PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Tartaruga é encontrada morta na Praia do Futuro na manhã desta segunda-feira

De acordo com análise inicial, o animal teria ficado preso a redes de pescadores, mas não está descartado que ele tenha sido vítima de derramamento de óleo

11:33 | 07/10/2019
FORTALEZA,CE,BRASIL,07.10.2019: Adla Farah, voluntário do Instituto Verde Luz colhe amostras para análise. Tartaruga, fêmea e adulta é encontrada morta na Praia do Futuro, nas proxidades da barrca órbita Blue. (fotos: Tatiana Fortes/ O POVO)
FORTALEZA,CE,BRASIL,07.10.2019: Adla Farah, voluntário do Instituto Verde Luz colhe amostras para análise. Tartaruga, fêmea e adulta é encontrada morta na Praia do Futuro, nas proxidades da barrca órbita Blue. (fotos: Tatiana Fortes/ O POVO)(Foto: Tatiana Fortes/Tatiana Fortes)

Uma tartaruga adulta foi encontrada morta na Praia do Futuro, em Fortaleza, na manhã desta segunda-feira, 7. O animal não apresentava resquícios aparentes de petróleo cru, substância que tem sido encontrada no litoral nordestino e deixou o trecho da orla impróprio para banho durante o fim de semana.

Clique na imagem para abrir a galeria

De acordo com análise inicial da estudante de Biologia Adla Farah, o animal teria sido vítima de pesca. Mas não está descartada a possibilidade de ele ser nova vítima do óleo - que atinge o litoral de todo o Nordeste.

 

Adla, que também é voluntária do Instituto Verde Luz, explica que o estado em que o animal chegou à costa é comum quando ele fica preso a redes de pescadores. “Pelo que eu estou analisando, tinha uma rede prendendo a circulação e impedindo a natação da tartaruga”. O réptil acabou tendo uma das nadadeiras amputadas durante o incidente e teve ferimentos em outra.

A ausência de resquícios externos de petróleo cru não impede, porém, que o animal também tenha sido vítima do derramamento da substância. A estudante conta que outra tartaruga analisada recentemente pelo instituto estava com marcas de petróleo apenas no trato gastrointestinal. Essa possibilidade será estudada ao longo do dia em relação ao caso desta manhã.

Com informações da repórter Germana Pinheiro, da rádio O POVO CBN