Participamos do

Walcyr Carrasco nega ter escrito cena de sexo para Taís Araújo

A atriz afirmou no "Roda Viva" que foi criticada pelo autor Walcyr Carrasco e pelo diretor Walter Avancini ao se recusar a gravar a cena na novela "Xica da Silva"
09:24 | Nov. 17, 2021
Autor Ana Flávia Marques
Foto do autor
Ana Flávia Marques Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em sua participação no "Roda Viva" dessa segunda-feira (15), Taís Araújo afirmou que o autor de novelas Walcyr Carrasco e o diretor Walter Avancini a criticaram quando ela negou a fazer cena de sexo anal aos 17 anos, durante a novela "Xica da Silva" (1996). O autor se pronunciou e negou que tenha escrito a cena.

"Em 1996, eu tinha 17 para 18 anos, no momento em que neguei fazer uma cena de sexo anal, Walter Avancini e Walcyr Carrasco foram publicamente dizer que eu estava transformando a Xica da Silva numa Maria Chiquinha", revelou a atriz, ao se referir a uma entrevista de Avancini ao caderno Ilustrada da Folha de São Paulo no dia 26 de maio de 1997.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Ela fez exatamente o que eu não queria. Se negou a fazer uma Xica da Silva sensual porque queria se mostrar para a Globo. Preferiu ser uma 'Maria Chiquinha' a ser uma Xica da Silva, feminista e revolucionária. Ela tem talento, mas na Globo vai ser coadjuvante", disse o diretor na época. Taís se defendeu dizendo que queria defender a personagem pela sua inteligência e não pelo erotismo. 

Walcyr declarou que nunca soube dessa cena e ressaltou que na época escreveu a novela com o pseudônimo de Adamo Angel. "Portanto, não tinha nenhum contato com os atores, eles nem mesmo sabiam meu nome. Só no final da novela os conheci em uma única passagem pelo estúdio. Nunca soube sequer dessa cena. Eu só escrevia. Mas acho que essa cena nunca existiu, eu certamente não escrevi", afirmou.

Apesar de negar ter escrito a cena, Carrasco chegou a dizer na época que seria ingênuo pensar que uma mulher negra, no garimpo, atraísse o homem mais rico do momento "sem passar pela cama". "Juro que não me lembrava dessa entrevista. Mas ela aceitou o papel, convidada por Walter Avancini, onde sabia das cenas sensuais e concordou com isso. Então, não vejo sentido no que ela está dizendo. Mas eu não estava no set de gravação, não posso opinar sobre pressões que ela alega ter sofrido ou não. Como disse, escrevi a novela com pseudônimo e não estava presente nas gravações", disse ao site NaTelinha.

Tenha acesso a reportagens especiais. Assine O POVO+ clicando aqui

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags