PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Dicas para parar soluço que Bolsonaro deve seguir

O termo soluço figura entre as principais pesquisas na internet, segundo dado do Google Trends. Confira algumas dicas que Bolsonaro deve seguir para parar com o soluço

19:29 | 13/07/2021
Jair Bolsonaro apresenta soluço há pelo menos 10 dias (Foto: Sergio LIMA / AFP)
Jair Bolsonaro apresenta soluço há pelo menos 10 dias (Foto: Sergio LIMA / AFP)

O presidente Jair Bolsonaro está com soluço há pelo menos 10 dias. Segundo ele, a crise pode estar associada a remédios que ele tomou para tratamento de implantes dentários. O tempo de duração considerado aceitável para soluços é de até 48 horas. Depois disso, se o soluço persistir, o ideal é procurar atendimento médico.

Desde o início dos soluços de Bolsonaro durante entrevistas e discursos, o termo figura entre as principais pesquisas na internet, segundo o Google Trends. Nos últimos sete dias, 'soluço' apresentou crescimento durante o período da madrugada.

A pessoa tem soluços quando o nervo vago ou uma de suas ramificações, que vai do cérebro para o abdômen, fica irritado(a). Os especialistas dizem que, geralmente, os soluços são uma reação a distúrbios digestivos comuns. E são, geralmente, mais um incômodo do que qualquer outra coisa.

O que funciona para parar soluço?

O gastroenterologista Miguel Ângelo, do Hospital Universitário Walter Cantídio, explicou, em entrevista concedida ao O POVO no ano passado, que todas as alternativas populares utilizadas com o objetivo de parar o soluço, não têm fundamentação científica, mas podem funcionar eventualmente.

O gastroenterologista pondera que não há problemas em aplicar aquelas que não apresentam nenhum risco à saúde. Para evitar o soluços, Miguel Ângelo orienta a evitar situações de estresse e a ter cuidado com o excesso de bebida alcoólica. Veja algumas recomendações que podem parar o soluço e o outras que não passam de mito:

  1. Beber água
    PODE FUNCIONAR. Tomar água em goles pequenos pode ajudar a controlar a respiração e colaborar para parar os soluços.
  2. Prender a respiração
    PODE FUNCIONAR. Parar a respiração por um breve momento colabora para ritmá-la e fazer com que volte ao normal. Mas não exagere, respeite seus limites.
  3. Colocar o dedo na faringe
    PODE FUNCIONAR. Inserir o dedo na proximidade da faringe, na região conhecida como “céu da boca", pode estimular o nervo que está relacionado ao soluço e interromper a crise.
  4. Levar susto melhora o soluço
    PODE FUNCIONAR. Eventualmente, por se bloquear a respiração naquele momento, o susto pode interromper os soluços. Porém, a medida é prejudicial para pessoas cardíacas. O recomendado é não fazer.
  5. Pressionar os joelhos dobrados contra o peito ajuda a acabar com o soluço
    PODE FUNCIONAR. A posição exige espaço pois a pessoa precisa estar deitada. Ela pode ajudar porque interfere no ritmo da respiração, ajudando a normalizá-la.
  6. Tomar água de ponta cabeça resolve o soluço
    MITO. Não faz diferença a posição em que a água é tomada. Além disso, não é nada prático.
  7. Engolir miolo de pão é eficaz contra o soluço
    MITO. Não há nenhuma relação entre os ingredientes do pão e uma solução para os soluços.
  8. Comer gelo moído funciona contra as crises
    PODE FUNCIONAR. Devido à baixa temperatura, o gelo moído estimula a região da faringe e pode ajudar com os soluços.
  9. Colocar pedaço de linha úmida na testa do bebê ajuda a acabar com o soluço
    MITO. Essa recomendação para bebês não tem qualquer ligação com o soluço. O refluxo é comum em crianças com menos de 1 ano de idade e é também um dos motivos para o soluço. Portanto, se uma criança tem soluços com frequência, a recomendação é buscar assistência médica.
  10. Tomar antiácido
    MITO. Isso não é medida caseira, é uma remediação para quem tem refluxo. Antiácidos devem ser tomados sobre prescrição médica. Quem tem refluxo, precisa ter procurar um médico.

Leia mais: