Trio suspeito de integrar grupo criminoso carioca é investigado por tráfico de drogas em Sobral

A Polícia Civil realizou a captura de três suspeitos, além da apreensão de um veículo e o cumprimento de cinco mandados de buscas domiciliares em Sobral

Uma operação da Polícia Civil do Ceará (PC-CE) realizada nesta quarta-feira, 10, cumpriu três mandados de prisão por tráfico de drogas contra suspeitos de integrar um grupo criminoso do Rio de Janeiro que atua diretamente no município de Sobral, na região Norte do Estado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Com a coordenação da Delegacia de Narcóticos (Denarc) e apoio investigativo do Departamento de Polícia Judiciária Especializada (DPJE), do Departamento de Inteligência Policial (DIP), das delegacias Regional de Sobral e Municipal de Sobral, a Polícia Civil realizou a captura dos três suspeitos, além da apreensão de um veículo e o cumprimento de cinco mandados de buscas domiciliares em Sobral.

O primeiro foi capturado em Fortaleza por agentes da Denarc no bairro Granja Lisboa. O homem de 36 anos já respondia por crime de tráfico de drogas, furto qualificado e crime contra a fé pública. O suspeito foi localizado em uma via pública.

No bairro Monte Castelo, a Denarc apreendeu um carro de modelo Chevrolet Onix na cor vermelha. O segundo capturado é um homem de 31 anos que já respondia por roubo, tráfico de drogas e homicídio doloso. Ele cumpria pena em uma unidade prisional na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O terceiro alvo se trata de uma mulher de 34 anos, que segundo a informação divulgada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) é apontada como uma das lideranças de um grupo criminoso de origem carioca. Ela tinha um mandado de prisão em aberto em seu desfavor. O mandado contra ela foi cumprido em uma unidade prisional no município de Sobral.

Os nomes dos suspeitos presos em ações das forças da segurança do Ceará deixaram de ser divulgados desde o dia 5 de fevereiro de 2024. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou atender à orientação da sua assessoria jurídica para adequar-se à Lei de Abuso de Autoridade (Lei Nº 13.869/2019).

Denúncias

A SSPDS reforça que a população pode contribuir com as investigações repassando informações, com sigilo e anonimato garantidos.

Disque-Denúncia: 181
WhatsApp da SSPDS: (85) 3101 0181
Whatsapp da Delegacia de Narcóticos: (85) 3472 1560
E-Denúncias: disquedenuncia181.sspds.ce.gov.br

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar