PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Juazeiro do Norte mantém toque de recolher e proíbe venda de bebidas alcoólicas no fim de semana

Prefeito Glêdson Bezerra decidiu renovar decreto de isolamento social que estabelece medidas mais restritivas para enfrentamento ao novo coronavírus

23:21 | 10/06/2021
Hospital Regional do Cariri, unidade de referência na região, segue com alta ocupação de leitos de UTI (Foto: divulgação)
Hospital Regional do Cariri, unidade de referência na região, segue com alta ocupação de leitos de UTI (Foto: divulgação)

Com 95% dos leitos de UTI ocupados, Juazeiro do Norte, no Sul do Estado, terá mais um fim de semana com toque de recolher e proibição de venda de bebidas alcoólicas. A medida foi anunciada pelo prefeito Glêdson Bezerra (Podemos), que prorrogou o atual decreto municipal com medidas de isolamento social mais restritivas, vigente desde a última sexta-feira, 04.

Ao renovar as restrições, o gestor argumentou que a medida é necessária para conter a propagação da Covid-19, que permanece com indicadores elevados na cidade. “Os dados são preocupantes e ainda temos um número alto de casos confirmados e de mortes. Precisamos seguir com o distanciamento e evitar as aglomerações para alcançarmos um cenário epidemiológico mais favorável na próxima semana”, frisou Bezerra.

O decreto de isolamento assinado pelo prefeito juazeirense prevê toque de recolher a partir das 20 horas de sexta-feira,11, até às 5 horas de segunda-feira, 14. A medida frustrou comerciantes locais, que esperavam faturamento extra com as vendas do dia dos namorados, a ser comemorado no sábado, 12.

Durante o fim de semana, a venda de bebidas alcoólicas também estará vedada, inclusive no sistema delivery. O objetivo é evitar aglomerações em festas clandestinas. O prefeito assegurou que as equipes de fiscalização do Município, com o apoio da Polícia Militar, irão atuar em todo o território municipal para garantir que o decreto seja cumprido.

Hospitais pressionados

Maior cidade do interior cearense, com cerca de 270 mil habitantes, segundo o IBGE, Juazeiro do Norte atravessa o pior momento da segunda onda da pandemia de Covid-19. No Hospital Regional do Cariri, referência para atender pacientes graves acometidos pela infecção, 72 dos 73 leitos de UTI ativos já estão ocupados. A cidade tem ainda outras cinco UTIs em um hospital privado, que já atingiu lotação de 100%. No geral, a média de ocupação é de 98,7%. Já nas enfermarias, o índice chega a 68,9%.

Na última atualização da plataforma IntegraSus, ocorrida às 16h27min desta quinta-feira, 10, a “Terra do Padre Cícero” já havia alcançado a marca de 25.579 casos confirmados de Covid-19 e 502 óbitos causados por complicações da doença. Pelo menos 22.935 pessoas já estão recuperadas, equivalente a 89% do total de casos positivos. Por outro lado, segundo a plataforma, ainda há cerca de 7.250 casos em investigação.