PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Ceará tem 305 pessoas com Covid-19 na fila de espera por leitos; ocupação em UTIs é de 86,68%

A informação consta no IntegraSUS, plataforma da Secretária de Saúde (Sesa).

Gabriela Almeida
17:37 | 31/05/2021
Ceará tem 305 pessoas aguardando na fila de espera por leitos. (Foto: FABIO LIMA)
Ceará tem 305 pessoas aguardando na fila de espera por leitos. (Foto: FABIO LIMA)

Ceará tem 86,68% das suas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), tanto públicas como particulares, ocupadas com pacientes que apresentam Covid-19. A informação foi apontada no IntegraSUS, plataforma da Secretária de Saúde (Sesa), com base em dados colhidos até às 16h03min desta segunda-feira, 31. O Estado tem 305 pessoas infectadas pelo vírus pandêmico aguardando na fila de espera por vaga em leitos.

Segundo monitoramento, o índice de ocupação de leitos de UTI voltados para atendimento adulto está em 88,02% na Unidade Federativa. A ocupação na ala destinada para o tratamento de gestantes e do público infantil que apresenta a doença está em 61.11% e 87.72%, respectivamente.

Já as enfermarias do Estado, utilizadas para atender casos menos graves da doença, estão ocupadas em 71,33%. O maior índice de ocupação em equipamentos desse porte é registrado na ala de atendimento infantil: 83.82%.  Enfermaria adulta está ocupada com 70.95% da sua capacidade e de gestante, 42.68%.

Do total de 305 pessoas com Covid-19 aguardando pela transferência a equipamentos voltados para o tratamento específico da doença, 186 esperam por vaga de UTI e 119 estão na fila por enfermaria - conforme dados atualizados até às 13h16min desta segunda-feira, 31. A grande maioria dos que esperam estão em unidades hospitalares municipais.

Índice nas regiões de saúde

A região de saúde do Cariri é atualmente a mais restrita do Ceará devido a decretos estabelecidos para frear a disseminação da doença. Até às 16h03min desta segunda-feira, 31, a região registrava ocupação de 95,54% nas UTIs. Sobral aparecia com 96,06% de ocupação, Sertão Central com 90,91% e Litoral Leste Jaguaribe com 100%.

Já em Fortaleza, que foi o Epicentro da doença no Ceará, o número de ocupação nas UTIs está em 81,78% — a menor porcentagem entre as regiões de saúde. A Capital já está há pouco mais de um mês funcionando sob um regime de retomada das atividades e deve avançar com a campanha de vacinação na próxima semana, contemplando toda população por ordem decrescente de idade.