PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Tire suas dúvidas sobre as permissões do decreto de lockdown em Fortaleza

Novo decreto determina isolamento social rígido em todo o município de Fortaleza

12:18 | 05/03/2021
Primeiro dia de lockdown na cidade de Fortaleza (Foto: Fábio Lima/ O POVO)
Primeiro dia de lockdown na cidade de Fortaleza (Foto: Fábio Lima/ O POVO)

O Governo do Estado do Ceará realizou uma transmissão ao vivo nesta sexta-feira, 5, pelas redes sociais para tirar as dúvidas da população sobre as restrições referentes ao lockdown, que começa hoje e segue até o dia 18. Flávio Ataliba, secretário executivo de Planejamento Orçamento Gestão do Ceará (Seplag), comenta sobre o que é permitido ou não em Fortaleza.

O decreto é exclusivamente para Fortaleza. Os outros municípios ficam com a liderança local. Cabe a eles verificarem quais setores devem ser fechados”, destaca o secretário.

 

Está permitido

 

  • Cartórios estão permitidos funcionarem de portas fechadas e através de serviços on-line.
  • Estradas e rodovias apenas em casos de necessidade comprovada. O secretário cita o exemplo da assistência médica de emergência e em casos de trabalhadores que atuam em serviços essenciais e residem em outros municípios. Havendo a necessidade de justificar a circulação de um município para outro
  • Indústrias. Segundo o secretário, a indústria parou ano passado, mas esse ano não parará
  • Atividades de berçário e da educação infantil para crianças de zero a três anos
  • Treinamento para profissionais da saúde, aulas práticas e laboratoriais para concludentes do ensino superior, inclusive de internato. A outra parte do setor educacional está autorizada a funcionar apenas de forma remota
  • Postos de saúde em casos de atendimentos de emergência
  • Clínicas de fisioterapia apenas para casos de emergências
  • Oficinas e borracharias
  • Serviços de transportes de aplicativos (Uber, 99 pop entre outros)
  • Postos de gasolinas e suas lojas de conveniências
  • Os aeroportos estão ligados à jurisdição do Governo Federal. Gestões municipal e estadual não podem interferir diretamente no espaço
  • Hotéis e pousadas podem funcionar. Restaurantes dentro do hotéis e das pousadas podem funcionar também, mas somente para atender clientes hospedados
  • Bancos devem funcionar respeitando os protocolos para evitar aglomerações

 

Não está permitido

 

  • Praias. As praias se encaixam em espaços abertos e públicos. Atividades ao ar livre estão suspensas
  • Clínicas psicológicas. Atendimentos de urgência devem ser direcionados aos hospitais.
  • Lava-jatos
  • Academias, locais de danças, pilates entre outros
  • Igrejas. As igrejas não podem realizar seus eventos de cultos religiosos, mas os estabelecimentos podem abrir para que fiéis façam orações e preces de forma individual

 

Vai haver multas?

 

De acordo com o secretário Flávio Ataliba, o interesse do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza é no caráter educativo da população. "Não estamos interessados em coerção ou multas. Em casos de resistências ao decreto, a lei precisa ser cumprida buscando coibir as circulações indevidas. Nós usaremos desses métodos para proteger a população" argumenta Flávio.

 

Como denunciar

 

Os cidadãos que quiserem denunciar casos de aglomeração na cidade podem ligar para um dos seguintes números:

Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis)
Telefone: 156A 
Site: denuncia.agefis.fortaleza.ce.gov.br e aplicativo Fiscalize Fortaleza (disponível para Android e iOS)

Vigilância Sanitária do município
Telefones: 150, 3252-2155, 3252-1571 e 3252-1587

Polícia Militar
Telefone: 190

Ministério Público do Ceará
Telefones: 127 ou 0800.28.22.553
E-mail: [email protected]

 

Live do secretário executivo de Planejamento e Orçamento (Seplag), Flávio Ataliba.
Live do secretário executivo de Planejamento e Orçamento (Seplag), Flávio Ataliba. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Lockdown em Fortaleza

 

Fortaleza entrou em 14 dias de lockdown a partir de sexta-feira, 5 de março (05/03). Na quinta, 4, o decreto com as regras sobre o que funciona na Cidade foi divulgado. O isolamento social rígido vale a partir de sexta-feira, 5 de março (05/03) até 18 de março (18/03).

Veja as regras para as várias atividades:

Entenda o novo lockdown decretado em Fortaleza

O lockdown em Fortaleza começa a partir da meia-noite (0 hora) de sexta-feira, 5. É a segunda vez que o confinamento é adotado na capital cearense. A medida foi anunciada na noite de quarta-feira, 4, em pronunciamento nas redes sociais, pelo governador Camilo Santana (PT) ao lado de José Sarto (PDT), prefeito da cidade, e do secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto.

No novo decreto, os setores da indústria e da construção civil foram considerados essenciais pelo Governo do Estado e, portanto, não devem ter as atividades interrompidas. Durante o período, a serem mantidas as regras anteriores, academias e igrejas não podem abrir ao público. Serviços e estabelecimentos poderão funcionar desde que exclusivamente por serviço de entrega, inclusive por aplicativo.

A medida ocorre após a imposição de dois toques de recolher. O primeiro limitou a circulação entre 22h e 5 h em todo o Estado. Depois, as autoridades estaduais ampliaram a restrição para o período de 20h às 5h, durante a semana. Aos fins de semana, a proibição começava mais cedo.

Apesar do lockdown em Fortaleza, também adotado por outros municípios, todo o Estado segue sob o decreto que impõe toque de recolher, reduz o horário de funcionamento de estabelecimentos e limita a circulação nos espaços públicos.

Vídeos sobre o lockdown em Fortaleza

Mais sobre lockdown