Participamos do

Mãe e viúvo de Paulo Gustavo dividem criação dos filhos do ator

Em entrevista à revista Quem, o viúvo do ator, Thales Bretas, revelou que está dividindo a criação dos filhos de Paulo Gustavo com a mãe dele, Déa Lúcia
12:00 | Nov. 26, 2021
Autor Pedro Igor/Especial para O POVO
Foto do autor
Pedro Igor/Especial para O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Thales Bretas, viúvo do ator Paulo Gustavo, revelou em entrevista à revista Quem que está dividindo a criação de seus filhos com o ator, Romeu e Gael, de dois anos, com a mãe de Paulo Gustavo, dona Déa Lúcia. Paulo morreu em 4 de maio deste ano, após ter complicações da covid-19.

Thales também comentou que tenta manter viva a memória do marido dentro de casa, relembrando a trajetória e realizações de Paulo para que os filhos cresçam com a imagem do pai. "Toda obra do Paulo está eternizada e o amor por ela está dentro da gente. Quero que os meninos [filhos] cresçam cientes de tudo isso. Sempre mostro coisas para eles. Meu plano é evidenciar para meus filhos o orgulho que temos do Paulo. Ele é importante para o Brasil, para a história do movimento gay, e vai para sempre ser importante", disse ele.

O médico dermatologista também menciona que as crianças estão “na sua melhor fase”, apesar da perda precoce. Eles estão falando muito agora, falantes mesmo. Os meninos estão aprendendo a se comunicar, cada vez mais, interagindo com todos. Muito bom acompanhar essa fase deles", afirma.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Déa Lúcia, mãe de Paulo, também tem aproveitado essa fase ao lado dos netos. "Cada dia, é uma coisa nova. Terça-feira é o dia que eles vão para minha casa. Vai ser uma novidade a vovó na cadeira de rodas. Eles vão querer me empurrar, vai ser uma briga. Mas a gente ensina para cada um esperar a sua vez e eles aprendem. Os dois são muito educadinhos”, disse ela à revista Quem.

Déa sofreu um acidente dentro de casa, pouco antes da inauguração de duas estátuas em homenagem a Paulo nesta terça-feira, 22. Para revista Quem, Déa disse que chegou a cogitar levar os netos para a homenagem ao filho mas preferiu privá-los de aglomeração: “Até queria que eles fossem, mas é muita coisa para duas crianças, muito tumulto. Mas só tenho agradecer a Niterói e a todos envolvidos nessa homenagem" revela,

Recentemente, Déa se mudou de Niterói para o Rio de Janeiro a fim de poder ficar mais tempo com os netos. "Sai de Niterói porque só tenho Juliana de filha agora. Ela mora no Rio de Janeiro e trabalha com televisão, cinema e é complicado porque volta de madrugada para casa. Juliana já capotou com o carro algumas vezes e eu fico apavorada. Aí, eu falei: 'Juliana, fica no Rio e eu vou para aí ficar com você e meus netos. Eles ficam comigo lá. Agora, eu quero ser só avó", explicou Déa ao Globo. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente