras variantes/linhagens circulantes. "Também estão associadas com maior capacidade de evasão do sistema imunológico e menor efetividade vacinal", alerta a pasta.

No documento, a Sesa amplia a recomendação de autoquarentena para viajantes que chegam ao Ceará. Recomendação é direcionada a passageiros que retornam do Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco e Santa Catarina. Além dos que já estavam na lista: Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. A orientação é realizar quarentena de 14 dias após o dia da chegada ao Ceará independentemente de as pessoas apresentarem sintomas ou testes negativos para Covid-19.

Os primeiros quatro casos foram confirmados no dia 29 de julho. Na segunda-feira, 2, outros dois passageiros infectados com a variante foram detectados. Na última sexta-feira, 6, mais nove casos foram identificados. Estes foram de três mulheres, menores de 27 anos, e seis homens, com idades entre 20 e 38 anos.

Somando 15 casos confirmados oficialmente, Governo do Ceará decidiu pela interrupção do processo de reabertura das atividades no Ceará, com a prorrogação das medidas vigentes por mais 15 dias. O governador também afirmou que o Estado iria ingressar com ação judicial para ter maior controle sobre os passageiros que chegam ao Ceará.

Para isso, seria obrigatória a apresentação, antes do embarque no aeroporto do local de origem, de comprovante de vacinação com duas doses da vacina contra a Covid-19 ou de testagem negativa para a Covid-19, por meio de exame RT-PCR feito até 72 horas antes do voo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Mais de 228 mil doses de vacina chegam ao Ceará nesta segunda-feira, 9

Coronavírus
23:41 | Ago. 09, 2021
Autor Isabela Queiroz Especial para O POVO
Foto do autor
Isabela Queiroz Especial para O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Um lote com 73.800 doses da CoronaVac chegou ao Ceará nesta segunda-feira, 9. O Estado também recebeu um lote de 154.400 doses de imunizante da Pfizer em voo que pousou por volta das 21h55min na Capital, totalizando 228.240 novas doses de imunizantes. As vacinas do lote da CoronaVac serão utilizadas para aplicação de D1 e D2, enquanto as doses da Pfizer serão apenas para D1, de acordo com informações do Ministério da Saúde.

Com as entregas desta segunda, o Ceará alcança um total de 605.240 doses recebidas nos três últimos dias. Em Fortaleza, 2.162.570 doses de vacinas já foram aplicadas e a vacinação continua avançando. Novas listas de agendados para tomar vacina na próxima terça-feira, 10, foram divulgadas pela Prefeitura de Fortaleza.

Segundo dados do Vacinômetro da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), foram aplicadas 5.884.337 doses de vacina no Estado. 4.054.910 pessoas tomaram a primeira dose, 1.679.471 cearenses completaram o esquema vacinal com a segunda dose e 149.956 com dose única. Os dados foram consolidados nesse domingo, 8, às 17h.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará tem um hospital com ocupação máxima de UTI para Covid-19

CORONAVÍRUS
23:28 | Ago. 09, 2021
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Ceará é de 40,83%, de acordo com dados do IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), consolidados às 18h04min desta segunda-feira, 9. Em relação às enfermarias, o número é de 21,39%. O cálculo leva em conta todas as unidades públicas e privadas que atendem pacientes com Covid-19 do Estado.

Dos 32 hospitais com leitos de UTI adulto ativos no Estado, apenas um registra ocupação máxima — o Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), com os 10 leitos disponíveis ocupados. Há ainda duas unidades com ocupação igual ou superior a 70%: o Hospital Regional Unimed, em Fortaleza, e o Hospital Regional de Icó, localizado na microrregião de Iguatu.

Considerando apenas a Região de Saúde de Fortaleza, seis das 14 unidades com leitos de UTI estão com os equipamentos com 100% de disponibilidade. No Hospital Municipal Abelardo Gadelha da Rocha, em Caucaia, todos os 20 leitos estão vazios, conforme o balanço do fim desta tarde do IntegraSUS. Na Capital, o Hospital São José (HSJ), uma das referências no tratamento da doença, tem ocupação de 20%, com quatro dos 20 leitos ocupados.

O Hospital Leonardo Da Vinci (HELV), unidade com maior número de leitos ativos para tratamento da doença no Estado, a taxa de ocupação é de 63,8%. O número de leitos ativos, no entanto, corresponde a 47, quantidade consideravelmente menor em relação ao mês de maio, quando os equipamentos disponíveis chegaram a 173 e a taxa de ocupação atingiu mais de 94%.

Comparadas ao mês de julho, os indicadores de ocupação apresentaram uma queda de cerca de 20 pontos percentuais. No dia 9 de julho, por exemplo, a taxa de ocupação de UTIs e enfermarias era de 60,7% e 32,8%, respectivamente. No momento mais crítico da pandemia até agora, entre os meses de fevereiro e abril deste ano, a ocupação das UTIs chegou a ficar acima de 90%.

Total de 23.692 cearenses já morreram em decorrência da Covid-19, conforme dados deste domingo, 8, do IntegraSUS. Além disso, 923.331 tiveram a contaminação pela doença confirmada e mais de 41 mil amostras continuam em investigação. Em relação à vacinação, cerca de 1,8 milhão de pessoas completaram o esquema vacinal no Ceará — equivalente a 19,91% da população do Estado, de acordo com projeção para 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

No Ceará, 55% da população ainda não recebeu nenhuma dose da vacina contra Covid-19

CORONAVÍRUS
23:09 | Ago. 09, 2021
Autor Mirla Nobre
Foto do autor
Mirla Nobre Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará tem um total de 5.132.193 de pessoas que ainda não receberam nenhuma dose da vacina contra a Covid-19. A quantidade equivale a 55,86% da população, de um total de 9,1 milhões de pessoas que residem no Estado. Ao todo, o Ceará tem 1,8 milhão de pessoas que completaram a imunização contra a doença (duas doses de AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer ou dose única da Janssen), representando 19,91%* da população imunizada.

Em relação à primeira dose (D1), mais de 4 milhões de pessoas receberam a vacina, contabilizando 44,13% da população do Estado. Ceará aplicou mais de 5,8 milhões de doses do imunizante contra a doença em seis meses da campanha de vacinação. As informações são da plataforma Vacinômetro, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), consolidadas às 17 horas desse domingo, 8. Já as estimativas da quantidade populacional são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

LEIA MAIS | Vacinas da Pfizer e da AstraZeneca neutralizam variante Delta após 2ª dose

Campanha de vacinação

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente de idade, a partir dos 59 anos. Para receber a vacina, as pessoas devem estar devidamente cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Sesa.

Além do público em geral, as pessoas incluídas nos grupos prioritários das fases 1, 2, 3 e 4, do PNI, estão recebendo os imunizantes contra o coronavírus em paralelo. Dentre as categorias, estão: trabalhadores da saúde, idosos, indígenas, quilombolas, pessoas com comorbidades, grávidas, puérperas, pessoas portadoras de deficiência, moradores de rua, trabalhadores da educação, profissionais do transporte coletivo rodoviário, metroviário, aéreo, aquaviário, portuários entre outros.

LEIA MAIS | Perdeu data da segunda dose da vacina contra Covid? Saiba onde ser imunizado

Em Fortaleza, pessoas com 40 anos ou mais e que ainda não receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 poderão buscar qualquer centro de vacinação na Capital. Não há necessidade de agendamento prévio, mas as pessoas devem estar cadastradas no site Saúde Digital.

Balanço de imunizantes

No levantamento dos imunizantes que chegaram ao Ceará, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde, mais de sete milhões de vacinas foram entregues ao Estado e foram distribuídas aos 184 municípios. A população vem sendo contemplada com doses das vacinas CoronaVac/Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen/Johnson&Johnson — esta última utiliza apenas uma dose de aplicação para imunização contra o vírus.  

O Ceará deve receber nesta segunda-feira, 9, mais de 228 mil doses de vacinas contra a Covid-19. Serão 73.800 doses da CoronaVac e outras 154.440 da Pfizer. O anúncio do novo lote de vacinas foi realizado pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), por meio das redes sociais na manhã de hoje. Conforme Camilo, as vacinas da CoronaVac serão utilizadas para D1 e D2, enquanto o lote da Pfizer será para aplicação de D1.

Confira os números da vacinação no Ceará

Total de doses aplicadas: 5.884.337
Total de D1 aplicadas: 4.054.910
Total de D2 aplicadas: 1.679.471
Total de doses únicas aplicadas: 149.956

LEIA TAMBÉM | Doses extras da CoronaVac têm previsão de envio para o dia 25 de agosto

Veja os números de vacinados por grupo prioritário no Estado**

- Profissionais de Saúde (fase 1)

Dose 1 (D1): 259.451 (102%)
Dose 2 (D2): 225.994 (87%)
Dose Única (DU): 97

- Idosos institucionalizados (fase 1)

Dose 1 (D1): 2.963 (108%)
Dose 2 (D2): 2.934 (107%)
Dose Única: 0

- Indígenas (fase 1)

Dose 1 (D1): 19.473 (95%)
Dose 2 (D2): 19.193 (94%)

- Idosos > 75 anos (fase 1)

Dose 1 (D1): 375.279 (108,86%)
Dose 2 (D2): 360.465 (104,49%)
Dose Única: 106

- Deficientes institucionalizados (fase 1)

Dose 1 (D1): 559 (148,28%)
Dose 2 (D2): 534 (138%)
Dose Única: 0

- Idosos entre 70 e 74 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 238.931 (107,77%)
Dose 2 (D2): 218.155 (98,27%)
Dose Única (DU): 95

- Idosos entre 65 e 69 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 271.195 (98,36%)
Dose 2 (D2): 259.510 (93,76%)
Dose Única (DU): 95

- Idosos entre 60 e 64 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 334.732 (99%)
Dose 2 (D2): 277.988 (79%)
Dose Única: 541

- Povos e comunidades quilombolas (fase 2)

Dose 1 (D1): 14.965 (101%)
Dose 2 (D2): 13.062 (86%)
Dose Única: 0

- Trabalhadores da Força de Segurança, Salvamento e Forças Armadas (fase 2)

Dose 1 (D1): 32.657 (111%)
Dose 2 (D2): 10.553 (32%)
Dose Úncia: 79

- Gestantes, Puérperas e Comorbidades (fase 3)

Dose 1 (D1): 53.215 (93%)
Dose 2 (D2): 15.141 (26%)

- PCD e Comorbidades (Fase 3)

Dose 1 (D1): 418.007 (81%)
Dose 2 (D2): 167.125 (23%)
Dose Única: 897

- Trabalhadores da Educação (Fase 4)

Dose 1 (D1): 175.558 (98,22%)
Dose 2 (D2): 26.644 (15%)
Dose Única: 305

- Trabalhadores Portuários (Fase 4)

Dose 1 (D1): 2.975 (133%)
Dose 2 (D2): 104
Dose Única: 1

- Trabalhadores Transporte Aéreo (Fase 4)

Dose 1 (D1): 1.631 (96%)
Dose 2 (D2): 378
Dose Única: 5

*A Sesa destacou que os dados oscilam negativamente em relação aos dias anteriores por consequência de ajustes nas planilhas enviadas pelos municípios.

**As porcentagens da vacinação da população cearense são definidas com base em metas estabelecidas pela Secretaria Estadual da Saúde do Ceará (Sesa) para cada público prioritário. As taxas de aplicação correspondem às doses que já foram distribuídas. Mediante o envio de lotes de vacinas pelo Ministério da Saúde (MS), as doses dos imunizantes são distribuídas aos municípios proporcionais às estimativas populacionais de cada grupo prioritário (meta).259.285

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará soma 23.727 mortes e mais de 923 mil casos por Covid-19

Números da pandemia
21:41 | Ago. 09, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O Ceará registrou 182 novos casos de Covid-19 e 74 mortes, nesta segunda-feira, 9. A quantidade de casos foi de 923.331, nesse domingo, 8 , para 923.513, nesta segunda. Em relação ao número do óbitos, o sistema registra um total de 23.727. Os dados são do IntegraSUS, plataforma de transparência atualizada pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), consolidados às 20 horas.

Quatro pessoas morreram nas últimas 24 horas, com causa do óbito confirmada por Covid-19. Devido ao atraso que ocorre para que mortes mais recentes entrem no sistema, vítimas da Covid-19 que faleceram no mesmo período podem ser registradas posteriormente.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >

No Estado, há atualmente, 647.333 pessoas recuperadas da doença e 40.885 com suspeita de infecção. A taxa de letalidade — proporção de mortes entre os casos confirmados — é de 2,6%. Foram realizados 2.538.466 exames para detecção do coronavírus no Ceará até o momento.

Covid-19: números do Ceará

923.513 casos confirmados
23.727 óbitos
2,6% de taxa de letalidade
2.538.466 exames
647.333 pessoas recuperadas
4 óbito confirmado nas últimas 24 horas

Taxa de letalidade

Há uma diferença entre taxa de mortalidade e de letalidade de uma doença. A taxa de mortalidade se refere à quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação à população total de um lugar — seja uma cidade, estado, país, ou até mesmo o mundo inteiro. Já a taxa de letalidade se refere à quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação à quantidade de infectados por ela.

Campanha de vacinação

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente de idade, a partir dos 59 anos. Para receber a vacina, as pessoas devem estar devidamente cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Sesa.

Além do público em geral, as pessoas incluídas nos grupos prioritários das fases 1, 2, 3 e 4, do PNI, estão recebendo os imunizantes contra o coronavírus em paralelo. Dentre as categorias, estão: trabalhadores da saúde, idosos, indígenas, quilombolas, pessoas com comorbidades, grávidas, puérperas, pessoas portadoras de deficiência, moradores de rua, trabalhadores da educação, profissionais do transporte coletivo rodoviário, metroviário, aéreo, aquaviário, portuários entre outros.

Evolução do coronavírus no Ceará

Casos de coronavírus no Ceará em 7 de agosto (07/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 6 de agosto (06/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 5 de agosto (05/8) 

Não houve atualização da plataforma IntegraSUS em 4 de julho (04/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 3 de agosto (02/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 2 de agosto (02/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 31 de julho (31/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 30 de julho (30/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 29 de julho (29/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 28 de julho (28/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 27 de julho (27/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 26 de julho (26/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 24 de julho (24/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 23 de julho (23/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 22 de julho (22/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 21 de julho (21/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 20 de julho (20/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 18 de julho (18/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 17 de julho (17/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 16 de julho (16/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 15 de julho (15/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 14 de julho (14/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 11 de julho (11/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 10 de julho (10/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 9 de julho (9/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 8 de julho (8/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 7 de julho (7/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 6 de julho (6/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 5 de julho (5/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 4 de julho (4/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 3 de julho (3/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 2 de julho (2/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 1 de julho (1º/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 30 de junho (30/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 28 de junho (28/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 27 de junho (27/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 26 de junho (26/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 25 de junho (25/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 24 de junho (24/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 23 de junho (23/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 22 de junho (22/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 21 de junho (21/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 20 de junho (20/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 19 de junho (19/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 18 de junho (18/06)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Sesa amplia lista e recomenda autoquarentena a viajantes vindos de dez estados

VARIANTE DELTA
20:03 | Ago. 09, 2021
Autor Ana Rute Ramires
Foto do autor
Ana Rute Ramires Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) ampliou a recomendação de autoquarentena para viajantes que chegam ao Ceará vindos de dez estados de origem. Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Santa Catarina foram incluídos na lista, que já contava com Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. A orientação é realizar quarentena de 14 dias após o dia da chegada ao Ceará independentemente de as pessoas apresentarem sintomas ou testes negativos para Covid-19. 

Os viajantes devem fazer automonitoramento quanto ao surgimento de sintomas. Conforme a pasta, em caso de sintomas que sugiram uma doença respiratória aguda durante ou após a viagem, os viajantes devem procurar atendimento médico e compartilhar seu histórico de viagens com o profissional de saúde. 

Até a noite da última quarta-feira, 4, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Ceará já havia recebido ao menos 40 amostras de pacientes com Covid-19 que podem ter sido infectados pela variante Delta.

Todos os casos da variante Delta confirmados no Estado são de viajantes que testaram positivo para a Covid-19 no Centro de Testagem do Aeroporto Internacional de Fortaleza. Os primeiros quatro casos foram confirmados no dia 29 de julho. Na segunda-feira, 2, outros dois passageiros infectados com a variante foram detectados.

Na última sexta-feira, 6, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), confirmou a identificação de mais nove casos, somando 15 casos da variante no Estado. O que resultou na interrupção do processo de reabertura das atividades no Ceará, com a prorrogação das medidas vigentes por mais 15 dias.

Os últimos nove novos casos divulgados foram de passageiros vindos do Rio de Janeiro (6), de Recife (1), de São Paulo (1) e do México (1) — três mulheres, menores de 27 anos, e seis homens, com idades entre 20 e 38 anos.

O governador também afirmou que o Estado iria ingressar com ação judicial para ter maior controle sobre os passageiros que chegam ao Ceará. Para isso, seria obrigatória a apresentação, antes do embarque no aeroporto do local de origem, de comprovante de vacinação com duas doses da vacina contra a Covid-19 ou de testagem negativa para a Covid-19, por meio de exame RT-PCR feito até 72 horas antes do voo.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags