Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Telegram está em mais da metade dos celulares brasileiros

Homens são os principais usuários do aplicativo. Segundo a pesquisa, 55% dos usuários se comunicam com marcas por meio do mensageiro
08:00 | Set. 03, 2021
Autor Isabela Queiroz Especial para O POVO
Foto do autor
Isabela Queiroz Especial para O POVO Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Telegram ultrapassou recentemente a marca de 1 bilhão de downloads no mundo e lançou, entre outras novidades, transmissões ao vivo ilimitadas. De acordo com a pesquisa Mensageria no Brasil, realizada pelo Mobile Time/Opinion Box e divulgada nessa quinta-feira, 1º, o aplicativo está presente em 53% dos smartphones brasileiros, se firmando como o principal rival do WhatsApp.

 

Relatórios anteriores apontam a rápida ascensão do mensageiro. Há 1 ano, o Telegram era encontrado em 35% dos celulares no país, enquanto há 6 meses estava instalado em 45% dos dispositivos.

 

O levantamento mais recente mostrou que os usuários jovens e do sexo masculino das classes A e B são os principais responsáveis pelo crescimento do Telegram. O aplicativo está nos telefones de 58% dos homens, o mesmo índice registrado entre os brasileiros na faixa dos 16 aos 29 anos. Ele aparece ainda em 50% dos celulares de mulheres e em 42% dos dispositivos de pessoas com 50 anos ou mais.


Em relação à classe social, o programa predomina entre pessoas de classe A e B (64%), enquanto nas classes C, D e E ele é utilizado por 51% dos entrevistados. A pesquisa mostrou um aumento na quantidade de usuários que se comunicam com marcas pela plataforma, passando de 47% para 55%.

 

O WhatsApp, no entanto, ainda domina o segmento. O aplicativo do Facebook aparece em 99% dos smartphones no Brasil, conforme o relatório.

 

Enquanto isso, o Signal, aplicativo de mensagens conhecido pelo foco em privacidade, também começa a formar uma base maior de usuários, aparecendo em 12% dos telefones brasileiros. O programa cresceu após polêmicas envolvendo os novos termos de uso do WhatsApp.

 

A pesquisa ouviu 2.038 brasileiros que têm smartphone, entre os dias 14 e 22 de julho, com margem de erro de 2,2 pontos percentuais e 95% de grau de confiança. Esse estudo pode ser conferido aqui.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Número de mortos pelo furacão Ida na costa leste dos EUA chega a 46

INTERNACIONAL
07:57 | Set. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
As tempestades provocadas por fragmentos do furacão Ida já deixaram ao menos 46 mortos em Estados da Costa Leste dos Estados Unidos. Muitas das vítimas morreram afogadas em suas casas ou carros, de acordo com as autoridades. Ao menos 23 pessoas morreram em Nova Jersey, de acordo com o governador do Estado, Phil Murphy. Na cidade de Nova York, segundo a polícia, foram pelo menos 13 mortes, 11 delas de pessoas que estavam em apartamentos localizados em subsolos de prédios, e que acabaram alagados diante do volume recorde de chuva.
O condado de Westchester reportou três mortes, e na Pensilvânia, ao menos cinco pessoas morreram, incluindo uma morta em uma queda de árvore e outra afogada dentro de um carro. Também foram reportados mortos e desaparecidos em Maryland e Connecticut.
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, garantiu apoio aos afetados pelo furacão, que chegou ao país no último final de semana. Ele atribuiu a força da tempestade aos efeitos da mudança climática. "Essas tempestades extremas, e a crise climática, estão aqui", disse Biden em discurso na Casa Branca. "Precisamos estar melhor preparados. Precisamos agir."
Hoje, a Associated Press reportou que manchas de petróleo foram vistas no Golfo do México, uma das primeiras regiões pelas quais o Ida passou. A Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) informou que aeronaves vão sobrevoar o local para detectar possíveis vazamentos. Uma refinaria da Phillips 66 próxima do rio Mississippi, onde manchas também foram reportadas, também será inspecionada. A Guarda Costeira sobrevoou as duas regiões. Fonte: Associated Press.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

PMI de serviços do Reino Unido cai a 55 em agosto e fica abaixo da prévia

ECONOMIA
07:36 | Set. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços do Reino Unido caiu de 59,6 em julho para 55 em agosto, segundo dados finais divulgados nesta sexta-feira (3) pela IHS Markit em parceria com a CIPS.
Apesar da queda, a leitura acima da marca de 50 mostra que o setor de serviços britânico se expandiu em ritmo significativo no último mês. O resultado final, porém, ficou abaixo da leitura preliminar de agosto (55,5) e da previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal (55,8).
Já o PMI composto britânico, que engloba serviços e indústria, diminuiu de 59,2 para 54,8 no mesmo período, atingindo o menor nível desde março. Também neste caso, a estimativa prévia havia sido maior, de 55,3.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Zona do euro: PMI composto cai a 59 em agosto e fica abaixo de leitura preliminar

ECONOMIA
07:36 | Set. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 60,2 em julho para 59 em agosto, segundo pesquisa final divulgada pela IHS Markit. O número final ficou abaixo da leitura preliminar de agosto e da previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 59,5 em ambos os casos. De qualquer forma, o resultado bem acima da marca de 50 indica forte expansão da atividade no bloco. No mesmo período, o PMI de serviços da zona do euro recuou de 59,8 para 59, também abaixo do cálculo inicial e do consenso do mercado, de 59,7.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

PMI composto da Alemanha recua a 60 em agosto e fica abaixo da prévia

ECONOMIA
07:36 | Set. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da Alemanha, que engloba os setores de serviços e industrial, caiu do nível recorde de 62,4 em julho para 60 em agosto, atingindo o menor nível em três meses, segundo pesquisa final divulgada nesta sexta-feira pela IHS Markit.
A leitura definitiva ficou abaixo da estimativa prévia de agosto, de 60,6, mas o resultado bem acima de 50 indica expansão vigorosa da atividade na maior economia da Europa.
Somente o PMI de serviços da Alemanha diminuiu do recorde de 61,8 em julho para 60,8 em agosto. O resultado ficou abaixo da estimativa preliminar e da previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 61,5 em ambos os casos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

PMI composto da China cai de 53,1 em julho para 47,2 em agosto

ECONOMIA
07:36 | Set. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da China caiu de 53,1 em julho para 47,2 em agosto, de acordo com pesquisa divulgada nesta sexta-feira, no horário chinês, pela IHS Markit em parceria com a Caixin Media. É a primeira vez em 16 meses que o índice aponta para retração - números abaixo de 50 indicam contração da atividade.
O PMI de serviços, divulgado no mesmo levantamento, caiu de 54,9 em julho para 46,7 em agosto. Também foi a primeira vez desde abril do ano passado que a atividade medida pelo indicador apontou para contração.
De acordo com a IHS e a Caixin, os esforços da China para conter a nova onda de infecções pela covid-19 impactaram os níveis de atividade no país. Nas fábricas, por exemplo, agosto foi o segundo mês seguido de queda no número de novos pedidos.
"O ressurgimento da covid-19 trouxe um severo desafio à normalização econômica que começou no segundo trimestre de 2020. A manufatura e o setor de serviços tiveram quedas em agosto, com este setor atingido mais fortemente que aquele", comentou Wang Zhe, economista-sênior da Caixin Insight. "Os indicadores econômicos oficiais para julho foram piores que o esperado pelo mercado, indicando um aumento na pressão baixista sobre o crescimento da economia."

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags