Participamos do

Neonazista é preso suspeito de estuprar menino de 12 anos no Rio

Com mandato de busca e apreensão, policiais encontraram na casa do acusado armas e itens ligados ao regime nazista; Aylton Proença Doyle Linhares está em prisão temporária por tentativa de estupro
03:14 | Out. 06, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um homem acusado de abusar sexualmente de um menino de 12 anos foi preso nesta terça-feira, 5, na cidade de Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O suspeito foi identificado como Aylton Proença Doyle Linhares. Ao chegarem na residência do indivíduo, os policiais se depararam com um vasto material nazista, como bandeiras, uniformes, carteira de partido nazista com a foto de Aylton, além de armas e munição.

De acordo com informações do jornal O Globo, o homem foi investigado após denúncia de um vizinho do condomínio. Segundo a acusação, Aylton teria importunado o filho de 12 anos do morador. Os agentes policiais apuraram que o suspeito tentava agarrar crianças dentro do condomínio. Um mandato de prisão temporária foi expedido contra ele por por tentativa de estupro, além de um mandado de busca e apreensão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na residencia, foram encontrada nove armas, entre pistolas, revólveres e fuzis, bandeiras nazistas, um quadro de Adolf Hitler e memorabilia nazista. Além disso, também foram identificadas, pelo menos, 12 fardas nazistas originais, inclusive da SS (a Schutzstaffel, ou Tropa de Proteção, organização paramilitar ligada ao Partido Nazista) e um documento com a foto de Doyle vestido com uma farda da SS e a "patente" de obergruppenführer (o equivalente, na SS, ao posto de general).

Ainda, segundo O Globo, o indivíduo também guardava recortes de jornal dos anos 1950 sobre nazismo e fascismo, medalhas do Terceiro Reich, miniaturas de estátuas, veículos e submarinos, um capacete militar, entre dezenas de outros itens. Por conta dos itens encontrados na casa, Doyle Linhares será também autuado em flagrante por porte ilegal de arma e discriminação racial.

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Mais notícias nacionais

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags