Participamos do

Mais um suspeito de participação em chacina em Juazeiro do Norte é preso

Cicero Janilson Oliveira Nogueira, de 20 anos, foi preso em Petrolina. Pelo menos sete suspeitos de envolvimento na chacina, que deixou cinco mortos, foram presos
18:26 | Abr. 10, 2022
Autor Lucas Barbosa
Foto do autor
Lucas Barbosa Repórter do caderno de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Foi preso mais um suspeito de participação na chacina que deixou cinco mortos em Juazeiro do Norte (Cariri Cearense) em 8 de fevereiro último. Cicero Janilson Oliveira Nogueira, de 20 anos, foi preso em Petrolina (PE) por força de um mandado de prisão temporária. A prisão foi anunciada nesse sábado, 9, pela Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Conforme a corporação, a prisão foi efetuada pela PM pernambucana após informações repassadas pelos militares do 2º Batalhão da PMCE. "No momento da prisão, foram encontrados com um suspeito alguns gramas de cocaína e maconha", informou a PM.

Agora, já são, pelo menos, sete os presos por envolvimento na matança. Entre eles está aquele que foi apontado como mentor da chacina: Cícero Edilson da Silva Faria, conhecido como "Cicim Banguelo", de 19 anos, preso em em 14 de fevereiro em Bodocó, também em Pernambuco.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Além dele, já foram presos: Paulo Samuel da Silva, de 21 anos; Paulo Henrique da Silva, de 25 anos; Cícero Leonardo Rodrigues dos Santos, de 19 anos; e dois homens que não tiveram a identidade divulgada, presos em 24 de fevereiro.

Como O POVO mostrou em 26 de fevereiro último, pelo menos nove pessoas já foram identificadas como suspeitas de participação.

A chacina ocorreu no bairro Triângulo. Conforme as investigações da Polícia Civil, o crime foi praticado em decorrência do conflito entre facções criminosas. No momento da execução, os assassinos gritavam o nome da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE).

O POVO apurou que as vítimas que morreram no local do crime foram identificadas como Lucicleide, Joselito, José Anderson e Rafael. Uma quinta vítima, que não teve o nome divulgado, veio a falecer em uma unidade hospitalar após 15 dias de internamento.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar