Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Ceará registra queda na vacinação de crianças de até 1 ano de idade

Os imunizantes BCG, menigocócica C, pentavalente, pneumocócica, poliomelite e tríplice viral alcançaram um percentual de crianças abaixo do recomendado pelo Ministério da Saúde
01:02 | Set. 14, 2021
Autor Isabela Queiroz
Foto do autor
Isabela Queiroz Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará tem registrado queda nas coberturas vacinais em crianças com 1 ano ou menos de idade. Em 2021, 58,8% das crianças dessa faixa etária foram imunizadas contra a tuberculose. Nos anos anteriores, a BCG, vacina que previne a doença, alcançou 64,9% (2020) e 99,2% (2019) da população deste perfil.

Os imunizantes menigocócica C, pentavalente, pneumocócica, poliomelite e tríplice viral também ficaram abaixo do percentual recomendado pelo Ministério da Saúde (MS), que estipula cobertura vacinal de, pelo menos, 90%.

 

 

Ceará registra queda na vacinação de crianças de até 1 ano de idade
Ceará registra queda na vacinação de crianças de até 1 ano de idade (Foto: Divulgação/Governo do Ceará)


Esta cobertura equivale à proporção de crianças menores de um ano que receberam o esquema vacinal completo em relação aos menores de 1 ano existentes na população. Os dados foram extraídos do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações.

Segundo a orientadora da Célula de Imunização da Sesa, Kelvia Borges, os índices são preocupantes. Ela afirma que a proteção iniciada em recém-nascidos e crianças é para a vida toda, e que a melhor maneira de investir na saúde é por meio da vacinação.

As vacinas inseridas no calendário de imunização do órgão federal estão disponíveis nos postos de saúde em todos os municípios cearenses. “Temos um dos mais completos programas de vacinação e de graça”, afirma Borges.

Mais notícias do Ceará

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Rede municipal: 80% dos adolescentes matriculados estão cadastrados para vacinação

Fortaleza
23:19 | Set. 13, 2021
Autor Ana Rute Ramires
Foto do autor
Ana Rute Ramires Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Na próxima segunda-feira, 20, os estudantes do 6º, 7º, 8º e 9º anos da Rede Municipal devem voltar às aulas presenciais. Conforme acompanhamento diário realizado pela Secretaria Municipal da Educação (SME), do total de 75.768 estudantes na faixa etária entre 12 e 17 anos, 60.752 já estão cadastrados no Saúde Digital para vacinação contra a Covid-19. Número de cadastros corresponde a 80,18% do total de matriculados nesse grupo etário.

A data para início da última etapa do retorno ao ensino presencial é uma expectativa da pasta para que a expressiva maioria dos adolescentes com 12 anos ou mais já esteja vacinada com a primeira dose. Na próxima semana, previsão é que 100% dos alunos da rede já estejam fazendo parte do retorno híbrido. Será um rodízio semanal, com 50% da turma se revezando entre as aulas nas escolas e a realização de atividades domiciliares.

Nesta segunda-feira, 13, foi a vez do retorno dos alunos dos 3º, 4º e 5º anos do ensino fundamental e do Infantil I e II nas escolas da rede pública de Fortaleza. Considerando as crianças da educação infantil que iniciaram o retorno na semana passada, 61,3% dos alunos da rede já foram incluídos no retorno.

VEJA TAMBÉM | Passo a passo: como se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 no Ceará

Cadastramento

Conforme acompanhamento disponibilizado na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizada às 20h09min dessa segunda-feira, 13, já foram realizados 189.071 cadastros de jovens entre 12 e 17 anos que moram na Capital. Desse total, 123.369 já receberam a primeira dose do imunizante.

Segundo a pasta municipal da Educação, desde o início do cadastramento dos adolescentes de 12 a 17 anos, as unidades escolares estão realizando mobilização e contato diário com os pais e responsáveis para que o cadastro dos alunos matriculados na Rede Municipal seja efetuado, assim como efetuando o cadastro.

A pasta informa que "as unidades continuam com a ação de sensibilização e esclarecimento junto às famílias daqueles alunos ainda não cadastrados, assim como o apoio à realização do cadastro na plataforma".

No Estado, pelo menos 92 municípios já iniciaram aplicação da primeira dose da vacina em adolescentes de 12 a 17 anos. Número corresponde à metade dos 184 municípios cearenses. O cronograma da aplicação da primeira dose da vacina nesse público ocorre conforme a organização de cada município.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Suspeito morre após atirar contra si próprio durante assalto no Paraná

Acidentalmente
22:58 | Set. 13, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um homem morreu no último domingo, 12, após atirar contra si próprio por acidente durante um assalto no município de Figueira, no Paraná. A ação foi toda registrada por câmeras de segurança do local. Segundo a Polícia Militar, o suspeito teria acertado o próprio pescoço com o disparo.

Nas imagens divulgadas, é possivel ver o homem de verde apontar a arma de fogo para um funcionário quando, de repente, cai no chão. De acordo com informações do portal G1, o suspeito estava na companhia de outros dois homens. A ocorrência teria sido registrada em uma loja de conveniência localizada em um posto de combustível da cidade. Após o disparo acidental, os dois parceiros teriam fugido do local assustados e sem levar nada.

Segundo os agentes de segurança responsáveis pelo caso, tanto o homem que veio a óbito, bem como a dupla fugitiva, não foram identificados.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Lewandowski suspende ações contra dono do grupo Petrópolis na Lava Jato

POLÍTICA
21:12 | Set. 13, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, determinou nesta segunda-feira, 13, a suspensão de duas ações penais contra o empresário Walter Faria, do Grupo Petrópolis, derivadas da 62ª fase da Operação Lava Jato. A decisão se deu no âmbito de um pedido da defesa para extensão dos efeitos do despacho que beneficiou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e anulou as provas produzidas contra o petista no acordo de leniência celebrado entre a empreiteira Odebrecht e o Ministério Público Federal.
Em seu despacho, Lewandowski registrou que tanto o requerimento de medidas cautelares do Ministério Público Federal, quanto a decisão que deflagrou a chamada Operação Rock City, em julho de 2019, "fizeram amplo e irrestrito uso" do acordo de leniência da Odebrecht e dos elementos de prova oriundos de tal pacto.
A suspensão determinada pelo ministro do STF se deu em caráter cautelar e atinge uma ação que tramita junto à 6ª Vara Federal de São Paulo e outra que corre perante à 13ª Vara Federal de Curitiba. Lewandowski pediu informações a ambos os juízos.
"Nessa linha de raciocínio, vislumbro, então, que estão presentes não apenas a plausibilidade do direito invocado pelo requerente, como também o perigo de dano ao seu status libertatis, hipóteses que autorizam a tutela de urgência requerida na inicial, inclusive no bojo de ações reclamatórias, segundo autorizam reiterados precedentes desta Suprema Corte", escreveu o ministro em seu despacho.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid-19: Brasil passa dos 21 milhões de casos acumulados

Saúde
20:13 | Set. 13, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Brasil ultrapassou a marca dos 21 milhões de pessoas infectadas pela covid-19 nesta segunda-feira (13). Entre ontem e hoje, foram registrados 6.645 novos casos, chegando a um total de 21.006.424.

Ainda há 342.625 casos em acompanhamento. O nome se refere ao número de casos ativos de pessoas que tiveram o diagnóstico confirmado e estão sendo atendidas por equipes de saúde ou se recuperando em casa.

O total de pessoas que perderam a vida para a pandemia alcançou 587.066 pessoas. Nas últimas 24 horas, foram confirmadas 215 mortes em decorrência da doença. 

Ainda há 3.437 falecimentos em investigação. Nessas situações, os diagnósticos dependem de resultados de exames concluídos apenas após o paciente já ter morrido.

O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 chegou a 20.076.733. Isso corresponde a 95,6% das pessoas infectadas no Brasil desde o início da pandemia.

 Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado na noite desta segunda-feira (13). A atualização não trouxe dados do Rio de Janeiro e Ceará.

Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras em razão da dificuldade de alimentação do sistema pelas secretarias estaduais de Saúde. Já às terças-feiras os resultados tendem a ser maiores pela regularização dos registros acumulados durante o fim de semana.

Estados

As unidades da Federação com maior número de mortes são: São Paulo (147.258), Rio de Janeiro (63.880), Minas Gerais (53.698), Paraná (37.116) e Rio Grande do Sul (34.462). Na parte de baixo da lista estão Acre (1.816), Amapá (1.962), Roraima (1.968), Tocantins (3.716) e Sergipe (6.003).

São Paulo também lidera no número de casos, com 4.300.644, seguido de Minas Gerais (2.097.095) e Paraná (1.479.670). As unidades da Federação com menor número de casos são Acre (87.914), Amapá (122.603) e Roraima (126.855).

Ministério da Saúde divulga atualização de casos de covid-19 no dia 13 de setembro de 2021
Ministério da Saúde divulga atualização de casos de covid-19 no dia 13 de setembro de 2021 - 13/09/2021/Divulgação/Ministério da Saúde

Vacinação

Segundo a última atualização do painel de vacinação do Ministério da Saúde, o sistema marcava 210,5 milhões de doses aplicadas, sendo 137,7 milhões da primeira dose e 72,7 milhões da segunda dose ou dose única. Nas últimas 24 horas, foram aplicadas 430,6 mil de doses. 

Quando considerados apenas os dados consolidados no sistema do Programa Nacional de Imunizações (PNI), foram aplicados 200,4 milhões de doses, sendo 131,3 milhões da primeira dose e 69 milhões da segunda dose ou dose única. Há 10 milhões de doses aplicadas que aguardam registro, sendo 6,2 milhões da primeira dose e 3,7 milhões da segunda dose ou dose única.

Ainda conforme o painel de vacinação, foram distribuídos 259,4 milhões de doses, sendo entregues 256,4 milhões de doses e 3 milhões de doses que foram enviadas e estão em processo de distribuição.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Rio vacina esta semana adolescentes de 14 anos de idade

Saúde
19:58 | Set. 13, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS) anunciou hoje (13) que a imunização dos adolescentes de 14 anos contra a covid-19 ocorrerá nos próximos dias 15 e 16, para meninas, e no dia 17, para meninos.

O calendário para as outras faixas etárias de adolescentes (13 e 12 anos) será divulgado tão logo o Ministério da Saúde envie para a cidade, com quantidade suficiente de doses, uma nova remessa da Pfizer, a única vacina liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para esse público.

A aplicação da dose de reforço (DR) para os idosos continua esta semana, seguindo calendário anunciado anteriormente. Amanhã (14), receberão a DR idosos de 94 anos ou mais; na quarta-feira (15), 93 anos ou mais; na quinta (16), 92 anos ou mais; na sexta-feira (17), 91 anos ou mais; e no sábado (18), 90 anos ou mais.

Dose de reforço

A Secretaria informou à Agência Brasil que, “preferencialmente, a dose de reforço deve ser aplicada no mesmo posto onde a pessoa tomou as demais (doses). Não serão aplicadas doses de reforço em pessoas que completaram o esquema inicial em outro município. Independentemente da vacina tomada nas duas primeiras doses, para a DR são usadas vacinas da Pfizer e da AstraZeneca, dependendo da disponibilidade”, esclareceu.

Ainda segundo a Secretaria Municipal de Saúde, apenas os idosos que tomaram o esquema vacinal inicial, que engloba a primeira e segunda doses, no Rio, poderão tomar a dose de reforço na cidade. O intervalo da segunda dose para a DR deve ser de, pelo menos, três meses.

Esta semana está sendo realizada também a repescagem de primeira dose (D1) para pessoas com deficiência (PcD), gestantes, puérperas e lactantes com 12 anos ou mais, além do público a partir de 22 anos, preferencialmente, no período da tarde. O atendimento para aplicação da segunda dose (D2) é feito conforme a data anotada no comprovante da D1.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags