PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Feirinha da Cidade 2000, tradicional às sextas-feiras, não funciona com o lockdown em Fortaleza

De acordo com o Governo do Estado as medidas tem o intuito de cessar as aglomerações para diminuir os altos índices de contágio de Covid-19 no munícipio

13:07 | 05/03/2021
Feira na Cidade 2000. Primeiro dia de lockdown na cidade de Fortaleza (5). (Foto: Italo Cosme? O POVO)
Feira na Cidade 2000. Primeiro dia de lockdown na cidade de Fortaleza (5). (Foto: Italo Cosme? O POVO)

O novo decreto de isolamento social rígido passa a valer a partir desta sexta-feira, 5, em Fortaleza. Nesta manhã, a Feirinha da Cidade 2000, que acontece às sextas-feiras, não estava funcionando. Um dos comerciantes que estava no local reclamou da medida de proibição dos comércios de serviços não essenciais. 

Paulo Bessa, 63, proprietário de um ponto de venda de roupas na feira livre, conta que há 16 anos na feira e fala da sua insatisfação com o decreto. "Tenho permissão da Prefeitura nesse ponto. No período de isolamento mais rígido vamos passar mais tempos sem abrir. É um absurdo, porque nosso ponto é livre, não tem aglomeração. Deveria ter mais condições para essa parte do comércio voltar às atividades" relata.

Questionado sobre o medo sobre o aumento de casos e mortes causado pela Covid-19, ele diz: "eu tenho medo de não poder trabalhar". Paulo estava no local apenas para passar o tempo ou encontrar com alguém que resolvesse pagar mercadorias "fiadas" adquiridas anteriormente. 

 

Feirinha da Cidade 2000. Primeiro dia de lockdown na cidade de Fortaleza.
Feirinha da Cidade 2000. Primeiro dia de lockdown na cidade de Fortaleza. (Foto: Ítalo Cosme/ O POVO)


 

Lockdown em Fortaleza

Fortaleza entrou em 14 dias de lockdown a partir de sexta-feira, 5 de março (05/03). Na quinta, 4, o decreto com as regras sobre o que funciona na Cidade foi divulgado. O isolamento social rígido vale a partir de sexta-feira, 5 de março (05/03) até 18 de março (18/03).

Veja as regras para as várias atividades:

Entenda o novo lockdown decretado em Fortaleza

O lockdown em Fortaleza começa a partir da meia-noite (0 hora) de sexta-feira, 5. É a segunda vez que o confinamento é adotado na capital cearense. A medida foi anunciada na noite de quarta-feira, 4, em pronunciamento nas redes sociais, pelo governador Camilo Santana (PT) ao lado de José Sarto (PDT), prefeito da cidade, e do secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto.

No novo decreto, os setores da indústria e da construção civil foram considerados essenciais pelo Governo do Estado e, portanto, não devem ter as atividades interrompidas. Durante o período, a serem mantidas as regras anteriores, academias e igrejas não podem abrir ao público. Serviços e estabelecimentos poderão funcionar desde que exclusivamente por serviço de entrega, inclusive por aplicativo.

A medida ocorre após a imposição de dois toques de recolher. O primeiro limitou a circulação entre 22h e 5 h em todo o Estado. Depois, as autoridades estaduais ampliaram a restrição para o período de 20h às 5h, durante a semana. Aos fins de semana, a proibição começava mais cedo.

Apesar do lockdown em Fortaleza, também adotado por outros municípios, todo o Estado segue sob o decreto que impõe toque de recolher, reduz o horário de funcionamento de estabelecimentos e limita a circulação nos espaços públicos.

Vídeos sobre o lockdown em Fortaleza

Mais sobre lockdown