PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Sisu 2020: confira as notas de corte finais dos 10 cursos mais procurados no Ceará

Ceará teve 110.253 inscritos no Sisu 2020. Entre os cursos mais procurados pelos participantes cearenses estão Fisioterapia, Medicina e Turismo

09:31 | 30/01/2020
A lista do O POVO compara a nota de corte nas instituições federais do Estado com as universidades de outras regiões do País.
A lista do O POVO compara a nota de corte nas instituições federais do Estado com as universidades de outras regiões do País. (Foto: (Foto: Arquivo/Agência Brasil))

O POVO listou as notas de corte finais registradas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) nos dez cursos mais concorridos entre os participantes do Ceará na modalidade da ampla concorrência. A lista compara a nota de corte nas instituições federais do Estado com as universidades de outras regiões do País. 

No Ceará, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), a Universidade Federal do Ceará (UFC), a Universidade Federal do Cariri (UFCA) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) participaram do Sisu. A UFC foi a instituição mais procurada com 120.700 inscrições.

O Estado registrou 110.253 inscritos no Sisu 2020, segundo o Ministério da Educação (MEC). O número corresponde a 24% dos presentes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 no Ceará, que somaram 454.133 pessoas. O índice se manteve como o sexto maior do Brasil, assim como O POVO tinha antecipado ainda durante as inscrições do Sisu. Entre os cursos mais procurados pelos participantes cearenses estão Fisioterapia, Medicina e Turismo.

Veja as notas de corte em diferentes instituições do País dos 10 cursos mais procurados pelos participantes do Ceará no Sisu 2020:

1º - Fisioterapia  (74,9 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 718,14 (Fortaleza, turno integral)

Na Universidade Federal do Amazonas (UFAM): 738,35 (Manaus, turno integral)

Na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES): 717,45 (Vitória, turno integral)

Na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS): 696,53 (Campo Grande, turno integral)

Na Universidade Federal do Paraná (UFPR): 716,00 (Curitiba, turno integral)

2º - Medicina (49,0 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 786,80 (Fortaleza, turno integral) e 781,18 (Sobral, turno integral)

Na Universidade Federal do Acre (UFAC): 846,52 (Rio Branco, integral)

Na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES): 793,05 (Vitória, turno integral)

Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ): 813,55 (Rio de Janeiro, turno integral)

Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS): 775,95 (Porto Alegre, turno integral)

3º - Turismo (48,7 inscrições por vaga)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE): 783,53 (Fortaleza, turno vespertino)

Na Universidade de São Paulo (USP): 732,46 (São Paulo, turno noturno)

Na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG): 666,66 (Belo Horizonte, turno matutino)

No Instituto Federal de Goiás (IFG): 654,66 (Goiânia, turno noturno)

4º - Psicologia (48,3 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 708,20 (Sobral, turno integral) e 733,16 (Fortaleza, turno integral)

Na Universidade Federal do Amazonas (UFAM): 739,79 (Manaus, turno noturno) 

Na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES): 745,52 (Vitória, turno integral)

Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): 747,67 (Florianópolis, turno integral)

Na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT): 688,08 (Rondonópolis, turno integral)

5º - Enfermagem (47,6 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 715,92 (Fortaleza, turno integral)

Na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab): 703,18 (Redenção, turno integral)

Na Universidade Federal do Amapá (UNIFAP): 804,24 (Macapá, turno integral)

Na Universidade de São Paulo (USP): 749,44 (São Paulo, turno integral)

Na Universidade Federal de Goiás (UFG): 699,21 (Goiânia, turno integral)

Na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP): 699,12 (Bandeirantes, turno integral)

6º - Administração (45,5 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 689,12 (Fortaleza, turno integral) e 689,44 (Fortaleza, turno noturno)

Na Universidade Federal do Cariri (UFCA): 687,56 (Juazeiro do Norte, turno noturno)

Na Universidade Federal do Tocantins (UFT): 646,89 (Palmas, turno noturno)

Na Universidade Federal de Goiás (UFG): 702,11 (Goiânia, turno noturno)

Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ): 753,80 (Rio de Janeiro, turno integral)

Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS): 723,47 (Porto Alegre, turno noturno)

7º - Medicina Veterinária (35,8 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Cariri (UFCA): 695,88 (Crato, turno integral)

Na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT): 692,06 (Cuiabá, turno integral)

Na Universidade de São Paulo (USP): 757,61 (São Paulo, turno integral)

Na Universidade Federal do Acre (UFAC): 727,48 (Rio Branco, turno integral)

Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): 722,78 (Curitibanos, turno integral)

8º - Educação Física (34,8 inscrições por vaga)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE):  703,90 (Canindé, turno matutino),  721,56 (Juazeiro do Norte, turno integral) e 727,09 (Limoeiro do Norte, turno integral);

Na Universidade Federal do Ceará (UFC):  667,76 (Fortaleza, turno noturno - Bacharelado),  663,82 (Fortaleza, turno integral - Bacharelado),  653,20 (Fortaleza, turno integral - Licenciatura), 647,76 (Fortaleza, turno noturno - Licenciatura);

Na Universidade Federal do Amazonas (UFAM): 655,20 (Manaus, turno integral)

Na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES): 661,50 (Vitória, turno matutino)

Na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT): 601,78 (Cuiabá, turno matutino)

Na Universidade Federal do Paraná (UFPR): 694,10 (Curitiba, turno integral)

9º - Gestão Desportiva e de Lazer (29,1 inscrições por vaga)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE): 764,73 (Fortaleza, turno noturno)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN): 591,58 (Natal, turno vespertino)

10º - Serviço Social (29,0 inscrições por vaga)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE): 743,33 (Iguatu, turno noturno)

Na Universidade Federal de Goiás (UFG): 619,70 (Goiás, turno noturno)

Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): 662,67 (Florianópolis, turno matutino)

Na Universidade Federal Fluminenense (UFF): 715,10 (Niterói, turno noturno)

Na Universidade Federal do Tocantins (UFT): 574,59 (Miracema do Tocantins, turno matutino)