Anitta perde 100 mil seguidores após post em terreiro de candomblé

A cantora afirma que perdeu seguidores no Instagram após mostrar aos fotos da religião que segue e argumenta: "Nessa minha nova fase, escolhi qualidade e não quantidade"

Anitta afirma que perdeu 100 mil seguidores após compartilhar, no Instagram, nesta segunda-feira, 13, imagens de sua vivência religiosa para divulgar o clipe de "Aceita", que faz parte do último álbum dela, "Funk Generation".

Na publicação da cantora, que é do candomblé, religião de matriz africana, compartilhou algumas fotos com a legenda da Unidos da Tijuca para seu Carnaval 2025, que será dedicado ao orixá Longun Edé.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Nos stories, a artista natural do Rio de Janeiro desabafou. "Perdi 100 mil seguidores depois de anunciar o clipe que vou mostrar minha religião. Laroyê Exu tirando dos meus caminhos tudo que já não me serve mais", destaca.

Clique aqui para acompanhar as principais notícias de famosos, da TV e de realities no canal do O POVO no WhatsApp

Anitta celebra 'nova fase'

Anitta ainda ressalta que prefere que essas pessoas realmente deixem de segui-la. "Nessa minha nova fase escolhi qualidade e não quantidade. Axé", completou.

O post com a prévia do clipe que sai na próxima quarta, 15, ela escreveu."Eu sou Longun Edé. O grande príncipe herdeiro da raça dos meus pais! Tenho a sensibilidade e a inteligência de minha mãe e a bravura e a esperteza de meu pai. Caçador e pescador, sou minha própria natureza. Sou o único capaz de reunir todos os mundos. Sou o equilíbrio entre os homens e as mulheres", inicia a legenda.

"Sou cultuado nos axés do Brasil. Com Severiano, ergui, na Bahia, a casa do Kalé Bokum. Com Zezito, minha força chegou ao Rio de Janeiro, onde desembarquei com a Corte Real Ijexá. Estou presente em todos aqueles que reconhecem que sou “santo menino que velho respeita”, como falou Mãe Menininha do Gantois. Eu sou a força da juventude no tempo. Estou no presente e daqui olho para o futuro. Estou no passado e de lá resgato as tradições. Estou no futuro em que meu legado é imortal! Eu nunca morro", continua.

"Também estou no desafio aos limites. Neste mundo de afrontas, sou o combate à humilhação das pessoas subalternizadas, empobrecidas e constrangidas simplesmente por existirem. Ousadia é meu nome contra os que negam uma vida plena e digna aos jovens pretos", finaliza.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

celebridades

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar