PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Maranguape zera internações de pacientes com Covid-19 e não registra mortes há seis dias

Pela primeira vez desde abril do ano passado, leitos de UTI e de enfermaria para pacientes com Covid-19 estão completamente vazios na cidade

16:34 | 30/06/2021
Leitos para pacientes com Covid-19 vazios nesta quarta-feira, 30, no Hospital Municipal Dr. Argeu Gurgel Braga Hebster, em Maranguape 
 (Foto: Divulgação/Prefeitura de Maranguape)
Leitos para pacientes com Covid-19 vazios nesta quarta-feira, 30, no Hospital Municipal Dr. Argeu Gurgel Braga Hebster, em Maranguape (Foto: Divulgação/Prefeitura de Maranguape)

O município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, zerou as internações de pacientes com Covid-19 no hospital público da cidade nesta quarta-feira, 30, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde. É a primeira vez que isso acontece desde o dia 4 de abril de 2020, data em que a unidade havia registrado a primeira hospitalização de um paciente infectado pelo novo coronavírus.

O hospital dispõe de dez leitos de UTI e 18 de enfermaria exclusivos para o tratamento de pessoas acometidas pela infecção. Uma mulher de 49 anos, que estava internada há 11 dias, foi a última paciente a receber alta na manhã de hoje. “Esses leitos todos vazios nos enchem de esperança em dias melhores”, comemora a diretora da unidade, Jaqueline Herbster.

Em entrevista ao O POVO, ela atribui a conquista ao “trabalho muito árduo dos profissionais de saúde e do poder público, que fizeram um verdadeiro pacto para salvar vidas”. A diretora lembra que, no início do ano, o hospital havia entrado em colapso, com todos os leitos ocupados e necessidade de transferência de pacientes para unidades de internação da Capital.

“Em fevereiro, quando atingimos 100% de ocupação, tivemos que praticamente dobrar a oferta de leitos, mas ainda assim alguns pacientes foram transferidos para Fortaleza devido ao aumento da demanda. Fizemos de tudo. Abrimos leitos de enfermaria até em consultórios médicos. Felizmente, o cenário hoje é bem diferente”, comenta Jaqueline.

Ainda segundo a diretora, o número de internações na unidade vinha decaindo gradativamente nos últimos dias. “Estávamos há dez dias com apenas quatro pacientes e sem aumento de demanda. Aparecem, de vez em quando, pessoas com sintomatologia mais leve, que podem se tratar em suas próprias casas, com acompanhamento da equipe de saúde”, explica.

A queda nos indicadores de internação acompanha a melhora dos demais indicadores da pandemia na cidade. Segundo a plataforma IntegraSus, Maranguape não registra óbitos em decorrência da Covid há pelo menos seis dias. Nos últimos sete dias, foram registrados apenas 15 novos casos da doença, queda de 37% em relação aos sete dias anteriores.