PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Atendimento ao idoso de forma presencial no Sindiônibus está suspenso

Só será possível fazer novos agendamentos após o fim do lockdown

Júlia Duarte
12:49 | 05/03/2021
Movimentação no terminal de onibus de Messejana.  (Foto: FABIO LIMA)
Movimentação no terminal de onibus de Messejana. (Foto: FABIO LIMA)

O serviço de atendimento ao idoso, realizado pelo Sindiônibus, será suspenso a partir desta sexta-feira, 5, e ficará sem agendamentos enquanto durar o período de medidas mais rígidos na Capital. Segundo o órgão, a medida acontece para evitar a disseminação de Covid-19 entre os beneficiários da gratuidade, que fazem parte do grupo de risco. Outros serviços continuam acontecendo nos posto de atendimento, com horário agendado.

Pessoas com 65 anos completos podem utilizar o transporte coletivo de Fortaleza gratuitamente, com a apresentação de qualquer documento oficial com foto. Outra opção é o cartão Gratuidade Idoso, que ajuda a dar agilidade na hora do embarque. Com a suspensão dos atendimentos, só será possível fazer novos agendamentos após o fim do lockdown. Nesta sexta-feira, 5, serão atendidos apenas os clientes que já estavam agendados para a data e não puderam ser avisados da decisão com antecedência.

Atualmente, o atendimento presencial acontece de segunda a sexta-feira, de 8h às 13h, na sede do Sindiônibus, somente por meio de agendamento prévio. O agendamento vem sendo realizado pelo telefone (4005.0956) ou pelo site www.vtefortaleza.com.br.

Serviço

Postos do Bilhete Único:

Etufor, Vapt Vupt, postos nos shoppings Aldeota e Riomar Kennedy: não funcionarão durante o período de lockdown

Posto nos terminais do Siqueira e do Papicu e na Caucaia: funcionam no período de lockdown de 8h às 14h

Sede do Sindionibus: funciona no período de lockdown, de 8h às 16h45min

Lockdown em Fortaleza


Fortaleza entrou em 14 dias de lockdown a partir de sexta-feira, 5 de março (05/03). Na quinta, 4, o decreto com as regras sobre o que funciona na Cidade foi divulgado. O isolamento social rígido vale a partir de sexta-feira, 5 de março (05/03) até 18 de março (18/03).


Veja as regras para as várias atividades:
























Entenda o novo lockdown decretado em Fortaleza


O lockdown em Fortaleza começa a partir da meia-noite (0 hora) de sexta-feira, 5. É a segunda vez que o confinamento é adotado na capital cearense. A medida foi anunciada na noite de quarta-feira, 4, em pronunciamento nas redes sociais, pelo governador Camilo Santana (PT) ao lado de José Sarto (PDT), prefeito da cidade, e do secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto.


No novo decreto, os setores da indústria e da construção civil foram considerados essenciais pelo Governo do Estado e, portanto, não devem ter as atividades interrompidas. Durante o período, a serem mantidas as regras anteriores, academias e igrejas não podem abrir ao público. Serviços e estabelecimentos poderão funcionar desde que exclusivamente por serviço de entrega, inclusive por aplicativo.


A medida ocorre após a imposição de dois toques de recolher. O primeiro limitou a circulação entre 22h e 5 h em todo o Estado. Depois, as autoridades estaduais ampliaram a restrição para o período de 20h às 5h, durante a semana. Aos fins de semana, a proibição começava mais cedo.


Apesar do lockdown em Fortaleza, também adotado por outros municípios, todo o Estado segue sob o decreto que impõe toque de recolher, reduz o horário de funcionamento de estabelecimentos e limita a circulação nos espaços públicos.



Vídeos sobre o lockdown em Fortaleza






Mais sobre lockdown