Participamos do

EllaLink vai monetizar R$ 1 bi no Ceará para expandir ao Rio de Janeiro e Guiana Francesa

Negócios digitais, serviços em nuvem, bancos eletrônicos, jogos online e mídia de entretenimento entre os dois continentes devem se beneficiar com a nova conexão
11:22 | Set. 17, 2021
Autor Beatriz Cavalcante
Foto do autor
Beatriz Cavalcante Articulista quinzenal do O POVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com instalação de cabo submarino de fibra óptica de alta capacidade do Ceará à Europa, a EllaLink vai primeiro monetizar os R$ 1 bilhão investidos no Ceará para expandir para Rio de Janeiro e Guiana Francesa. No Estado, o foco das próximas ações será parcerias com provedores de internet locais como Brisanet e Mob Telecom.

"Temos que primeiro monetizar esse investimento de R$ 1 bilhão que fizemos, mas com as vendas se intensificando na medida que prevemos, nosso objetivo é expandir os investimentos no Brasil e aumentar nossa equipe e presença no Ceará", detalha o diretor da EllaLink no Brasil, Rafael Lozano. A ideia é que do Rio de Janeiro a empresa atenda todo o Sul do País. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O investimento privado de R$ 1 bilhão vai da Praia do Futuro, em Fortaleza, a Sines (Portugal) e entrou em operação em junho para o continente europeu. As instalações do Cable Landing Station (CLS) ficam no ponto de ancoragem dos cabos EllaLink na Praia do Futuro.

O novo cabo opera com capacidade de 100 terabits por segundo (Tbps), reduzindo em até 50% a latência, como é chamado o tempo de resposta na transmissão de dados, entre os continentes, em relação à conexão via EUA.

Negócios digitais, serviços em nuvem, bancos eletrônicos, jogos online e mídia de entretenimento entre os dois continentes devem se beneficiar com a nova conexão.

A CLS da EllaLink está abrigada nas instalações da Telxius, empresa parceira que também monitora outros cabos submarinos que saem de Fortaleza – com 14 cabos, a capital cearense é o maior hub do mundo de conexão de fibra óptica.

Com informações do repórter Alan Magno

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags