PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Arte como Respiro: Itaú Cultural abre edital para 200 projetos audiovisuais na segunda, 15

As inscrições para a convocatória do concurso de projetos audiovisuais segue até a quarta-feira, 17

Natália Coelho
17:41 | 12/06/2020
"A Vida Começa" é um exemplo de projeto produzido pelo Itaú Cultural (Foto: Reprodução Itaú Cultural)

Em momentos como esse, em que o Brasil segue em quarentena devido ao novo coronavírus, a arte cumpre diversas funções. Entre elas, a do deleite, do entretenimento e a de garantir uma pausa nas notícias para que as pessoas consigam respirar.

Essa é ideia do edital emergencial “Arte como Respiro”, do Itaú Cultural. As inscrições para a convocatória de projetos Audiovisuais começa nesta segunda-feira, 15, e segue até a quarta-feira, 17. por meio de site. O anúncio dos selecionados deve ocorrer até dia 14 de julho, no site do Itaú Cultural, com possibilidade de prorrogação. 

LEIA TAMBÉM | Do circo à gastronomia: confira dicas de conteúdos da plataforma Cultura Dendicasa

Com o tema “descobertas e/ou redescobertas”, a ideia é que os projetos abordem diversos sentimentos humanos, entre prazeres, dores, afetos, desafetos, medos e diversos outros que possam se relacionar com a temática, a fim de compartilhar experiências, sendo elas relacionadas à quarentena ou não. 

O edital irá contemplar até 200 trabalhos com um valor bruto — sem considerar descontos — de R$ 3 mil cada. Para participar, os interessados devem ser profissionais da área há no mínimo um ano, sendo aceita apenas uma inscrição por CPF. O vídeo deve ter até três minutos de duração, podendo ser documental, de ficção ou experimental. Não é necessário que o vídeo tenha sido gravado durante a pandemia do novo coronavírus.

Os projetos serão selecionados a partir dos critérios subjetivos e poéticos, além dos pré-requisitos mencionados, e serão analisados por colaboradores da área artística do Itaú Cultural.

Além de audiovisual, o Edital “Arte como Respiro” já contemplou trabalhos de artes cênicas, música, artes visuais, literatura e poesia surda, tendo selecionados diversos cearenses no processo.